Total de visualizações de página

Horario de Brasilia

PITIMBU NOTÍCIA

sábado, 9 de fevereiro de 2019

Polícia identifica envolvidos em linchamento a suspeito de ferir ex-companheira com chave de fenda em Pitimbu; homem morreu


Polícia identifica envolvidos em linchamento a suspeito de ferir ex-companheira com chave de fenda em Pitimbu; homem morreu
Investigadores da Polícia Civil já começaram a identificar suspeitos de participarem de linchamento no município do Pitimbu, no Litoral Sul, no dia 27 de janeiro. Um homem, que teria tentado contra a vida de sua ex-esposa a ferindo com uma chave de fenda, foi cercado por poulares e linchado até a morte.
Na ocasião, a técnica de enfermagem, de 30 anos, participava de uma festa em via pública quando teve a ferramenta cravada em suas costas e logo após o crime, o homem, identificado como Adenilson Ferreira de Sousa, foi cercado por testemunhas e linchado.
Durante a agressão ao suspeito, vários vídeos foram feitos e compartilhado nas redes sociais. Com base no trabalho dos investigadores, alguns dos envolvidos já foram identificados e deverão responder pelo crime de homicídio.
ENTENDA
De acordo com a vítima, o casal estava separado há 10 dias. Após ela ter ido à delegacia para solicitar uma medida protetiva e que o ex-marido se afastasse, o casal entrou em acordo onde ficou decidido que Adenilson deixaria a casa. A polícia acredita que, insatisfeito com o fim de relacionamento, ele teria tentado matar a ex-mulher.
Ferida, a mulher foi socorrida ao Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa e liberada cerca de 24 horas depois do crime.

PB Agora

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

Lula é condenado a 12 anos de prisão em ação da Lava Jato sobre sítio de Atibaia

Lula é condenado a 12 anos de prisão em ação da Lava Jato sobre sítio de Atibaia
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi condenado, nesta quarta-feira (6), a 12 anos e 11 meses por corrupção e lavagem de dinheiro no processo da Lava Jato que apura se ele recebeu propina por meio da reforma de um sítio em Atibaia (SP).
A sentença da juíza substituta Gabriela Hardt, da primeira instância, é a segunda que condena Lula na Operação Lava Jato no Paraná. Cabe recurso. Outras 12 pessoas foram denunciadas no processo.
O ex-presidente está preso desde abril de 2018 em Curitiba, onde cumpre pena de 12 anos e 1 mês determinada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), na primeira condenação dele na segunda instância pela Lava Jato. Ele foi condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex no Guarujá (SP).
A juíza Gabriela Hardt – que substituiu o ex-juiz Sérgio Moro – declarou na nova sentença ter ficado comprovado que:
- A OAS foi a responsável pelas reformas na cozinha do sítio de Atibaia no ano de 2014;
- As obras foram feitas a pedido de Lula e em benefício de sua família, sendo que ex-presidente acompanhou o arquiteto responsável, Paulo Gordilho, ao menos na sua primeira visita ao sítio, bem como o recebeu em São Bernardo do Campo para que este lhe explicasse o projeto;
- Foram executadas diversas benfeitorias no sítio, mas consta da denúncia somente o valor pago à empresa Kitchens, no valor de R$ 170 mil;
- Toda a execução da obra foi realizada de forma a não ser identificado quem executou o trabalho e quem foi o beneficiário;
- Todos os pagamentos efetuados pela OAS à Kitchens foram feitos em espécie, no intuito de não deixar rastros de quem era o pagador;
- Não houve ressarcimento à OAS dos valores desembolsados pela empresa em benefício de Lula e de sua família.
Gabriela Hardt afirmou que:
"É fato que a família do ex-presidente Lula era frequentadora assídua no imóvel, bem como que usufruiu dele como se dona fosse. Inclusive, em 2014, Fernando Bittar alegou que sua família já não o frequentava com assiduidade, sendo este usado mais pela família de Lula";
- Lula tinha pleno conhecimento de que a OAS era uma das participantes do "grande esquema ilícito que culminou no direcionamento, superfaturamento e pagamento de propinas em grandes obras licitadas em seu governo, em especial na Petrobras. Contribuiu diretamente para a manutenção do esquema criminoso";
- O ex-presidente também tinha uma relação próxima com o ex-presidente da OAS José Aldemário Pinheiro Filho, e "tinha ciência do 'caixa geral' de propinas mantido entre a empresa e o Partido dos Trabalhadores";
- Consequentemente, Lula tinha plena ciência da origem ilícita dos recursos utilizados pela OAS na reforma da cozinha do sítio. "Portanto, reputo comprovada sua autoria pela contribuição na ocultação e dissimulação de que era o real beneficiário dos valores ilícitos empregados pela OAS na reforma do sítio de Atibaia";
- "Foram ouvidas mais de uma centena de testemunhas, anexados dezenas de depoimentos produzidos em feitos correlatos como prova emprestada, deferida realização de prova pericial, anexados diversos documentos, sendo nítido que a produção probatória é farta".
A juíza determinou ainda o confisco do sítio de Atibaia. Ela afirmou que, apesar de o processo não discutir a propriedade do imóvel – mas, sim, as reformas que foram feitas nele –, os valores do terreno e das benfeitorias são equivalentes. Assim, não haveria como decretar a perda das benfeitorias sem afetar o imóvel.
De acordo com Gabriela Hardt, após a venda do sítio, a diferença entre o valor das benfeitorias e o valor pago pelo imóvel deve ser revertida aos proprietários – Fernando Bittar e a esposa. A alienação só deve ocorrer, porém, após o trânsito em julgado do processo.
Gabriela Hardt decretou a interdição de Lula para o exercício de cargo ou função pública pelo período equivalente ao dobro da pena estabelecida. A medida atinge ainda os outros condenados por lavagem de dinheiro – Léo Pinheiro, José Carlos Bumlai, Emílio Odebrecht, Alexandrino Alencar, Carlos Paschoal, Emyr Dinis, Roberto Teixeira, Fernando Bittar e Paulo Gordilho.
O G1 entrou em contato com a defesa de Lula, que informou ainda não ter um posicionamento sobre a condenação.
No início de janeiro, ao apresentar as alegações finais no processo, a defesa pediu absolvição por "insuficiência de provas" e "atipicidade das condutas".
No documento, com 1,6 mil páginas, os advogados defenderam, dentre outras pontos, que Lula "não é e jamais foi" proprietário do sítio e que não havia como provar que ele soubesse das reformas. Também alegou que o ex-juiz Sérgio Moro não tinha "a necessária imparcialidade" para julgar o caso e, portanto, o processo deveria ser remetido a outra Vara de Justiça.

G1

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019

Golpistas pedem dinheiro a contatos de WhatsApp na Paraíba e delegado faz alerta sobre golpes

Golpistas pedem dinheiro a contatos de WhatsApp na Paraíba e delegado faz alerta sobre golpes
Uma jornalista paraibana foi mais uma vítima de um golpe pelas redes sociais. A assessora de comunicação da Prefeitura de João Pessoa, Aluska Lacerda, descobriu na manhã de anteontem que teve sua foto e nome usados para pedir dinheiro e aplicar golpes nos seus contatos. Foram mais de 20 pessoas que receberam as mensagens e que imediatamente a avisaram. O delegado Marcos Vasconcelos, de Defraudações e Falsificações de João Pessoa, disse que já está tomando as providências em relação ao golpe sofrido pela jornalista Aluska Lacerda de Sá.
Através de um número com o prefixo de São Paulo, o autor da ação instalou o WhatsApp e abriu uma conta no aplicativo utilizando os dados de Aluska. Assim, começou a mandar mensagens no privado de pessoas da imprensa dizendo que um grupo de jornalistas seria desativado. Em seguida, disse que ela estava no banco naquele momento, a senha do cartão estava bloqueada e que estava precisando de um depósito em dinheiro que seria devolvido mais tarde quando ela voltasse para casa.

Muitas pessoas do mesmo grupo receberam as mesmas informações, mas nenhuma acreditou no pedido e imediatamente avisaram Aluska. Como não houve depósitos nem transferências, o golpe não teve vítimas e o crime não foi efetivado. "Abriram uma conta com a minha foto, mas com outro número e por volta das dez da manhã recebi mensagens de muitas pessoas dizendo que tinham recebido pedidos de dinheiro e que quando eu voltasse pra casa eu iria devolver. No telefone não parava de chegar mensagens com prints para saber se aquilo era verdade", explicou.

O telefone não foi clonado, pois um outro chip foi utilizado para que as mensagens fossem enviadas por um outro número que não é o verdadeiro da assessora. Ela contou que já tomou as providências cabíveis como denunciar entre os grupos e contatos do WhatsApp, fazer um Boletim de Ocorrência e entrar com uma ação cível com um advogado.

Aluska disse que foi vítima da ação de um estelionatário e que o juiz ainda poderá determinar a quebra de sigilo do telefone para rastrear os dados. Além disso, caso alguma pessoa acreditasse e transferisse o dinheiro, ela poderia procurar a delegacia para denunciar o golpe. Aluska suspeita que este é mais um caso de uma ação considerada comum entre algumas pessoas que trabalham com comunicação: utilizar da credibilidade e da profissão para roubar os dados e enganar as vítimas.

Alerta - O delegado Marcos Vasconcelos, disse que já está tomando as providências em relação ao golpe sofrido pela jornalista Aluska Lacerda de Sá. Pelo menos 15 registros desse golpe já foram feitos na DDF e o delegado disse que está juntando todos os boletins de ocorrências para se aprofundar nas investigações.

Segundo Marcos, as contas utilizadas pelos golpistas não são da Paraíba; na maioria, são de Goiás e Mato Grosso. "Estamos juntando todas as informações para abastecer a polícia daqueles estados. Se os depósitos fossem feitos aqui em João Pessoa facilitaria nosso trabalho, mas até agora ninguém apareceu, as contas são todas de fora. Estamos empenhados para solucionar essa questão".


Redação
PB Agora 

quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

Em mensagem de despedida do Senado, Cássio diz ter oferecido seu melhor na vida pública

O senador Cássio Cunha Lima se despede de seu mandato em Brasília nesta quinta-feira (31) e divulgou uma mensagem sobre o encerramento de seu ciclo de 32 anos de vida política. Cássio aproveitou a oportunidade para fazer agradecimentos e reforçar que ofereceu o melhor que pode durante seus mandatos.
Além disso, ele garantiu que permanecerá lutando seja em qual trincheira estiver. Ele destacou como suas principais bandeiras as “oportunidades iguais para as nossas crianças, para que elas sejam donas do seu próprio destino. Zelo e respeito com os idosos. Cuidado redobrado com os que mais precisam”.
Cássio se mostrou honrado por ter tido a oportunidade de representar a população durante seus mandatos. “E tenho uma convicção: ofereci o meu melhor nessa representação. Passará algum tempo para se compreender, de forma plena, este instante da vida nacional. A democracia é assim, o povo coloca, o povo tira. Há de se respeitar sempre a soberania popular”, destacou.
O campinense Cássio Cunha Lima já ocupou os cargos de prefeito de Campina Grande, deputado federal, governador da Paraíba e Senador.
Confira a mensagem:
Hoje concluo um ciclo de 32 anos mandatos que me foram conferidos pelo povo. O sentimento é de gratidão. A Deus, sempre em primeiro lugar, e ao povo da Paraíba, de forma especial ao de Campina Grande.
Quem tem espírito público, não precisa de mandato para servir à comunidade e às pessoas. Continuarei servindo. Comecei a fazê-lo, antes mesmo do meu primeiro mandato, na Assembleia Nacional Constituinte, sempre com dedicação, seriedade, ética e honestidade.
Guardarei para sempre a lição do meu pai, mestre, líder e amigo Ronaldo Cunha Lima, a quem devo também um agradecimento todo especial extensivo a minha família (tenho uma linda família) sempre tão solidária e presente nas minhas lutas: política se faz como sacerdócio e não como negócio. E assim a exerci.
Ajudei a milhões, milhões mesmo. Esse sempre foi o meu objetivo na política: melhorar a vidas das pessoas. Tratando-as com respeito, ouvindo-as com acuidade, sendo solidário no limite das minhas possibilidades.
Em todos os mandatos transformei vidas, me dedicando a elas com devoção sincera e respeito verdadeiro. Sigo em frente, cabeça erguida, espinha ereta e o coração tranquilo, parafraseando o poeta.
Tenho uma certeza: sou muito grato pela honra que tive de representar nosso povo por todos esses anos. E tenho uma convicção: ofereci o meu melhor nessa representação. Passará algum tempo para se compreender, de forma plena, este instante da vida nacional. A democracia é assim, o povo coloca, o povo tira. Há de se respeitar sempre a soberania popular.
Por fim, preservo sonhos, pelos quais continuarei lutando, qualquer que seja minha trincheira de luta. Oportunidades iguais para as nossas crianças, para que elas sejam donas do seu próprio destino. Zelo e respeito com os idosos. Cuidado redobrado com os que mais precisam.
Que venha um tempo novo. Muito obrigado a todos e a cada um.
Cássio Cunha Lima

Portal Litoral PB 

segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

João anuncia datas de pagamentos dos servidores em janeiro

João anuncia datas de pagamentos dos servidores em janeiro
Durante sua primeira participação no programa ‘Fala, Governador’, da Rádio Tabajara, em João Pessoa, João Azevêdo anunciou o calendário de pagamento dos servidores referente ao mês de janeiro.
Mantendo a tradição deixada pelo ex-governador Ricardo Coutinho, de pagar aos servidores dentro do mês trabalhado, João afirmou que no próximo dia 30 receberão os inativos e pensionistas.
Os servidores da ativa receberão no dia seguinte, ou seja, dia 31.
O aumento de 4,17% para os professores da rede estadual também já será inserido no pagamento deste mês.

PB Agora

quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

Ministério Público emite recomendação para combater poluição sonora em Pitimbu


     Aos Donos de bares, restaurantes, clubes, barracas e proprietários de carros de som e veículos particulares equipado com sistema de som, o Ministério Público da Paraiba (MPPB) divulga recomendações no sentido da poluição sonora, Assinada pela promotora Dra Cassiana Mendes de Sá e divulgada hoje, 17, a Recomendação n° 001/2019,  também foi encaminhada à prefeitura, a delegacia de Pitimbu, Ao comandante do grupamento da Polícia Militar, Ao comandante do batalhão Ambiental, a Sudema, Câmara Municipal e ao centro de apoio operacional respectivo  com objetivo de combater a poluição sonora no município.
Seguir abaixo as recomendações.







terça-feira, 15 de janeiro de 2019

João altera comandos de Batalhões da Polícia, Bombeiros e Delegacias

João altera comandos de Batalhões da Polícia, Bombeiros e Delegacias
Mudança nos comandos da PM. Ainda com a Paraíba vivendo os primeiros dias do governo, o governador João Azevêdo (PSB) alterou as estruturas das Polícias Civil e Militar, além do Corpo de Bombeiros. As mudanças foram publicadas na edição desta terça-feira (15) do Diário Oficial do Estado. Pelo menos 15 delegados foram relocados para outras cidades paraibanas. 
Conforme as mudanças, o coronel Paulo Almeida foi escolhido como coordenador geral do Estado Maior Estratégico, o coronel Valério comandará o Policiamento Regional da Polícia Militar, o coronel Sena ficará como subcomandante do Policiamento Regional da Polícia Militar, tenente-coronel Lucas será o comandante do 1º Batalhão da Polícia Militar e ainda em João Pessoa, o tenente-coronel Marcos de Barros será responsável pelo 5º Batalhão da Polícia Militar.
As mudanças também atingiram Campina Grande. O tenente-coronel Damasceno irá comandar o 2º Batalhão da Polícia Militar e o tenente-coronel Francimar Vieira Linda foi nomeado para liderar o 10º Batalhão da Polícia Militar.
O major Carlos Magno Fonseca será o subcomandante do Batalhão do Bope, o major Melquiades Lima coordenará o setor de comunicação e marketing do órgão. Já o capitão Francisco de Assis ficará como comandante da Companhia Independente de Alhandra e o capitão Alírio Paz do Nascimento será o comandante do 15º Batalhão da Polícia Militar.
Na Polícia Civil, o gestor exonerou e nomeou delegados para novas funções. Dentre as alterações está a nomeação de Lucas Sá como delegado distrital. Ele respondia pela Delegacia de Defraudações e Falsificações, mas havia sido relocado pelo ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) para exercer o cargo de delegado ajunto de Roubos e Furtos de Veículos.
Redação

terça-feira, 8 de janeiro de 2019

PITIMBU: Cagepa instala posto de atendimento para veranistas e turistas.



 A partir desta terça-feira (8), a Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) contará com um novo ponto de atendimento na praia de Camboinha, em Cabedelo, voltado para prestar assistência aos veranistas e turistas, excepcionalmente nesse período de férias. Localizado na sede da agremiação da empresa, o Acqua, o atendimento será disponibilizado de domingo a domingo, das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30, até o dia 2 de fevereiro próximo.
De acordo com o gerente da regional do Litoral da Cagepa, Rubens Falcão, o objetivo é oferecer um atendimento diferenciado para esse público, já que com a chegada do verão muitas famílias passam a fixar residência na região litorânea, o que aumenta o consumo de água. “Os turistas, muitas vezes, chegam na cidade só para veranear e se deparam com água cortada ou débitos, já que a maioria desses imóveis estão fechados nos demais meses do ano. Então, vamos oferecer atendimento no fim de semana e em pontos estratégicos, facilitando o acesso aos nossos usuários”, explicou.
O gerente destacou que um esquema especial será montado para atender outras praias que também recebem muitos turistas nessa época, como Jacumã, Pitimbu e Lucena. Nos finais de semana, entre 7 de janeiro até 3 de março, as lojas de atendimento da Cagepa destas localidades estarão abertas ao público para atender as solicitações dos usuários, inclusive pedidos de religação e parcelamento de débitos.
O atendimento nestas agências locais vai funcionar das 8h às 12h, até o dia 3 de fevereiro. Equipes de manutenção também estarão de plantão para agilizar os serviços, como religação e consertos de vazamentos.
Confira os endereços dos pontos de atendimento em plantão:
– Camboinha: Rua Anália de Moraes, 675 (esquina com a rua Professor João Lélis de Luna Freire), Camboinha 2, Cabedelo.
– Jacumã: Rua Etelvina do Nascimento Freire, s/n.
– Pitimbu: Rua João Bispo, nº 41.
– Lucena: Rua Américo Falcão, nº 500.
Secom-PB

segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

Prefeitura do Conde lança o Festival Verão Mares na praia de Jacumã

O ano já começa mais quente no litoral paraibano. A partir do dia 11 de janeiro, a prefeitura do Conde começa o mais recente projeto, o VERÃO MARES para agitar os finais de semana do litoral.
O Festival vai acontecer  entre dias 11 de janeiro e 02 de fevereiro, a partir das 19h na Praça do Mar, em Jacumã / Conde – PB e serão 12 atrações entre música e teatro, sempre sexta e sábado.
Em 2018 a prefeitura do Conde promoveu durante todo mês de janeiro uma série de eventos dentro do projeto Feirinha de Verão, que contemplou vários artistas da terra e teve sucesso de público com todas as atrações.
Este ano, com a bela PRAÇA DO MAR, recém inaugurada, que já abrigou importantes eventos como Jacumã Jazz Festival e o Reveillon, agora proporciona mais conforto ao público local e turistas com uma bela vista para o mar.
Vale frisar que uma das fortes características da atual gestão é a valorização dos artistas paraibanos como frisa a prefeita Marcia Lucena:
"Eu tenho certeza que o Verão Mares do Conde vem consolidar uma prática que viemos implantando aqui no município , que é a valorização da cultura local e da cultura paraibana fazendo este intercâmbio entre os grupos e artistas, e que esse ano ganha um formato mais interessante agregando o circo, teatro e dança, trazendo outras faces da arte/cultura e fortalecendo essas expressões no município. O nome do projeto traz a força que esta atitude tem  para as pessoas que moram aqui e as que visitam.  Verão Mares do Conde é o jeito que o Conde tem de banhar todos num abraço quente, gostoso e azul como suas águas. Será uma experiencia muito bonita que vamos viver com os munícipes e os visitantes".
A expectativa é receber na praia cerca de 20 mil pessoas entre moradores do Conde e turistas que nesta época do ano lotam a cidade.
Secomd

Duas pessoas são alvejadas a tiros quando participavam de seresta na Paraíba

O menor de 15 anos de idade sofreu vários tiros quando participava de uma seresta no município de Caaporã. De acordo com a polícia,  a vítima é viciada em drogas.

A polícia trabalha com a hipótese de acerto de contas tendo em vista uma discussão que aconteceu com a outra pessoa que até agora não foi dedicada. 

Um cidadão que estava no bar também sofreu ferimento de arma de fogo e foi encaminhado para o hospital de trauma


OUTRO  CASO -Um homem de 58 anos de idade que reside no município de Itambé no povoado de ibiranga, estava no restaurante de propriedade dele, quando foi surpreendido por dois homens que anunciaram o assalto, a vítima reagiu, e os bandidos dispararam contra ele, ferindo no membro inferior direito.


Paulo Cosme\Washington Luiz

sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

Prefeitura de Pitimbu realiza o segundo maior evento de Beach Soccer do Brasil


O Supercampeonato de Beach Soccer realizado pela Prefeitura de Pitimbu começa no próximo dia 14 de janeiro, na arena multiuso instalada na orla da cidade.
Em sua terceira edição, o evento é uma realização do Governo Municipal, por meio da Secretaria de Esporte, juventude e Lazer, sendo considerado o segundo maior campeonato de Beach soccer do Brasil, ficando atrás apenas de Manaus.
O prefeito Leonardo Barbalho, a cada ano, se compromete em inovar e aperfeiçoar o evento, com uma mega estrutura de uma arena montada nas areias da praia de Pitimbu, onde vários atletas de nível nacional participam dessa competição.
Em 018 foi instalada uma arena com capacidade para 1.020 pessoas, e neste ano de 2019 o espaço da Arena terá capacidade para 1.600.00 pessoas, viabilizando e melhorando a comodidade do público.

De acordo com o secretário de Esporte, Inaldo Júnior, o destaque fica por conta do alto nível das partidas e isso servirá como um atrativo para o público que costuma frequentar a orla da cidade. “É mais uma competição que tem o apoio da Prefeitura. As pessoas que comparecerem na Arena irão experimentar uma ótima combinação: praia e esporte ”, disse.

Portal Litoral PB 

quinta-feira, 3 de janeiro de 2019

PITIMBU; Férias e verão: litoral paraibano é repleto de belezas naturais e cultura local

Férias e verão: litoral paraibano é repleto de belezas naturais e cultura local
Férias e verão são sinônimos de mar. As praias urbanas de João Pessoa já são bastante conhecidas, mas as verdadeiras belezas estão nos litorais norte e sul do estado, onde é possível encontrar praias de naturismo, rios de águas tranquilas e restingas praticamente intocadas pela ação do homem. Além disso, o turista que decidir conhecer esses belos recantos também poderá aproveitar o empreendedorismo criativo dos nativos e a rica cultura local. Abaixo, a gestora de turismo e empreendedorismo criativo do Sebrae Paraíba, Regina Amorim, indica roteiros para algumas localidades dos litorais norte e sul do estado:

Litoral Norte:
- Em Lucena, comece pelo sitio de Seu Dedé e conheça um exemplo de agricultura familiar que trabalha com orgânicos certificados. Visite a propriedade, aprenda um pouco sobre produtos orgânicos e tome um suco natural de fruta do local. Em seguida, conheça as ruínas da Igreja de Bonsucesso, uma igreja secular tombada pelo Patrimônio Histórico localizada no meio da mata. Para chegar às ruínas faz-se uma pequena caminhada, atravessando um riacho de águas limpas e claras. Aproveite e peça ao guia de turismo para ir até o Mirante, que fica apenas a 500 metros da Igreja e de onde se tem uma das mais lindas vistas do Litoral de Lucena;

- Em Cabedelo, na praia do Poço, conheça o criativo Atelier de Fábio Smith e a sua arte em barro, no Centro Cultural Bicho de Pé, na Praia do Poço. Esse artista ceramista é muito conhecido e respeitado por suas obras. Ele trabalha em parceria com Leila Smith, também ceramista. Em seguida, conheça a Associação Farol de Cabedelo e aprenda a fazer uma bijuteria ou chaveiro com escamas de peixe Camurupim. Sob agendamento, prepare-se para conhecer o coração de Cabedelo, no Rio Paraíba, e passe o dia na Ilha da Restinga, local extremamente bem preservado. A chegada é de barco. Aproveite e já vá registrando as belas fotos da travessia, e ao chegar na Ilha surpreenda-se com o cenário de natureza. Siga para a Praia do Jacaré, conheça as lojas e a Feirinha de artesanato, assista ao espetáculo do Pôr do Sol, o mais lindo do Brasil, ao som do Bolero de Ravel com o famoso Jurandy do Sax;

- Em Rio Tinto, conheça a APA da Barra do Rio Mamanguape, um lugar paradisíaco e muito bem conservado graças à atuação do ICMBIO no local. O lugar abrange três comunidades – Praia de Campina, Lagoa da Praia e Barra de Mamanguape – e conta com uma população predominante de pescadores e trabalhadores rurais. Faça passeios de barco e torça para conhecer o peixe-boi! Almoce peixe ou camarão, conheça e compre os mais variados tipos de artesanato feitos de cipó, de conchas ou de retalhos que viram lindos tapetes ou bolsas; 

- No município de Marcação, faça o roteiro das Aldeias Indígenas de Camurupim. Pela BR-101, entre na cidade de Mamanguape onde se inicia a PB-041 e, logo em seguida, passe pelas cidades de Rio Tinto e Marcação até a “Ladeira do Grotão”, onde existem duas entradas principais para a Aldeia Camurupim. Há passeios de barco pelo Rio Mamanguape e o condutor explica sobre a mata nativa, espécies aquáticas e todo o bioma local.

Litoral Sul:
- Conheça uma das maravilhas do Brasil, a famosa praia de naturismo de Tambaba, que conta com uma linda e limpa faixa de areia, com o mar de um lado e uma grande falésia, e a mata nativa do outro lado. Se não quiser entrar em Tambaba, fique na parte da praia que não é de naturismo e aproveite as águas mornas e as lindas piscinas naturais que se formam quando a maré está baixa. As falésias e as matas proporcionam belas trilhas aos visitantes. É possível almoçar em diversos restaurantes e uma dica muito bacana é conhecer o Doces Tambaba, no Assentamento Tambaba, que tem produção associada ao turismo e preserva a simplicidade e a singularidade do lugar;

- Visite também Praia Bela, no município de Pitimbu e que foi recentemente reordenada num projeto capitaneado pelo Sebrae Paraíba. Hospede-se em pousadas locais e aproveite os diversos quiosques que atendem na praia. Divirta-se fazendo um passeio de caiaque. Na parte da tarde, para relaxar, visite a loja de artesanato que fica localizada na Praça Central ao lado da Igreja, e veja as belas peças feitas com a fibra do coqueiro que se transformam em animais, flores, vasos e outras peças.

PB Agora com Sebrae-PB

quarta-feira, 2 de janeiro de 2019

Confira requisitos para ter direito a redução na conta de luz decretada por João Azevêdo

Sobre o decreto do governo do Estado da Paraíba isentando clientes residenciais de baixa renda da cobrança do ICMS, a Energisa informa que os consumidores inscritos na Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE) terão o benefício concedido automaticamente, sem a necessidade de comunicação à empresa. A única preocupação deve ser a de atualizar o cadastro a cada dois anos.
Já os clientes que ainda não são inscritos no benefício da TSEE devem procurar o Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) ou a prefeitura da sua cidade para fazer o cadastro. Para ter direito à Tarifa Social de Energia Elétrica, a família deve atender a um dos seguintes critérios:
I – estar inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal – Cadastro Único, com renda familiar mensal per capita até meio salário mínimo (valor atual: R$ 499,00);
II – ter direito ao BPC – Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social, nos termos dos arts. 20 e 21 da Lei no 8.742, de 7 de dezembro de 1993;
III – estar inscrita no Cadastro Único com renda mensal de até 3 (três) salários mínimos, que tenha portador de doença ou deficiência cujo tratamento, procedimento médico ou terapêutico requeira o uso continuado de aparelhos, equipamentos ou instrumentos que, para o seu funcionamento, demandem consumo de energia elétrica.
A Energisa está preparada para aplicar a lei estadual assim que ela entrar em vigor e se mantém à disposição dos clientes pelos seus canais de atendimento, inclusive os digitais (facebook, site e twitter).

sexta-feira, 21 de dezembro de 2018

Pitimbu 57 anos. Confira a programação dos festejos da cidade.


   A cidade de Pitimbu, no litoral sul da Paraíba, comemora 57 anos de emancipação política neste sábado (22). Para marcar a data, diversas homenagens são feitas e na oportunidade serão inauguradas obras realizadas pelo governo do estado e municipal nos fim shows com as banda trio e banda asa da América e paredão do luxo na orla de Pitimbu.

quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

Congresso aprova proposta orçamentária de 2019; texto segue para sanção salário vai pra 1.006,00

 Por Portal Gazetaweb.com, com Agência Câmara

Com a aprovação do Orçamento, Congresso entra em rec

FOTO: AGÊNCIA CÂMARA







O Congresso Nacional aprovou, nesta terça-feira (19), o projeto da lei orçamentária de 2019 (PLN 27/18). O texto foi aprovado na forma de um substitutivo apresentado pelo relator, senador Waldemir Moka (MDB-MS), e agora irá à sanção presidencial. O novo Orçamento da União reflete as condições fiscais do País, com deficit de R$ 139 bilhões nas contas do governo e investimentos no menor patamar desde 2004, mesmo após os acréscimos feitos por emendas de deputados e senadores.
Moka ressaltou que ele foi o relator-geral que trabalhou com menos recursos disponíveis nos últimos anos. Apesar disso, conseguiu evitar cortes nas áreas de saúde, educação e assistência social. "O esforço foi muito grande", disse.
O senador destacou duas mudanças feitas na proposta original do governo: o redirecionamento de R$ 100 milhões para o programa Minha Casa, Minha Vida, e a exclusão da maior parte dos recursos do Bolsa Família da despesa condicionada.
Teto e salário
Pelo terceiro ano consecutivo, as despesas mais importantes estarão limitadas a um teto de gastos, que em 2019 será de R$ 1,4 trilhão - este ano o teto é de R$ 1,34 trilhão. O Orçamento prevê salário mínimo de R$ 1.006, aumento de 5,45% sobre o atual (R$ 954). O salário mínimo é referência para despesas previdenciárias, assistenciais e trabalhistas. Cada real de aumento do mínimo eleva o gasto público, em termos líquidos, em R$ 303 milhões.
A proposta aprovada mantém os recursos para bancar o reajuste de servidores ativos e inativos do Executivo em 2019. Os aumentos estão previstos em leis de 2016 e 2017. Apesar de o governo ter editado uma medida provisória (MP 849/18) postergando os reajustes, o projeto orçamentário já chegou ao Congresso com os R$ 4,7 bilhões necessários para correção salarial.
Execução em 2019
Durante a sessão do Congresso, parlamentares afirmaram que o governo Jair Bolsonaro, que assume em 1º de janeiro, terá dificuldade para trabalhar com números "no limite". "É uma peça realista, mas que enseja uma enorme preocupação no futuro governo", disse o deputado Claudio Cajado (PP-BA), que é vice-líder do governo no Congresso. "Para tapar o rombo, o [novo] governo tem poucas opções, como implementar concessões, fazer privatizações e limitar as despesas sem aumento de impostos", afirmou.
Para o deputado Hildo Rocha (MDB-MA), o desafio será sustentar os programas sociais. "Não temos dinheiro suficiente para manter todos os programas na área de saúde até o final de 2019", afirmou.
Investimentos
O deputado Marcondes Gadelha (PSC-PB) manifestou preocupação com "o volume baixíssimo de investimentos e a persistência do deficit primário". "Isso ressalta a necessidade de cuidar da reforma da Previdência", afirmou. A mesma crítica foi feita pela oposição.
Os investimentos públicos somam R$ 155,8 bilhões no projeto orçamentário. Deste valor, R$ 119,6 bilhões correspondem ao orçamento das estatais. Os demais órgãos públicos vão investir R$ 36,2 bilhões. Este último número é 22% inferior ao planejado para 2018 (R$ 46,5 bilhões). Em termos reais (a preços de novembro), desde 2004 o Orçamento não reservava recursos tão baixos para investimentos. Naquele ano, o saldo autorizado foi de R$ 34,2 bilhões.
A proposta do governo veio com um valor ainda mais baixo, de R$ 26,5 bilhões. Durante a tramitação, o investimento subiu R$ 9,7 bilhões com as emendas apresentadas por deputados e senadores, que focam obras em suas bases eleitorais.
No caso das estatais, a situação não é muito diferente. O valor autorizado para investimentos em 2019 é 8,8% inferior ao planejado para este ano (R$ 131,1 bilhões). A queda é explicada em parte pela política de redução de investimentos adotada pela Petrobras a partir de 2015 para diminuir o endividamento. A petrolífera responde por mais de 80% dos investimentos das estatais federais brasileiras. Entre 2013 e 2017, o investimento efetivo das estatais caiu de R$ 154,9 bilhões para R$ 52,9 bilhões, em termos reais.
"Esse orçamente é muito ruim para o Brasil", disse o deputado Afonso Florence (PT-BA). Para ele, o baixo investimento é explicado principalmente pela política de teto de gastos, instituída pela Emenda Constitucional 95, uma das bandeiras econômicas do governo Michel Temer. "A emenda aprofundou de forma inédita o desinvestimento. Mutilou o PAC [Programa de Aceleração do Crescimento], mutilou os programas sociais, levou a uma profunda recessão", disse Florence.

Neste sábado 22, programação da Festa de emancipação política de Pitimbu.


Marinha lança sexta-feira a Operação Verão 2018/2019. Na PB, Capitania dos Portos será responsável de Mataraca a Pitimbu

Marinha lança sexta-feira a Operação Verão 2018/2019. Na PB, Capitania dos Portos será responsável de Mataraca a Pitimbu
A Marinha do Brasil lança na próxima sexta-feira a Operação Verão 2018/2019 em todo o país. O objetivo da campanha é intensificar ações de conscientização e de fiscalização do tráfego aquaviário nas áreas de maior concentração de embarcações, sobretudo as de esporte e recreio e de turismo náutico, por ocasião de férias e feriados prolongados
Na Paraíba, a Capitania dos Portos será responsável pela segurança da costa marítima de Mataraca (divisão com o RN) a Pitimbu (divisa com PE). De acordo com informações da Diretoria de Portos e Costas, a principal causa dos acidentes em embarcações de esporte e recreio é a falha humana, o que por vezes pode resultar em consequências irreversíveis. Para minimizar a possibilidade da ocorrência de desastres náuticos, a Operação Verão 2018/2019 traz como mote a valorização da vida e a responsabilidade do proprietário e do condutor da embarcação, especialmente durante as atividades de lazer.
Naufrágio, abalroamento, queda de pessoas na água, incêndio e colisão são os casos que mais chamam a atenção nas estatísticas. As estatísticas da última Operação Verão revelou que de dezembro de 2017 a março de 2018, as embarcações que mais se envolveram com esses acidentes durante o lazer foram lanchas (56%), motos aquáticas (21%) e botes (9%).
Este ano, a Marinha do Brasil adotou o tema “Segurança da Navegação: quem valoriza a vida, respeita”. A mensagem chega ao público com uma linguagem reflexiva, retratada em imagens de situações de risco, acidentes e suas possíveis consequências. As peças frisam a importância de se adotar atitudes conscientes para prevenir acidentes e garantir a integridade física dos tripulantes, dos passageiros e dos banhistas, promovendo a divulgação das principais regras de navegação e a importância do seu cumprimento para quem deseja aproveitar a época mais quente do ano com segurança.
A Operação Verão é realizada todos os anos por meio dos Distritos Navais, Capitanias dos Portos, Delegacias e Agências e segue até o fim da estação nas áreas de maior concentração de embarcações.


Redação
PB Agora 

terça-feira, 18 de dezembro de 2018

"Sensação de dever cumprido", diz Ricardo em diplomação de João Azevêdo

"Dever cumprido". Esse é o sentimento expressado pelo governador da Paraíba Ricardo Coutinho (PSB) durante cerimônia de diplomação do governador eleito da Paraíba, João Azevedo. A solenidade realizada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB) aconteceu no final da tarde desta terça-feira (18) no Teatro Pedra do Reino, na Capital, Além de João, também foram diplomados os deputados estaduais eleitos, a vice governadora da Paraíba, Lígia Feliciano, assim como os senadores e deputados federais paraibanos.
O governador por dois mandatos Ricardo Coutinho demonstrou estar muito satisfeito com os resultados obtidos durante sua administração. Para o socialista, a gestão liderada por ele alcançou níveis de desenvolvimento até maiores do que os esperados. “Talvez cumprimos mais do que eu esperava. A gente termina o mandato com mais energia do que quando entramos, com mais resultados, a Paraíba está muito melhor, os serviços funcionam de forma eficiente”, afirmou.
Na avaliação de RC, o reconhecimento e a aprovação de seus oito anos de governo vieram com a eleição de João Azevêdo como seu sucessor no Palácio da Redenção.

PB Agora

segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

TCE-PB reprova contas da ex-secretária de Educação Márcia Lucena

O Tribunal de Contas da Paraíba (TCE-PB reprovou, nesta segunda-feira (17), as contas da ex-secretária de Estado da Educação Márcia Lucena  referente ao ano de 2013.
De acordo com o TCE-PB, despesas sem licitação, inexistência de notas fiscais na comprovação de gastos com material e serviços e desorganização no almoxarifado, em meio a outras falhas, contribuíram para a desaprovação das contas da ex-gestora da Educação estadual.
De acordo com o voto relator do processo, conselheiro Arnóbio Viana, cabe recurso.
Márcia Lucena atualmente é prefeita do Conde, na Grande João Pessoa, após ser eleita para o cargo em 2016.
MaisPB

Governador entrega 1ª etapa do Parque Industrial de Caaporã e lotes já estão disponíveis

Foto: Francisco França / Secom PB

O governador Ricardo Coutinho entrega nesta terça-feira (18), às 10h, a primeira etapa do Parque Industrial de Caaporã. O projeto tem como objetivo abrigar indústrias de diversos segmentos interessadas em investir no estado. Foram realizados serviços de drenagem, pavimentação e abastecimento de água e o investimento foi de R$ 11,7 milhões. 
Nesta primeira etapa foram beneficiadas 20 quadras e 72 lotes, dos quais 200 mil m² já estão disponíveis para a implantação de novas indústrias. 
Data: 18.12.18 – Terça-feira
Hora: 10h
Local: PB-044 Km 06 (a 2km da entrada de Caaporã)

Secom-PB

Pitimbu e mais uma cidade paraibanas têm PIB acima da média nacional

SEM CRISE: duas cidades paraibanas têm PIB acima da média nacional
As cidades de Pitimbu, no Litoral, e São José de Espinharas, no Sertão, registraram as maiores variações no Produto Interno Bruto (PIB) entre os municípios paraibanos em 2016, na comparação com 2015. No mesmo ano em que o PIB do Brasil recuou 3,6%, a soma de todos os bens e serviços finais produzidos em Pitimbu cresceu 79,6% e, em São José de Espinharas, 61,4%. Os dados foram divulgados, ontem, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.
O economista Pedro Dantas, secretário executivo da Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup), explicou que a economia de Pitimbu cresceu em decorrência ao aumento da arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). “A gestão municipal realizou um trabalho eficiente no controle e acompanhamento das mercadorias produzidas no território em 2016, conseguindo, assim, aumentar a arrecadação do imposto”, destacou.

Com isso, Pitimbu passou do 45º lugar, em 2015, com um PIB de R$ 153 mil, para a 22ª colocação, em 2016, elevando a soma da economia para R$ 275 mil. Segundo Dantas, já a cidade de São José de Espinharas foi beneficiada, em 2016, por créditos decorrentes do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef). “A gestão municipal havia movido uma ação na justiça, cobrando recursos relativos ao Fundef, e o dinheiro foi liberado naquele ano. Ou seja, estamos falando de uma receita atípica”, explicou.

Com esse incremento na receita, São José de Espinharas saltou da 159º posição no ranking paraibano em 2015, com R$ 37,9 mil, para a 109º colocação, em 2016, com R$ 61,1 mil. Outras sete cidades da Paraíba apresentaram uma variação expressiva no PIB em 2016: Salgado de São Félix (+23,7%), Prata (+23%), Santa Terezinha (+22%), Caldas Brandão (21,7%), Zabelê (+20,7%), São José do Bonfim (+20,5%) e Alhandra (20%). “Apesar do resultado do Brasil em 2016, os municípios da Paraíba conseguiram dá uma guinada no crescimento econômico dentro de um estado que sempre viveu aquém da economia nacional”, ressaltou o secretario executivo da Famup.

Redação
PB Agora