Total de visualizações de página

Horario de Brasilia

PITIMBU NOTÍCIA

terça-feira, 31 de julho de 2012

Depoimento do acusado foi contraditório, diz advogado de Shaolin


Acusado de causar acidente com Shaolin não comentou o depoimento.
Acidente ocorreu há um ano e meio e humorista segue em estado de coma.

Do G1 PB
Jóbson não quis se declarar após prestar depoimento diante da juíza  (Foto: André Resende/G1)Após depoimento, Jobson e o advogado preferiram
não comentar o caso (Foto: André Resende/G1)
Terminou no fim da manhã desta terça-feira (31) a última audiência do processo de julgamento do acidente que vitimou Francisco Jozenilton Veloso, o humorista Shaolin. Na etapa de hoje, foi ouvido apenas o motorista acusado pelo Ministério Público de provocar o acidente, Jobson Clemente Benício. O depoimento durou cerca de 1h30 e aconteceu na 3ª Vara da Comarca de Sapé, na Zona da Mata paraibana.
De acordo com o advogado de defesa da família de Shaolin, o depoimento do acusado foi confuso, marcado por contradições. "Ele disse que o acidente aconteceu em uma curva, quando o laudo da PRF mostra que o acidente aconteceu em uma reta", argumentou Rodrigo Celino.
Rodrigo Celino, advogado de Shaolin, afirmou que o depoimento do acusado foi contraditório (Foto: André Resende/G1)Rodrigo Celino, advogado de Shaolin, afirmou que
depoimento do acusado foi contraditório
(Foto: André Resende/G1)
O caminhoneiro, que tem 27 anos de idade, e o advogado dele saíram da audiência sem falar com a imprensa. Durante o depoimento, a imprensa não teve acesso à sala do fórum onde o motorista foi interrogado. Apesar de o acidente ter acontecido em Campina Grande, o depoimento aconteceu em Sapé porque o acusado reside na cidade. A primeira audiência ocorreu no dia 13 de março, mas o motorista não tinha sido ouvido.
A juíza Israela Claudia Pontes Azevedo disse que realizou a audiência através de carta precatória, quando uma parte do processo acontece fora da comarca de origem. Ela disse que vai encaminhar o que foi colhido no depoimento do acusado para o juiz Vandemberg de Freitas, da 4ª Vara Criminal de Campina Grande, que é o titular do caso.
A juíza disse que agora vai dar seguimento ao processo pra saber se o juiz de Campina Grande solicitará que mais pessoas sejam ouvidas. Porém, segundo Vandemberg de Freitas, esta é a última audiência do caso. Ele explicou que a sentença pode sair em até no máximo dois meses, pois depois desta etapa há apenas espaço para as alegações finais dos advogados de acusação e de defesa. Ele disse ainda que novas diligências e perícias podem ser solicitadas se a Justiça julgar necessário, mas acredita que não será preciso, o que torna mais rápida a decisão.
G1 tentou entrar em contato com Jobson antes da audiência e conseguiu falar com a família dele. Manoel de Pontes Benício, tio do caminhoneiro, disse que está confiante no julgamento e que a família torce pela recuperação do humorista. “Tem que rezar para Shaolin ficar bom. Deus vai abençoar e ele vai ficar bom. Sobre o julgamento, o juiz é quem vai ver quem tava errado. Não estão lembrando que o carro de Shaolin estava com excesso de velocidade”, argumentou.
O laudo da Polícia Rodoviária Federal (PRF) apontou que o caminhão do homem acusado pelo MP teria invadido a pista contrária e batido no carro do humorista. O motorista deste caminhão, o jovem Jobson Clemente Benício, foi denunciado pelo Ministério Público por lesão corporal provocada por veículo automotor e omissão de socorro. Se condenado, a pena máxima para o motorista pode chegar a até quatro anos de prisão.
O humorista Shaolin (Foto:  Divulgação/TV Record)O humorista Shaolin sofreu acidente em janeiro de
2011 (Foto: Divulgação/TV Record)
Acidente
O grave acidente aconteceu no dia 18 de janeiro de 2011 na BR-230, próximo a Campina Grande. Ele seguia do distrito São José da Mata, com destino à cidade, quando um caminhão que seguia na faixa oposta teria invadido a contramão e colidido com o seu veículo. No mesmo dia, Shaolin foi socorrido e internado no Hospital de Emergência e Trauma da cidade. Pouco tempo depois foi transferido para o Hospital das Clínicas, em São Paulo, onde foi submetido a cirurgias e ficou internado por cerca de cinco meses.
Tratamento
Depois da alta, o humorista recebe tratamentos de fisioterapia, fonoaudiologia e neuropsicologia na própria casa, em Campina Grande. Segundo a família, ele apresenta certo nível de consciência e está progredindo. Shaolin permanece em coma vigil, um tipo de coma em que ele esboça reações involuntárias, segundo os especialistas. Shaolin completou 41 anos em maio deste ano. A família informou que ele está apresentando melhoras com o tratamento e que no início deste mês de julho passou a dar risadas assistindo a filmes de comédia.

Ricardo Coutinho pede sensibilidade e manda recado para a oposição: “Não podemos barrar o futuro da Paraiba”

Em pronunciamento o governador Ricardo Coutinho afirmou que mais do que nunca todas as dúvidas em relação ao empréstimo da Cagepa foram derrubadas e todo discurso que se tentou construir de que havia algum tipo de impropriedade foi derrocado. “Se alguém quer votar contra, vai votar contra porque quer, porque não quer que a Cagepa sobreviva, porque não quer ver uma empresa pública firme e forte e prestando um serviço melhor do que o que presta hoje” declarou.

Ricardo Coutinho salientou que a cada semana em que se protela a aprovação do aval do empréstimo significa um prejuízo ao povo paraibano de R$ 7 milhões de reais e que esses valores significam uma estrada de 15 km, ou quase um hospital novo que o governo está construindo no interior.

O governador disse que ninguém em sã consciência quer prejudicar o Estado e dar prejuízo ao bolso do paraibano. Coutinho ainda afirmou que o empréstimo é extremamente vantajoso. “O bom senso irá prevalecer, não é o momento de ficar brincando com o futuro da Paraíba” destacou.

Por fim o governador disse que pretende participar em vários palanques de campanhas no interior. “Vou sim, acho que isso é bom” concluiu.



Thatiane Sonally com informações de Henrique Lima 

PB Agora  

Presidente do PT, em Pitimbu, adere à candidatura de Leonardo

O presidente do Partido dos Trabalhadores (PT), no município de Pitimbu, Valdelito das Neves, mais conhecido como ‘Neguinho do PT’, passa a apoiar, a partir de agora, o candidato da coligação “Para Mudar Pitimbu” à Prefeitura local, Leonardo Barbalho (PSD), rompendo aliança com o candidato Marcos Aurélio, do PRB.

Quem dá conta da adesão é a professora Dany Pereira, que é candidata a vice na chapa encabeçada por Leonardo, pelo PHS. Para ela, a incorporação de Neguinho do PT à chapa da coligação “Para Mudar Pitimbu” oferece fibra e oxigênio à musculatura da candidatura de ‘Leo’, como é mais conhecido o candidato, em razão do prestígio popular de que desfruta o petista – sobretudo – nas comunidades rurais do município, onde exerce forte liderança política.

A candidata a vice também ressalta o fato de Neguinho do PT já haver sido secretário de Ação Social do município de Pitimbu. Segundo ela, essa fato também o levou, não faz muito tempo, a manter estreitorelacionamento de amizade com a grande maioria das comunidades mais pobres do município, através do processo de assistência social que dispensava a essa faixa da população local.



Assessoria

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Bom dia Brasil mostra novas gravações sobre as denuncias dos prefeitos Paraibanos



O Bom dia Brasil desta segunda feira (30) trouxe novas gravações revelando o

esquema que foi desvendado pelo Ministério Público da Paraíba e pela Polícia Federal.
O foco da quadrilha era o dinheiro de festas populares, como Carnaval e São João. 
Os prefeitos envolvidos tinham uma missão: fraudar contratos para que empresas de 
amigos conseguissem os serviços. Em Alhandra, o patrimônio do prefeito chamou a atenção 
da polícia. Renato Mendes declara possuir R$ 189 mil em bens. Mas as investigações mostram 
que ele tem carros importados e uma casa avaliada em R$ 1,5 milhão em um condomínio de 
luxo de João Pessoa, capital paraibana.
De acordo com as investigações, Renato também emprestava um cartão da prefeitura a uma amiga, 

ela tinha liberdade pra gastar o quanto quisesse.
Amiga: Quanto que eu posso gastar nesse cartão?
Renato Mendes: Veja aí o que você precisa e quanto é que dá e ligue pra mim.
Amiga: Mas é mais de R$ 5 mil? Não?
Renato: Pode ser.
Em outra gravação o prefeito Renato diz - Geiza! Eu não sei o que estar 

acontecendo com meu cartão, tô tentando passa novamente e não ta...
Ela responde então é porque excedeu o limite.

Vaja o vídeo completo


Prefeitos paraibanos embolsaram R$ 60 milhões com eventos superfaturados Veja o Video






São João, Carnaval, Ano Novo. Para a maioria dos brasileiros, é época de se divertir. E, para uma minoria de gente desonesta, época também de desviar dinheiro público. Prefeitos de cidades muito pobres do Nordeste são acusados de promover eventos superfaturados e botar no bolso mais de R$ 60 milhões, que deveriam ser usados pra beneficiar a população.

Uma rua de terra leva a uma empresa milionária. No papel, JC Produções é uma experiente firma de eventos. Nos últimos três anos, venceu 231 concorrências de prefeituras. Faturou R$ 3 milhões.

Também no papel, a sede é a casa da Joelma e do Seu Jorge. "Nenhuma empresa de eventos. Só essa casinha aqui, a casa do meu pai", ela conta.

O endereço deles foi usado para montar uma das empresas fantasmas envolvidas em um esquema milionário de desvio de dinheiro público. Ao todo, 27 pessoas foram presas. A quadrilha agia em 30 cidades paraibanas e em mais três estados do Nordeste.

No grupo havia até prefeitos: Francisco de Assis Melo, de Solânea, João Clemente Neto, de Sapé, e Renato Mendes, de Alhandra.

O esquema foi desvendado pelo Ministério Público da Paraíba e pela Polícia Federal. O foco da quadrilha era o dinheiro de festas populares, como Carnaval e São João. Os prefeitos envolvidos tinham uma missão: fraudar contratos para que empresas de amigos conseguissem os serviços.





"Era uma mulher, era um filho, um sobrinho, um conhecido. Essas empresas é que disputavam entre si", explica Oswaldo Trigueiro, procurador-geral de Justiça da Paraíba.

Na prática, estas empresas só existiam no papel. O endereço de todas era falso. Segundo o Ministério Público, prefeitos e empresários se uniam para combinar o valor do desvio. "Quanto é a banda? A banda é R$ 30 mil, então vamos cobrar R$ 150 mil", diz Oswaldo Trigueiro.

Algumas firmas vencedoras pareciam nem conhecer os serviços que forneciam. Chegaram a confundir autorização para soltar fogos com um documento que solta presos.

Empresário 1: Pergunta se esse cara tem alvará de soltura. Pode ser que o cabra tenha.
Empresário 2: Está certo.
Empresário 1: Eu não sei que alvará é esse, não. Deve ser de soltar fogos, não?

A Polícia Federal e o Ministério Público encontraram provas do envolvimento dos três prefeitos citados nas investigações.

Em Solânea, o filho do prefeito participava diretamente das contratações e negociava uma margem de lucro, que ficava com ele mesmo, segundo os promotores.

Vinícius Melo: "Assim, eu me surpreendi com o cachê, entendeu? Me surpreendi mesmo. E tem como a gente remanejar um pouquinho pra mais, pra ficar uma sobrinha a mais. Porque ele diz que ainda dá 10%".

Em Sapé, a polícia diz ter encontrado provas de que o pagamento para as empresas de eventos ficava com o próprio prefeito.

"O pagamento era feito ao empresário, mas o empresário imediatamente remetia esse cheque ao prefeito", diz o procurador-geral de Justiça da Paraíba.

A primeira dama de Sapé também lucrou com a festa de São João deste ano. Segundo os promotores, era ela quem vendia os camarotes montados em uma praça, em local publico. Só que o dinheiro nunca foi parar na prefeitura. Foi direto para o bolso dela.

Empresário: O camarote em cima, qual o número dele?
Helena Rafaela: O último é o 12.
Empresário: É R$ 2 mil?
Helena Rafaela: R$ 2 mil.

Pelo menos 40 camarotes foram negociados dessa forma pela primeira-dama, segundo os promotores. "Tinha até prefeito construindo casa de alto padrão, o que não era compatível com seu vencimento, com seu salário", destaca Marcelo Diniz Cordeiro, superintendente da Polícia Federal da Paraíba.

Em Alhandra, o patrimônio do prefeito chamou a atenção da polícia. Renato Mendes declara possuir R$ 189 mil em bens. Mas as investigações mostram que ele tem carros importados e uma casa avaliada em R$ 1,5 milhão em um condomínio de luxo de João Pessoa, capital paraibana.

De acordo com as investigações, Renato também emprestava um cartão da prefeitura a uma amiga, ela tinha liberdade pra gastar o quanto quisesse.

Amiga: Quanto que eu posso gastar nesse cartão?
Renato Mendes: Veja aí o que você precisa e quanto é que dá e ligue pra mim.
Amiga: Mas é mais de R$ 5 mil? Não?
Renato: Pode ser.

Os bens de todos os prefeitos envolvidos estão bloqueados pela Justiça. O esquema funcionava havia pelos menos quatro anos. Quanto mais a quadrilha atuava, mais festas aconteciam.

"A gente tem alguns eventos que são sempre muito fortes, o São João, final de ano, Carnaval, mas fora isso, começou a se ter Paixão de Cristo. Pra tudo se era pretexto pra se fazer um evento", aponta Oswaldo Tigueiro.

Festa demais para municípios tão pobres, segundo o Ministério Público. O índice de desenvolvimento humano de Alhandra, Sapé e Solânea está entre os piores do país. Foi justamente nesta região que os empresários criaram empresas fantasmas e conseguiram desviar R$ 65 milhões, dinheiro de municípios, estado e governo federal.

A empresa que mais recebeu dinheiro de prefeituras da Paraíba levou R$ 14,5 milhões. O imóvel está alugado. "É um quartinho, mas é grandinho. Tem três repartições, tem um banheiro, tem um murinho, tem tudo. Isso aí ele pagou R$ 80 por mês", afirmou o dono do local, Antonio Miguel da Silva.

Todos os investigados ganharam o direito de responder em liberdade. O Fantástico procurou os prefeitos acusados. O único que nos atendeu foi João Clemente Neto, de Sapé, que segundo a polícia, ficava com os cheques que deveriam ir para as empresas de eventos.

"O único cheque que tem é o cheque que pagamos, ou iríamos pagar a própria empresa. Os despachos que fazemos, como qualquer outro despacho que eu faço dentro da prefeitura, fora da prefeitura. Mandaram o processo para mim, para que pudesse assinar pra entregar", ele declara.

Ele também negou que a esposa ficasse com dinheiro da venda de camarotes. Os outros dois prefeitos investigados falaram por meio de advogados. Um deles diz que não houve irregularidades em Solânea, onde o filho do prefeito pedia uma "sobrinha".

"O filho sempre ajudou e sempre ajudará o pai. As provas do processo demonstram que o prefeito cumpriu todas as normas que tratam sobre o processo licitatório", defende Marcos Souto Maior Filho, advogado do prefeito de Soânea.

Edísio Souto, advogado de Renato Mendes, também negou os desvios. "Nós vamos provar que o patrimônio do prefeito é absolutamente compatível à sua renda de prefeito, até porque é prefeito há sete anos e meio. Em hipótese nenhuma ele pegou dinheiro da prefeitura e bancou essa amiga, aluguel de carro ou cartão de crédito".

O Ministério Público Estadual pediu o afastamento dos três prefeitos, o que ainda não foi julgado.

Até o fim do processo, eles não receberão repasses do governo federal, o Ministério do Turismo, que financiou parte das festas das cidades investigadas, disse que novos recursos estão suspensos. Além disso, os prefeitos podem ser obrigados a devolver o dinheiro que, segundo a investigação, foi desviado.

"A lei diz que são criminosos, e, assim, eles devem ser confrontados", avalia o superintendente da Polícia Federal da Paraíba.

Fantastico

Confusão entre grupos políticos adversários termina em pancadaria na Paraíba


Um mal entendido envolvendo o atual prefeito do município da Baía da Traição, José Alberto Dias Freire, conhecido como ‘Zé de Oscar’, e o grupo adversário terminou em pancadaria e o caso foi parar na delegacia. O fato ocorreu no último domingo (29), durante uma festa de aniversário.
Segundo informações do sargento Otávio Estevam, da 2ª CIA de Mamanguape, os partidos políticos fizeram um acordo onde os candidatos poderão realizar manifestações políticas pela cidade em dias alternados para não ocorrer confronto entre as correntes partidárias.
Ainda de acordo com a Polícia Militar, o candidato a prefeito da Baía da Traíção Serginho  Lima (DEM) estava em uma festa de aniversário de parentes quando o evento foi confundido com uma manifestação política devido à presença de centenas de pessoas.
O prefeito Zé de Oscar foi até o local acompanhado de assessores e começou a filmar o aniversário para entregar o vídeo a Justiça Eleitoral e denunciar o adversário por quebrar o acordo firmando entre os partidos.
Correligionários de Serginho Lima perceberam a presença do prefeito e foram impedir a  filmagem quando foi iniciada uma confusão generalizada. Foram murros, garrafas sendo jogadas e durante a pancadaria, o prefeito foi atingido com um golpe no rosto.
A Polícia Militar foi acionada e cinco viaturas controlaram os ânimos dos manifestantes após tiros disparados para o alto. “A gente teve que disparar tiros se não os policiais tinham sido agredidos”, comentou o sargento Estevam.
O caso foi registrado na Delegacia da Cidade de Mamanguape.

Justiça Eleitoral mantém aliança entre PSC e PSDB em João Pessoa


Decisão do juiz Fabiano Moura de Moura foi tomada nesta segunda (30).
Coligação do PT promete recorrer da decisão judicial.

Jhonathan OliveiraDo G1
O juiz Fabiano Moura de Moura, da 64ª Zona Eleitoral da Paraíba, decidiu nesta segunda-feira (30) que o PSC deve ficar na coligação do PSDB na disputa pela prefeitura de João Pessoa.Com isso o médico Ítalo Kumamoto (PSC) segue como vice do senador Cícero Lucena (PSDB) na coligação 'Por amor a João Pessoa sempre'. A polêmica em torno da composição se deu após o presidente estadual do PSC, Marcondes Gadelha, destituir a direção municipal do partido e firmar aliança com o candidato do PT, Luciano Cartaxo. A decisão ainda cabe recurso.
Marcondes entrou com um pedido de impugnação para tentar vetar a união entre Kumamoto e Cícero. O argumento foi o de que a direção municipal não tinha legitimidade para fazer a convenção que determinou a aliança com o PSDB e que uma resolução da nacional determina que as alianças nas grandes cidades tem que passar pela instância.
“Decidi que o PSC fica com a coligação 'Por amor a João Pessoa sempre' por entender que não houve intimação do presidente do PSC para sua destituição e entender que não houve ofensa À diretriz do partido”, disse Fabiano Moura de Moura. O juiz explicou também que as partes têm um prazo de três dias para impetrar recurso.
O advogado da coligação do 'Unidos por João Pessoa', encabeçada por Luciano Cartaxo, Rodrigo Farias, garantiu que vai recorrer junto ao Tribunal Regional Eleitoral. “Respeitamos a decisão judicial, mas entendemos que do ponto de vista jurídico a questão de forma equivocada. Temos uma deliberação nacional que anulou a convenção e determinou a aliança com o PT em João Pessoa”, disse. A coligação foi notificada da decisão também na manhã desta segunda-feira
.

Impugnação da candidatura de Maranhão é descartada


Impugnação da candidatura de Maranhão é descartada
disputa continuará para o candidato  a prefeitura de João Pessoa, Jose Maranhão (PMDB), foi o que definiu o juiz da 64ª Zona Eleitoral, Fabiano Moura de Moura. A interpretação dada pelo juiz considerou improcedente um pedido de impugnação contra a candidatura de José Maranhão (PMDB) apresentada pela coligação de Estelizabel Bezerra (PSB).

A candidatura do ex-governador foi questionada por ter supostamente realizado uma convenção extemporânea quando substituiu o nome do deputado Gervásio Maia (PMDB) por Tavinho Santos (PTB) como candidato a vice-prefeito.

Na decisão, o juiz Fabiano Moura de Moura entendeu que o pedido é improcedente porque não houve convenção extemporânea. “Houve a desistência de um candidato a vice, o candidato a vice pode ser substituído a qualquer tempo”, completou.

De acordo com o juiz, todas as decisões cabem recurso ao Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB). As partes têm três dias para impetrar as medidas que acharem necessárias junto à Corte.


Redação com Jornal da Paraíba  

MAIS UM: depois de PSD e do PEN, TSE é comunicado de reunião que marca início de um novo partido, o PDP


MAIS UM: depois de PSD e do PEN, TSE é comunicado de reunião que marca início de um novo partido, o PDP
MAIS UM: depois de PSD e do PEN, TSE é comunicado de reunião que marca início de um novo partido, o PDP

Começar com transparência e buscar respeitar o princípio da publicidade na forma constitucional - foi com essa finalidade que a Comissão Organizadora Nacional do novo partido político. Leia-se: Democratas Progressistas - Partido Democrata Progressista – PDP, encaminhou ofício no último dia (17), a ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha, presidenta do TribunalSuperior Eleitoral (TSE).

 A comunicação à Justiça Eleitoral foi feita através de ofício - protocolo nº. 15420/2012. O documento encontra-se na Secretaria Geral da Presidência do TSE.


 “embora não seja obrigatório porlei efetuar tal comunicação da reunião dos membros fundadores. Mesmo assim,comunicamos. Será da própria natureza dos democratas progressistas, antes de tudo, a transparência dos seus atos”. Garantiu Ronaldo Nóbrega Medeiros, membro fundador dos democratas progressistas.


 Reunião



A reunião do início do novopartido político, acontece no dia 31 de julho de 2012, às 10 horasno SRTVS Qd. 701 Sala 717 - Ed. Assis Chateubriand – Brasília. Estando na pauta- ata de fundação, estatuto e programa partidário e outros assuntos.




Indagado, o membro fundador dos democratas progressistas, Ronaldo Nóbrega. Por que a criação de um novo partido?“porque estamos convencidos de que assim procedendo, iremos fazer nossa parte para um partido no sentido de tornar mais sérias, mais confiáveis, a atuação política partidária, que há de ser muito diferente dos partidos atuais”. Disse ele.




Ele ainda disse, “um partido político, não pode ser apenas uma opção, é necessário que seja uma rede de ideias para eleitores (e garantir) a participação nas decisões. ”. Finalizou Ronaldo Nóbrega.



Registro - Democratas Progressistas


Em todo o país os democratas progressistas, terão que possuir mais de 480 mil assinaturas de apoiadores para garantir seu registro na Justiça Eleitoral, e assim participar das eleições de2014.


Redação com PDP Nacional

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Justiça Eleitoral defere 1º pedido de registro de chapa em Pitimbu

Justiça Eleitoral defere 1º pedido de registro de chapa em Pitimbu
O Juízo da 73ª Zona Eleitoral da Paraíba, com sede na cidade de Alhandra, deferiu, nesta quinta-feira (26), o pedido de registro da candidatura do contador Leonardo Barbalho (PSD) à Prefeitura de Pitimbu, no Litoral Sul.

Leonardo concorre ao pleito pela coligação intitulada de “Para Mudar Pitimbu”, a primeira e única, até este momento, a ser deferida pela Justiça Eleitoral da referida Comarca.

Segundo o coordenador de campanha do candidato, Durval Lira (PPS), ainda há pedidos de registros de outras chapas, no Juízo de Alhandra. Para ele, o deferimento do processo de registro da candidatura de Leonardo Barbalho, sem qualquer restrição, não apenas ratifica o conceito de que desfruta o candidato, no município e região, mas serve para acelerar a dinâmica de trabalho eleitoral da coligação.

Durval Lira adianta que, tanto o candidato, quanto a militância – incluindo-se, aí, todos os candidatos à Câmara Municipal -, estão no firme propósito de desenvolverem uma campanha eleitoral, em todo o curso do processo, com nível elevado de civilidade política, de forma a proceder uma rigorosa ‘radiografia’ dos problemas que persistem em afetar a vida da população, sobretudo no que tange aos serviços públicos de educação, saúde e agricultura familiar.

Todos esses problemas, segundo Durval Lira, estão fulcrados no aspecto sócio-econômico da população, com maior gravidade em setores situados na zona rural.  


Assessoria

Filhos, sobrinho e caseiro de vereador são presos acusados de assassinato na Paraíba



Foto: Internet
Vereador Zé Paulo está sendo procurado
Dois filhos, um sobrinho e o caseiro do vereador da cidade de Santa Rita, José Paulo Vitorino dos Santos (PTB), foram presos nesta sexta-feira (27), acusados de um homicídio ocorrido em 19 de julho deste ano na mesma cidade, que teve como vítima Lenilson Soares dos Santos, conhecido como ‘Pita’.O crime ocorreu nas imediações da granja do parlamentar.
Já o vereador está sendo procurado pela polícia por porte ilegal de arma, uma vez que foi encontrada em sua residência um revólver calibre 38, da marca Taurus, e uma munição do mesmo calibre.
Segundo o delegado Wagner Dorta, gerente regional da Polícia Civil na região metropolitana de João Pessoa, o parlamentar está desaparecido e a Polícia Civil está realizando rondas para localizá-lo.
A prisão do quarteto ocorreu por força de um mandado de prisão preventiva assinado pela juíza Lilian Cananea.
Estão presos na 6ª Delegacia Distrital de Santa Rita, os filhos do vereador, José Paulo Vitorino dos Santos Junior e Epitácio Vitorino dos Santos Sobrinho. Na mesma DP estão presos João Arruda de Lira Neto, sobrinho do parlamentar, e o caseiro da granja do vereador, identificado como Antônio Carlos Fernandes.
O vereador José Paulo teve a pré-candidatura a prefeito da cidade oficializada pelo PTB, fez lançamento dois meses antes do início da campanha eleitoral, mas ele desistiu de última hora de concorrer a prefeitura municipal.

CORDA BAMBA: PB Agora revela secretário de área estratégica da Paraíba que está preste a ser a nova vítima da ‘guilhotina girassol’


As nuvens não andam claras pelas bandas da secretária de Comunicação da Paraíba, tudo por conta das informações que chegam ao PB Agora da iminente queda da titular da pasta a administradora Tatiana Domiciano que segundo informações de bastidores não estaria saboreando do mesmo ‘cardápio’ do governador Ricardo Coutinho (PSB).  

PB Agora também apurou que o descontentamento do ‘mago’ com a auxiliar é tamanho, que o chefe do Executivo deixou de ‘despachar’ com a secretária, fato que só tem aumentado as especulações sobre a queda da auxiliar.  

Outra informação que chega a reportagem que após longo tempo de distanciamento de Tatiana com a classe, a gestora passou a ser vista almoçando com alguns jornalistas que gozam de prestígio junto ao ‘mago’, mesmo com a iniciativa, Domiciano vem sofrendo grande resistência dos principais 'cardeais' da imprensa 'ricardista' pois o estilo da nova secretária é extremamente divergente do praticado por Nonato Bandeira, que por ser da categoria, entendia e acatava as reivindicações do staff.  

Contra Tatiana Domiciano também pesa o desgaste sofrido pelo governador Ricardo Coutinho, principalmente em João Pessoa e Campina Grande, segundo informações de bastidores, Coutinho já havia confidenciado aos auxiliares a dificuldade de comunicação com a sociedade: "É como você colocar um pedreiro para gerenciar uma empresa, ela não entende nada!", disparou um auxiliar que pediu anonimato.  

Portanto não será surpresa, se na próxima semana o governador comunicar oficialmente o desligamento da titular da pasta. Chegou também ao conhecimento do PB Agora,  que diversos jornalistas estariam insatisfeitos com a participação do esposo da secretária que é jornalista e estaria dando 'pitacos' no estilo de administrar da secretária, centralizando as ações e impedindo o acesso dos 'companheiros' ao governador Ricardo Coutinho, fato que age de encontro aos princípios socialistas que é a: liberdade ao comandante.  

Mesmo sem ter demonstrado arrependimento em ter nomeado Tatiana Domiciano como secretária de Comunicação, Ricardo Coutinho feriu os ‘brios’ de uma categoria que mesmo não sendo unida, detesta ser desmoralizada, pois Tatiana não sabe elaborar uma nota para ser posta num jornal de grande circulação e tão pouco tem intimidade com os microfones e as câmeras de televisão.  

Em tempos de desgastes no âmbito socialista, sobrou para Tatiana a ‘pecha’ de que a culpa sempre é imposta ao titular da pasta de plantão, solução que o governador Ricardo Coutinho pretende adotar em caráter semelhante a um time de futebol que está na zona de rebaixamento: a incompetência é do treinador, jamais é do presidente do clube em crise.

portal PB Agora procurou na tarde desta sexta-feira (27), a secretária de Comunicação Tatiana Domiciano, para ouvir a sua versão sobre o episódio, porém o seu celular estava desligado


Henrique Lima 

PB Agora  

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Juiz indefere candidatura de Daniella Ribeiro (PP) por aliança com PT na PB


PT também tem candidatura própria na cidade com Alexandre Almeida.
Assessoria jurídica da candidata garantiu que vai recorrer.

Do G1 PB
Daniella Ribeiro está apta, mas vice não tem 'aptidão partidária' (Foto: Divulgação)Daniella Ribeiro está apta, mas vice não tem 'aptidão
partidária' (Foto: Divulgação)
A candidatura da deputada estadual Daniella Ribeiro (PP) à prefeitura de Campina Grande foi indeferida na tarde desta quinta-feira (26) pelo juiz Giovanni Magalhães Porto. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da 71ª Zona Eleitoral. O juiz já havia indeferido a aliança do PP com o PT, do candidato a vice Perón Japiassú (PT), e deferido o direito de o PT registrar candidatura própria à prefeitura da cidade com Alexandre Almeida (PT).

Diante da decisão, Daniella Ribeiro ainda pode recorrer ou substituir o nome de seu candidato a vice. Segundo a setença do juiz, ela é apta a ser candidata, mas o seu vice não tem aptidão partidária para se candidatar. Com isso, ele sugere que ela escolha um outro vice que pertença à mesma coligação, ou seja, do PP, PRTB, PSDC ou PPS.
A assessoria jurídica de Daniella Ribeiro informou ao G1 que vai recorrer, se necessário até o Tribunal Superior Eleitoral, para manter Perón Japiassú como vice, uma vez que eles têm o apoio dos diretórios municipal, estadual e nacional do PT. Ainda de acordo com eles, o grupo vai tentar barrar a candidatura de Alexandre Almeida, que, para eles, é ilegal.

Em nota, o presidente estadual do PT, Rodrigo Soares, reafirmou o apoio da legenda à candidatura de Daniella e a indicação de Perón Japiassu como vice na chapa. Rodrigo Soares ainda mencionou que o candidato a prefeito Alexandre Almeida nunca fez convenção em Campina Grande e “vem atuando de maneira fraudulenta e caluniosa perante o Poder Judiciário e suas instâncias”.

Pastor agride agente da Zona Azul e população tenta linchá-lo na Paraíba


Pastor teria estacionado em vaga reservada para pessoas com deficiência.
Vítima foi levada para o Hospital de Trauma de João Pessoa.

Do G1 PB
Agente da Zona Azul que foi agredido teve que ser levado para o Trauma (Foto: Walter Paparazzo/G1)Agente da Zona Azul que foi agredido teve que ser
levado para o Trauma (Foto: Walter Paparazzo/G1)
Na tarde desta quinta-feira (26), um homem de 37 anos agrediu um agente da Zona Azul no Centro de João Pessoa. Segundo informações da polícia, os dois teriam discutido porque o suspeito da agressão teria estacionado em uma vaga para deficientes físicos. A vítima foi socorrida pelo Samu e levada para o Hospital de Emergência e Trauma da capital.
O suspeito de agressão afirmou que é pastor de uma igreja no Rio de Janeiro. “Parei o carro na vaga pois minha sogra é deficiente. Como ela estava dentro de uma loja, eu não tinha a carteira para poder provar para o agente. Eu só agredi o rapaz depois que fui agredido”, disse o pastor.
A policia informou que escondeu o suspeito dentro de uma das lojas do Centro, pois a população tentou agredi-lo. Além disso, pessoas presentes no local, e que presenciaram a briga, usaram pedras para arranhar o carro do pastor, que foi detido e levado posteriormente para a 2ª Delegacia Distrital, no Centro de João Pessoa.