Total de visualizações de página

Horario de Brasilia

PITIMBU NOTÍCIA

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Prefeitura de João Pessoa divulga programação completa do carnaval


Programação foi lançada na noite desta quarta-feira (16).
Foram anunciadas as atrações dos polos carnavalescos. 

Do G1 PB

Daniela Mercury, Alceu Valença, Elba Ramalho e Gaby Amarantos são algumas das atrações do Carnaval 2013 em João Pessoa (Foto: Arte/G1)Daniela Mercury, Alceu Valença, Elba Ramalho e
Gaby Amarantos são algumas das atrações do
Carnaval 2013 da capital (Foto: Arte/G1)
A prefeitura de João Pessoa divulgou na noite desta quarta-feira (16) a programação completa do carnaval deste ano.  O projeto ‘Carnaval 2013 – João Pessoa de Todos os Ritmos’ unirá as prévias do Folia de Rua, o Carnaval Tradição e também os festejos nos bairros da cidade.
A novidade este ano são os polos de carnaval, que serão instalados nos bairros de Mandacaru, Rangel, Cruz das Armas, Valentina, Mangabeira e Conjunto Residencial Gervásio Maia. Também foram divulgados detalhes da programação dos seis polos  e a ordem do desfile das agremiações, que acontece na Avenida Duarte da Silveira.

Clique aqui para ver a programação completa do ‘Carnaval 2013 – João Pessoa de Todos os Ritmos’.
Foram investidos pela Prefeitura de João Pessoa um montante de R$ 2,1 milhões nos festejos. “O carnaval é o grande gancho para divulgarmos nossa cultura, nossa gastronomia, nossas belezas naturais, nosso povo. Este é um projeto único, que une Folia de Rua, Carnaval Tradição e blocos independentes. É a oportunidade do mundo ver a qualidade do nosso carnaval”, disse o prefeito Luciano Cartaxo.
De acordo com a organização do evento, a programação musical nos polos será diversificada com bandas de axé, forró eletrônico e samba, e acontecerá de 10 a 12 de fevereiro. Também serão incluídas duas bandas locais por noite em cada polo e apresentações de ala ursas, orquestras de frevo, tribos indígenas e baterias de escola de samba.
Ainda segundo a organização, os contratados para o Carnaval 2013 de João Pessia foram orientados para manter um repertório que evite qualquer referência pejorativa à mulher. "No contrato com as bandas está alertado o cuidado com as letras depreciativas. Orientamos para que o conteúdo venha aos poucos contribuindo para desconstruir qualquer conotação que desqualifique a mulher ou tenha tom de racismo”, observou a secretária Socorro Borges.

Auditoria vai averiguar ilegalidade em gratificações de Campina Grande


Prefeitura suspendeu pagamento de gratificações na folha de janeiro.
Segundo a prefeitura, gratificações legais voltarão em fevereiro.

Do G1 PB

A Prefeitura de Campina Grande cortou gratificações de servidores da administração municipal na  folha do mês de janeiro. Os benefícios foram suspensos para que seja feita uma auditoria onde serão apurados possíveis casos de irregularidade nos pagamentos. De acordo com coordenador de Comunicação da prefeitura, José Araújo, as gratificações que estiverem dentro da lei serão pagas de forma retroativa em fevereiro. 
O corte dos benefícios foi percebido na quarta-feira (30) quando houve o pagamento do salário dos funcionários. Segundo a prefeitura, foram suspensas, sem aviso prévio, as gratificações não incorporadas às remunerações. José Araújo disse que o trabalho de análise da folha de pagamento vinha sendo feito desde o início da gestão de Romero Rodrigues (PSDB) e como foi verificado que havia casos de possíveis irregularidades, o prefeito determinou o corte das gratificações para que haja uma análise caso a caso.
“Vamos analisar a origem das gratificações. As que estiverem dentro da legalidade serão pagas de forma retroativa com a inclusão do pagamento na folha de fevereiro”, disse o coordenador de Comunicação da prefeitura garantido que vai ser feito um 'pente fino' em toda a folha de pagamento da prefeitura.
De acordo com Araújo, já foram constatados casos de gratificações concedidas de forma irregular,  como em ano eleitoral, e também pagamentos exorbitantes. “Tem um caso de um auxiliar de serviços gerais com salário de R$ 762 que recebia só de gratificação um total de R$ 1.500. Ou seja ele estava igual a um coordenador da prefeitura”, pontuou.
O Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais do Agreste da Borborema (Sintab) questionou o corte de gratificações por parte da prefeitura. Segundo o presidente da entidade, Napoleão Maracajá, a redução foi inconstitucional atingiu servidores da Educação e desrespeitado o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração do setor. “Deve ter muita ilegalidade mesmo, mas em nome disso não se pode rasgar a lei”, disse o sindicalista.
Napoleão afirmou que foram suspensas gratificações de diretores de escolas e creches e até de vigilantes que atuam nos prédios públicos. O presidente do Sintab disse que espera até a sexta-feira (1º) para que a prefeitura reponha os benefícios dos servidores. “Se isso não acontecer vamos tomar as medidas judiciais cabíveis”, completou.
No entanto, José Araújo confirmou que houve um erro no processamento do pagamento que acabou prejudicando os diretores das escolas. O coordenador de Comunicação garantiu que foi feita uma folha suplementar que será paga nesta quinta-feira (31).

Concursos da UFCG encerram inscrições nesta sexta


Concursos da UFCG encerram inscrições nesta sexta
 Serão encerradas nesta sexta, dia 1º, na Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), as inscrições para concurso de provas e títulos destinados a seleção de quatro professores para os campi de Campina Grande e de Cuité.


Campina Grande


No campus sede da UFCG, a vaga ofertada é para graduados em Geografia com doutorado em Geografia ou em Educação. A carga horária é de 40 horas semanais, com dedicação exclusiva, e remuneração de R$ 7.627, 02.


As inscrições estão sendo realizadas na secretaria da Unidade Acadêmica de Geografia, nos horários das 08h às 12h e das 14h às 18h. A taxa de inscrição custa R$ 75. Não havendo candidatos inscritos, automaticamente serão abertas as inscrições de 04 a 08 de fevereiro para candidatos com mestrado.


Cuité


No Centro de Educação e Saúde (CES), campus de Cuité, são oferecidas três vagas para graduados em Enfermagem e em Nutrição. Exige-se ainda que os candidatos possuam mestrado. As áreas de conhecimento objeto do concurso são: Enfermagem em Cuidados Críticos e Cirúrgicos, Ciências da Nutrição e Antropologia da Nutrição e Práticas/Estágios em Saúde Coletiva. A carga horária é de 40 horas semanais, com dedicaçãoexclusiva. A remuneração é de R$ 4.442,60.


A vaga para professor da área de Enfermagem Fundamental e Gerencial, que está prevista no edital, foi cancelada por problemas no conteúdo programático proposto para as provas escrita e didática.


As inscrições das demais vagas devem ser realizadas na secretaria da Unidade Acadêmica de Saúde, do CES, campus de Cuité. O horário de atendimento é das 8h às 11h e das 14h às 17h. A taxa de inscrição custa R$ 100.


Para mais informações, acesse editais:

Cuité e retificação

Campina Grande



Ascom

Na mão do inimigo: aposentadoria ou ressurgimento de ‘cacique’ da política da PB depende dos passos de Cássio


Na mão do inimigo: aposentadoria ou ressurgimento de ‘cacique’ da política da PB depende dos passos de Cássio
NA MÃO DO INIMIGO: aposentadoria ou o ressurgimento de importante ‘coronel’ da política da PB dependerá dos passos de Cássio


A ocupação de espaços na política depende, em muitos casos, dos passos dados pelos adversários. É nesta verdadeira encruzilhada que pode ser definido o atual momento vivido pelo ex-governador José Maranhão (PMDB), que aguarda com ansiedade os passos do grupo político do governador Ricardo Coutinho (PSB) com vistas a 2014 para, só assim, poder tomar alguma decisão concreta.



Sonhando em disputar mais uma vez o mandato de senador, Zé Maranhão cruza os dedos para ver o seu algoz, Cássio Cunha Lima (PSDB), mais uma vez disputando o Palácio da Redenção. Tal articulação, no entanto, ajudaria o mestre de obras para, consequentemente, ser o companheiro de Ricardo numa chapa majoritária no próximo pleito estadual.



A conjuntura ajudaria José Maranhão pois, sem Cássio e, necessitando de bases no interior do Estado, Ricardo Coutinho acabaria procurando, como última opção, o experiente ‘coronel’ de Araruna e hoje ex-aliado para uma parceria política.



Outro fator que hoje também pesa desfavorável a Zé, diz respeito a possibilidade de manutenção da dobradinha vitoriosa de 2010, protagonizada pelos dois agentes políticos Cássio e Ricardo. Se mantida a conjuntura de 2010 também em 2014, com PSB e PSDB no mesmo palanque, Maranhão acabaria virando carta fora do jogo,visto que o líder da família Cunha Lima já externou completo descontentamento com uma possibilidade de parceria com o seu rival histórico.


Contra Maranhão, também pesa o fato de Cássio abraçar uma outra postulação ao Senado Federal, desta vez, apoiando o vice-governador Rômulo Gouveia na disputa pela vaga no Congresso Nacional.


A ‘paquera’ de Zé com o projeto de Ricardo, tem uma explicação: como deu garantias de que Veneziano (PMDB) é candidato, enfraquece a tese de uma chapa puro-sangue, pois o PMDB terá que acomodar na majoritária partidos simpatizantes à oposição na Paraíba.


 Portanto, cabe a Zé Maranhão continuar a torcer pela tese de rompimento entre Cássio e Ricardo em 2014.


Enquanto uns torcem pela união, para Zé Maranhão, o racha é o ideal, afinal de contas nunca é bom ser oposição. Cabendo a Cássio a aposentadoria, ou a valorização do ‘Barão’ de Araruna.


PB Agora

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

CONFIRA QUANTO ENTROU NOS COFRES DA PREFEITURA DE PITIMBU EM JANEIRO DE 2013


30/01/2013    SISBB - Sistema de Informações Banco do Brasil    21:21:06
PITIMBU - PB

FPM - FUNDO DE PARTICIPACAO DOS MUNICIPIOS
DATA PARCELA VALOR DISTRIBUIDO
10.01.2013 PARCELA DE IPI 98.063,38 C
PARCELA DE IR 391.999,79 C
RETENCAO PASEP 4.900,62 D
INSS - EMPRESA 103.506,00 D
INSS-PARC-ADM 2.548,23 D
DEDUCAO SAUDE 73.509,46 D
DEDUCAO FUNDEB 98.012,62 D
TOTAL: 207.586,24 C
18.01.2013 PARCELA DE IPI 56.795,54 C
PARCELA DE IR 120.059,48 C
RETENCAO PASEP 1.768,54 D
DEDUCAO SAUDE 26.528,25 D
DEDUCAO FUNDEB 35.370,99 D
TOTAL: 113.187,24 C
30.01.2013 PARCELA DE IPI 15.047,28 C
PARCELA DE IR 377.229,09 C
RETENCAO PASEP 3.922,76 D
DEDUCAO SAUDE 58.841,45 D
DEDUCAO FUNDEB 78.455,26 D
TOTAL: 251.056,90 C
TOTAIS PARCELA DE IPI 169.906,20 C
PARCELA DE IR 889.288,36 C
RETENCAO PASEP 10.591,92 D
INSS - EMPRESA 103.506,00 D
INSS-PARC-ADM 2.548,23 D
DEDUCAO SAUDE 158.879,16 D
DEDUCAO FUNDEB 211.838,87 D
DEBITO FUNDO 487.364,18 D
CREDITO FUNDO 1.059.194,56 C
FEP - FUNDO ESPECIAL DO PETROLEO
DATA PARCELA VALOR DISTRIBUIDO
17.01.2013 COTA-PARTE 14.861,23 C
RETENCAO PASEP 148,61 D
TOTAL: 14.712,62 C
TOTAIS COTA-PARTE 14.861,23 C
RETENCAO PASEP 148,61 D
DEBITO FUNDO 148,61 D
CREDITO FUNDO 14.861,23 C
ICS - ICMS ESTADUAL
DATA PARCELA VALOR DISTRIBUIDO
03.01.2013 COTA-PARTE 29.110,17 C
DEDUCAO SAUDE 4.366,52 D
DEDUCAO FUNDEB 5.822,03 D
TOTAL: 18.921,62 C
04.01.2013 COTA-PARTE 1.267,85 C
DEDUCAO SAUDE 190,17 D
DEDUCAO FUNDEB 253,57 D
TOTAL: 824,11 C
07.01.2013 COTA-PARTE 663,81 C
DEDUCAO SAUDE 99,57 D
DEDUCAO FUNDEB 132,76 D
TOTAL: 431,48 C
08.01.2013 COTA-PARTE 1.666,03 C
DEDUCAO SAUDE 249,90 D
DEDUCAO FUNDEB 333,20 D
TOTAL: 1.082,93 C
15.01.2013 COTA-PARTE 16.305,00 C
DEDUCAO SAUDE 2.445,75 D
DEDUCAO FUNDEB 3.261,00 D
TOTAL: 10.598,25 C
22.01.2013 COTA-PARTE 92.158,09 C
DEDUCAO SAUDE 13.823,71 D
DEDUCAO FUNDEB 18.431,61 D
TOTAL: 59.902,77 C
29.01.2013 COTA-PARTE 31.292,14 C
DEDUCAO SAUDE 4.693,82 D
DEDUCAO FUNDEB 6.258,42 D
TOTAL: 20.339,90 C
TOTAIS COTA-PARTE 172.463,09 C
DEDUCAO SAUDE 25.869,44 D
DEDUCAO FUNDEB 34.492,59 D
DEBITO FUNDO 60.362,03 D
CREDITO FUNDO 172.463,09 C
FUS - FUNDO SAUDE
DATA PARCELA VALOR DISTRIBUIDO
03.01.2013 REF.ICMS ESTADO 4.366,52 C
04.01.2013 REF.ICMS ESTADO 190,17 C
07.01.2013 REF.ICMS ESTADO 99,57 C
08.01.2013 REF.ICMS ESTADO 249,90 C
10.01.2013 ORIGEM FPM 73.509,46 C
15.01.2013 REF.ICMS ESTADO 2.445,75 C
18.01.2013 ORIGEM FPM 26.528,25 C
22.01.2013 REF.ICMS ESTADO 13.823,71 C
29.01.2013 REF.ICMS ESTADO 4.693,82 C
30.01.2013 ORIGEM FPM 58.841,45 C
TOTAIS ORIGEM FPM 158.879,16 C
REF.ICMS ESTADO 25.869,44 C
DEBITO FUNDO 0,00 D
CREDITO FUNDO 184.748,60 C
CID - CIDE-CONTRIB. INTERVENCAO DOMINIO ECONOMICO
DATA PARCELA VALOR DISTRIBUIDO
11.01.2013 PASEP MUNICIPIO 0,39 D
COTA-MUNICIPIO 39,95 C
TOTAL: 39,56 C
TOTAIS PASEP MUNICIPIO 0,39 D
COTA-MUNICIPIO 39,95 C
DEBITO FUNDO 0,39 D
CREDITO FUNDO 39,95 C
FUNDEB - FNDO MANUT DES EDUC BASICA E VLRIZ PROF EDUC
DATA PARCELA VALOR DISTRIBUIDO
03.01.2013 ORIGEM IPVA 534,50 C
ORIGEM ITCMD 358,19 C
ORIGEM ICMS EST 38.044,82 C
ORIGEM ICMS EST 12.688,99 C
TOTAL: 51.626,50 C
04.01.2013 ORIGEM ITCMD 36,15 C
ORIGEM ICMS EST 1.657,95 C
ORIGEM ICMS EST 552,65 C
TOTAL: 2.246,75 C
07.01.2013 ORIGEM ICMS EST 289,35 C
08.01.2013 ORIGEM IPVA 650,30 C
ORIGEM ITCMD 105,91 C
ORIGEM ICMS EST 2.100,57 C
ORIGEM ICMS EST 704,97 C
TOTAL: 3.561,75 C
10.01.2013 ORIGEM ITR 55,16 C
ORIGEM IPI-EXP 208,86 C
ORIGEM FPE 91.972,00 C
ORIGEM FPM 65.013,57 C
TOTAL: 157.249,59 C
15.01.2013 ORIGEM IPVA 1.244,67 C
ORIGEM ITCMD 107,47 C
ORIGEM ICMS EST 20.728,63 C
ORIGEM ICMS EST 6.899,40 C
TOTAL: 28.980,17 C
18.01.2013 ORIGEM ITR 1,75 C
ORIGEM IPI-EXP 120,97 C
ORIGEM FPE 33.191,05 C
ORIGEM FPM 23.462,22 C
TOTAL: 56.775,99 C
22.01.2013 ORIGEM IPVA 1.511,78 C
ORIGEM ITCMD 148,40 C
ORIGEM ICMS EST 117.287,12 C
ORIGEM ICMS EST 38.996,36 C
TOTAL: 157.943,66 C
29.01.2013 ORIGEM IPVA 1.516,27 C
ORIGEM ITCMD 90,86 C
ORIGEM ICMS EST 39.706,73 C
ORIGEM ICMS EST 13.241,15 C
TOTAL: 54.555,01 C
30.01.2013 ORIGEM IPI-EXP 32,05 C
ORIGEM FPE 73.619,98 C
ORIGEM FPM 52.040,81 C
TOTAL: 125.692,84 C
TOTAIS ORIGEM ITR 56,91 C
ORIGEM IPVA 5.457,52 C
ORIGEM ITCMD 846,98 C
ORIGEM IPI-EXP 361,88 C
ORIGEM ICMS EST 219.525,82 C
ORIGEM ICMS EST 73.372,87 C
ORIGEM FPE 198.783,03 C
ORIGEM FPM 140.516,60 C
DEBITO FUNDO 0,00 D
CREDITO FUNDO 638.921,61 C
SNA - SIMPLES NACIONAL
DATA PARCELA VALOR DISTRIBUIDO
02.01.2013 SIMPLES NACION. 10,22 C
03.01.2013 SIMPLES NACION. 5,13 C
10.01.2013 SIMPLES NACION. 5,00 C
16.01.2013 SIMPLES NACION. 146,41 C
17.01.2013 SIMPLES NACION. 44,88 C
22.01.2013 SIMPLES NACION. 5,00 C
24.01.2013 SIMPLES NACION. 20,02 C
25.01.2013 SIMPLES NACION. 22,36 C
TOTAIS SIMPLES NACION. 259,02 C
DEBITO FUNDO 0,00 D
CREDITO FUNDO 259,02 C
TOTAL DOS REPASSES NO PERIODO
  DEBITO BENEF. 547.875,21 

CREDITO BENEF. 2.070.488,06 C


2.070.488,06
- 547.875,21
RESTANDO 1.522.612,85
_____________