Total de visualizações de página

Horario de Brasilia

PITIMBU NOTÍCIA

domingo, 31 de março de 2013

Superintendente do Incra-PB assina ordem e serviço para recuperação de açude no sertão

A superintendência Regional do Incra na Paraíba autorizou o início das obras de recuperação do açude Caibeira, no assentamento da reforma agrária Tubarão, no município de São José do Bom Fim, no Sertão paraibano, a 315 quilômetros de João Pessoa. As obras estão avaliadas em R$ 160 mil e estão previstas para terminar dentro de seis meses.

A solenidade de assinatura da ordem de serviço foi realizada no assentamento pelo superintendente regional do Incra-PB, Cleofas Caju, com a presença de assentados, do secretário de agricultura do município de São José do Bom Fim, Naldinho Guedes, do gerente de desenvolvimento do Banco do Nordeste, Genival Júnior, e do ex-superintendente do Incra-PB, Lenildo Morais.


O projeto e a licitação da obra foram feitos na gestão do ex-superintendente do Incra, Lenildo Morais, e o atual gestor deu prosseguimento. Lenildo elogiou a direção do Incra pela agilidade em relação à construção do açude que irá minimizar os efeitos da seca, já que as 80 famílias de assentados irão ter água para consumo, para a irrigação da horta e para a melhoria na criação de animais caprinos, ovinos, bovinos e aves. "A água do açude irá desenvolver ainda a flora local, possibilitando aos assentados trabalhar com apicultura no assentamento, que pode ser uma boa fonte de renda", disse o ex-superintendente do Incra.

O representante do Banco do Nordeste parabenizou o Incra pela iniciativa que, segundo ele, irá possibilitar o desenvolvimento do assentamento, inclusive com possibilidade de abertura de créditos para as famílias que quiserem investir.


Segundo o superintendente do Incra-PB, Cleofas Caju, a construção do açude é a concretização de uma reivindicação antiga dos assentados. "Esse é apenas um dos exemplos de obras que o Incra está realizando para melhorar o abastecimento de água nos assentamentos", disse Caju.


*Melhoria no abastecimento de água*

O superintendente disse ainda que outros dez assentamentos, que reúnem cerca de 470 famílias, serão beneficiados com melhorias nos sistemas de abastecimento de água com obras já iniciadas, num investimento de R$ 900 mil. As obras contemplarão os assentamentos, localizados do litoral ao sertão do estado: Santa Helena, em Sapé; Teixeirinha, em Pitimbu; Mundo Novo, em São Mamede; Novo Horizonte I, em Várzea; Antônio Chaves, em Jacaraú; São Sebastião, em Catingueira; José Moreira, em Taperoá; Juazeiro I, em Olho D'Água; Margarida Maria Alves, em Pombal; e Frei Beda, em Cajazeiras.**


*Mais açudes*


Segundo Caju, outras 1,4 mil famílias serão beneficiadas diretamente com a construção de dois açudes e a recuperação de outros seis em outros assentamentos da reforma agrária. As obras estão em andamento. O investimento é de aproximadamente R$ 866 mil.

De acordo com o superintendente, o trabalho de recuperação dos açudes dos assentamentos Chico Mendes (Riachão do Poço), Irmã Dorothy Stang (Algodão de Jandaíra/Remígio), Antônio Avelino (Soledade), Maria Bonita (São Sebastião do Umbuzeiro), Tubarão (São José do Bonfim) e Frei Beda (Cajazeiras) compreende o desassoreamento das bacias hidráulicas, o fechamento de pontos de erosão e de buracos usados como tocas por animais como formigas e tatus, bem como a retirada da vegetação crescida nos vertedouros e em outras estruturas dos reservatórios. Dois assentamentos ganharão novos açudes: Rosa Luxemburgo, localizado em Algodão de Jandaíra, e Santa Rosa, no município de Barra de Santa Rosa.


Assessoria

Buega afirma que só a Transposição poderá acabar com problemas Hídricos na PB

 Buega  afirma que só a Transposição poderá acabar com problemas Hídricos na PB
 Mergulhando na história descobrimos que uma das mais ricas civilizações do mundo antigo, os egípcios, tiveram no rio Nilo sua fonte de riqueza e vida. Para eles havia uma sagrada simbiose entre o Nilo e todos os reinos vivos da terra. Nada havia na natureza que dele não dependesse. Dando saltos no tempo, e chegando ao longínquo século XXI, descobrimos que um outro rio, bem menor que Nilo, também é responsável pela ascensão econômica de centenas de pessoas.

O rio São Francisco, que poderá ser usado para matar a sede de 12 milhões de brasileiros. Principal projeto hídrico em andamento no Brasil que quando estiver pronto irá beneficiar mais de R$ 12 milhões de nordestinos, a Transposição de Águas do Rio São Francisco, é apontada por muitos como a obra do século, e redenção do Nordeste. Só muitos nordestinos estão céticos, e não acreditam que a obra será concluiía.

O presidente da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba – FIEP, Francisco Benevides Buega Gadelha, não tem dúvida que a transposição é a saída para acabar com o sofrimento do nordestino causado pela seca. Para ele, a transposição, será fundamental para acabar com a indústria da seca que alimenta milhares de políticos. Devemos insistir e pressionar os nossos parlamentares. Não consigo entender hoje em dia porque os políticos não fazem mais oposição ou não reagem contra algo que está sendo feito contra a população. O presidente Lula deixou as águas do São Francisco a vinte quilômetros de Monteiro e de lá pra cá nada mais foi feito, houve até um retrocesso com a quebra de alguns canais. Observamos que nada mais vem acontecendo” – disse Gadelha.

O Açude Boqueirão de Cabaceiras é o manancial responsável pelo abastecimento d’água de Campina Grande e mais 17 sedes de municípios com inúmeros distritos, com uma população estimada em 1.000.000 (um milhão) de habitantes, e que já está com a capacidade de acumulação reduzida em cerca de 50% e as perspectivas de chuva para os anos 2013, 2014 e 2015 são de 20% abaixo da média histórica.

O Projeto A região Nordeste possui 28% da população brasileira e apenas 3% da disponibilidade de água. O rio São Francisco apresenta 70% de toda a oferta regional. As bacias do semiárido setentrional têm uma oferta hídrica per capita bem inferior à considerada ideal pela Organização das Nações Unidas (ONU), que é de 1.500 m3/hab/ano. A disponibilidade no Nordeste Setentrional por habitante ao ano é de em média 450 m3/hab/ano.

O projeto São Francisco estabelece a interligação da bacia hidrográfica do rio São Francisco, que apresenta relativa abundância de água (1850 m³/segundo de vazão garantida pelo reservatório de Sobradinho), com bacias inseridas no Nordeste Setentrional, com água para consumo humano e animal. As bacias beneficiadas pela água do rio São Francisco serão a Brígida, Terra Nova, Pajeú, Moxotó e Bacias do Agreste, em Pernambuco; Jaguaribe e Metropolitanas, no Ceará; Apodi e Piranhas-Açu, no Rio Grande do Norte; Paraíba e Piranhas, na Paraíba.

O Projeto São Francisco vai além dos eixos Leste e Norte. Contempla diversas obras existentes ou em construção que aumentam o alcance do abastecimento de água. Entre esses empreendimentos estão a Adutora do Agreste (PE), Vertentes Litorâneas (PB) e o Eixão das Águas (CE), que já atende a região metropolitana de Fortaleza, a partir da captação d'água no açude Castanhão e receberá água do rio São Francisco do Eixo Norte.

Quando estiver pronto, a transposição beneficiará populações dos estados do Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco, mudando a face rural da região. No projeto destacam-se o aumento da garantia de oferta hídrica proporcionada pelos maiores reservatórios estaduais; redução dos conflitos existentes nas bacias dos estados; melhor distribuição espacial da água ofertada pelos açudes estaduais; e abastecimento seguro para os municípios. Serão beneficiados diretamente 391 municípios.

O projeto contempla 38 ações socioambientais, com o investimento de quase R$ 1 bilhão. Na lista, destacam-se as vilas produtivas, o abastecimento de água para populações difusas, ações de preservação da fauna e flora, apoio a comunidades indígenas e quilombolas, controle da qualidade da água e trabalhos de arqueologia.

Desde 2011, o Ministério da Integração Nacional realiza o acompanhamento das obras do Projeto de Integração do Rio São Francisco por meio de seis etapas úteis, três para cada eixo.

O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, garantiu que terminarão as obras da transposição do Rio São Francisco, serão concluídas em 2015. Segundo Fernando Bezerra, as obras envolvem 4.150 pessoas e mais 4 mil trabalhadores devem ser mobilizados até julho. O ministro informou que o eixo norte já está em fase de remobilização e espera que o eixo leste, que está em fase de término de licitação, possa ser remobilizado até agosto. — A nossa expectativa é que em 2014 a gente tenha 100 quilômetros de água no eixo leste e 100 quilômetros de água no eixo norte, e todo o empreendimento concluído até o final de 2015 — estimou Bezerra.

No eixo Leste, a captação no reservatório de Itaparica até o reservatório Areias (meta 1L), ambos em Floresta (PE). É uma meta piloto para testes do sistema de operação. Já as obras entre a saída do reservatório Areias e o reservatório Barro Branco, em Custódia (PE) (meta 2L), deverão ser concluídas no final de setembro de 2014. O trecho entre o reservatório Barro Branco e o reservatório Poções, em Monteiro (PB) (meta 3L), deverá ser finalizado em dezembro de 2014.

Já no eixo Norte, as obras de captação do rio São Francisco, no município de Cabrobó (PE), até o reservatório de Jati, em Jati (CE) (meta 1N) estão previstas para serem concluídas em setembro de 2014. O trecho entre o reservatório Jati e o reservatório Boi II, no município de Brejo Santo (CE) (meta 2N), deverá ser concluído em dezembro de 2014. As obras entre o reservatório Boi II e o reservatório Engenheiro Ávidos, no município de Cajazeiras (PB) (meta 3N), estão prevista para serem entregues em dezembro de 2015.

Com 43% de suas obras prontas, o Projeto de Integração do São Francisco deverá inaugurar uma nova política de segurança hídrica no Brasil, o que vai assegurar abastecimento não só para consumo humano, mas para o desenvolvimento socioeconômico de toda a região Nordeste. São mais de R$ 30 bilhões em investimentos.

É a maior obra estruturante do Nordeste quando estiver pronta vai mudar a face rural do Nordeste beneficiando mais de 12 milhões de nordestinos nos estados da Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará e Pernambuco.

Severino Lopes

PBAgora

quinta-feira, 28 de março de 2013

Prefeitura de Pitimbu concede aumento de 7,97% a professores

Prefeitura de Pitimbu concede aumento de 7,97% a professores
 O prefeito de Pitimbu, Leonardo Barbalho (PSD), sanciona lei ordinária, nesta quarta-feira (27), reajustando os vencimentos do magistério municipal, incluindo os supervisores de ensino, em 7,97 por cento.

O reajuste, aprovado pela Câmara de Vereadores, sem qualquer restrição, já incidirá na folha de pagamento deste mês de março, e será retroativo a janeiro último (no que se inclui, naturalmente, o mês de fevereiro, segundo informa a secretária de Educação e Cultura do município, Adelma Cristovam.

Conforme revela a secretária, o percentual de 7,97 por cento ainda não é o desejado pelo prefeito Leonardo Barbalho, que vem envidando todo esforço possível no sentido de economizar, ao máximo, para poder ir corrigindo, aos poucos e com absoluta responsabilidade gerencial, os níveis salariais, não apenas do magistério, mas de todo o funcionalismo público municipal.

Ela faz questão de enfatizar que o prefeito, nestes primeiros meses de gestão, já recebeu o Sindicato representativo dos servidores, três vezes, dialogando, não apenas acerca de salários, mas de todas as demais questões que envolvem a máquina pública municipal, visando ao aperfeiçoamento de toda a gama de serviços prestados à população. “É evidente que ele tem tratado setores como os de educação e saúde com prioridade”, ressalva Adelma Cristovam, já aferindo ligeira e positiva alteração na qualidade do ensino do município.


AScom

Litoral paraibano tem 53 praias próprias para banho no feriadão da Semana Santa; confira

 Banhistas e turistas que estiverem na Paraíba durante o feriadão da Semana Santa vão poder aproveitar 53 praias do litoral do Estado. Apenas as praias da Penha, em João Pessoa, da Guarita e de Maceió, no município de Pitimbu, devem ser evitadas.

O relatório de balneabilidade divulgado, nesta quarta-feira (27), pela Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema) tem validade até o dia 5 de abril.

Em Pitimbu, os banhistas devem respeitar a distância de 100 metros à direita e à esquerda das desembocaduras do Riacho do Engenho Velho e da Lagoa do Bernardão.

Já na Capital, os banhistas devem evitar o trecho próximo ao Rio do Cabelo. Conforme o relatório, as demais praias são consideradas adequadas para o banho e estão classificadas nas categorias excelente, muito boa e satisfatória.

Apesar de estarem classificadas como próprias para a balneabilidade, a Sudema recomenda aos banhistas que evitem os trechos de praias localizados em áreas frontais a desembocaduras de galerias de águas pluviais, principalmente se houver indício de escoamento recente.

A equipe da Coordenadoria de Medições Ambientais da Sudema divulga, uma vez por semana, a situação de balneabilidade das 56 praias do Estado, por meio de coleta de material para análise.

O monitoramento é semanal nos municípios localizados em centros urbanos com grande fluxo de banhistas: João Pessoa, Lucena e Pitimbu. Nos demais municípios do litoral paraibano, a análise é realizada mensalmente.


Secom-PB

Dom Delsom preside Missa na Diocese de CG e proclama Carta Apostólica do Ano da Fé

Dom Delsom preside Missa  na Diocese de CG e proclama Carta Apostólica do Ano da Fé
Dom Manoel Delsom preside Missa do Crisma na Diocese de CG e proclama Carta Apostólica do Ano da Fé 

O Bispo diocesano de Campina Grande Dom Manoel Delson celebrou na manhã desta Quinta-feira Santa na Catedral de Nossa Senhora da Conceição, a tradicional Missa do Crisma. Padres de toda a Diocese participaram da celebração.


Em sua homilia, Dom Delson falou da simbologia dos ungidos, fazendo referência especial ao clero. Ele disse que os padres tem dado grande contribuição para o anúncio do Evangelho de Jesus nas comunidades da cidade, sendo instrumento de paz e de amor. Tratando de forma carinhosa os padres, Dom Delson disse que eles tem desempenhado a missão com muito amor e doação, mesmo diante das dificuldades e provações. "Vocês são os ungidos de Deus, e tem anunciado o Evangelho de Jesus com o olhar do Bom Pastor" disse.


Ainda durante a homilia, Dom Delson enfatizou que quando participamos dos Sacramentos da Igreja, em especial o Batismo, o Crisma, a Unção dos Enfermos e, aos padres, a Ordenação Sacerdotal, somos consagrados a Deus, e portanto somos chamados a ser um povo sacerdotal, que ungidos, em nome do Senhor, temos a obrigação, a missão, de viver na nossa sociedade como exemplo de Deus, para a santificação do mundo.


Reproduzindo parte das palavras do Papa Francisco, o bispo disse que ser sacerdote é estar nesta relação com Deus e com o seu povo, pois assim a graça passa através dele para ser mediador entre Deus e os homens. “O óleo precioso, que unge a cabeça de Aarão, não se limita a perfumá-lo, mas se espalha e atinge a todos" disse.


A Missa do Crisma presidida por Dom Delson contou com a participação de um grande número de fiéis, sendo concelebrada pelos sacerdotes da sua diocese. Durante a celebração o Bispo fez a benção dos Santos Óleos e do Sagrado Crisma. Os Óleos, bentos neste dia, serão administrados nas comunidades por ocasião do Batismo, da Crisma, da Unção dos Enfermos e nas Ordenações Sacerdotais (presbiterais e episcopais).


Após a Homilia foi feita a Renovação das Promessas Sacerdotais e, em seguida, a Benção dos Óleos e a Consagração do Crisma. Foram colocadas à frente do altar mesas para receberem os jarros de óleo, que foram conduzidos (em procissão) por padres e animadores da crisma da Catedral.

Antes da benção final, o Bispo Dom Delson leu uma carta apóstoloca que ele escreveu fazendo referência ao Ano da Fé. A carta foi estregue pelo próprio bispo a todos os padres.


Ao final da Missa, os Óleos Consagrados foram entregues aos padres de todas as paróquias e áreas pastorais da Diocese.



Severino Lopes

PBAgora

André Gadelha faz pedido para Maranhão: O PMDB precisa acordar para mostrar que está vivo

O ex-deputado  e prefeito de Sousa, André Gadelha (PMDB) mandou um recado para o líder do seu partido, José Maranhão (PMDB) pedindo para ele acordar e fazer com que a legenda seja novamente vista pelos paraibanos, sejam políticos e eleitores da importância da sigla para a política da Paraíba.


Para o prefeito e liderança do Sertão paraibano, O PMDB tem muitos nomes e acredita que eles devem ressurgir nas eleições 2014.


 "O PMDB tem como presidente  o ex-governador José Maranhão que tem extrema experiência política e conhecedor desse Estado. Ele sabe que precisa acordar para mostrar realmente que o PMDB está vivo. Temos grandes nomes, uma bancada forte de deputados estaduais e federais, senador. Precisamos mostrar essa força que a Paraíba está esperando. Tenho certeza que quando colocarmos o bloco na rua, com certeza vão aparecer e ressurgir novas  e grandes lideranças".


PB Agora

quarta-feira, 27 de março de 2013

Treze ex-prefeitos perdem o foro privilegiado e serão julgados em suas comarcas


Tribunal de Justiça devolveu os processos depois que os ex-gestores não foram reeleitos. Agora, eles serão julgados em juízo de primeiro grau
Justiça | | Por Redação
Assessoria do TJPB
Tribunal de Justiça
Treze ex-prefeitos serão julgados em suas respectivas comarcas. Eles não foram reeleitos e perderam o foro privilegiado. Nesta quarta-feira (27), o Pleno do Tribunal de Justiça do Estado decidiu, por unanimidade, remeter às comarcas de origem as ações envolvendo esses ex-gestores. 
 
Passarão a ser julgados nas unidades judiciárias de primeiro grau, em cinco notícias crimes os ex-prefeitos Eduardo Jorge Lima de Araújo (São João do Tigre), Maria Clarice Ribeiro Borba (Pedras de Fogo), Arthur Bonfim Galdino de Araújo (Pocinhos), Inácio Roberto Lira Campos (Cacimba de Areia) e Marcel Nunes Farias (Prata).
 
Responderão por ações penais os ex-gestores Juraci Pedro Gomes (Sossêgo), Hugo Antônio Lisboa Alves (Caiçara), Flávia Serra Galdino (Piancó), Josimar Gonçalves da Costa (Olivedos).
 
O Pleno devolveu ainda processos que envolvem os ex-prefeitos Itamar Moreira Fernandes (Poço Dantas), Élson da Cunha Lima Filho (Areia), com dois processos, e José Francisco Régis (Cabedelo), com dois processos, além de um inquérito policial que tem como indiciado o ex-prefeito do município de Caturité, José Gervázio da Cruz.

Tom Cruise chega ao Brasil

Tom Cruise chega ao Brasil
Na manhã desta quarta-feira, dia 27, Tom Cruise desembarcou Aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim (Galeão), no Rio de Janeiro. A presença do astro já era aguardada há semanas, quando foi feito o anúncio oficial de que ele viria para divulgar "Oblivion", seu novo filme, em terras nacionais. O ex-marido de Katie Holmes veio da Argentina, depois de causar furor em um cinema de Buenos Aires.


Visitando o Brasil pela quarta vez, o ator deve optar por passeios diferentes das rotas turísticas tradicionais. De acordo com o portal UOL, a produtora que o traz ao Rio deve oferecer a ele um roteiro com diversas opções de bares e restaurantes badalados.


A escolha caberá ao pai de Suri, que deve aproveitar bastante a capital carioca, já que só vai embora no próximo domingo, dia 31. Além disso, o galã está solteiro, ficará hospedado no hotel Capacabana Palace e está acompanhado das atrizes Olga Kurylenko e Andrea Riseborough, que também estão no longa. Unindo tudo isso à fama, é praticamente impossível que Cruise não se divirta na visita.


POP

Atriz reclama de papel em Salve Jorge

Atriz  reclama de papel em Salve Jorge
Durante o coquetel de lançamento de seu novo livro, Lucíola, da Litteris Editora, que aconteceu na Livraria da Travessa, na noite de terça-feira (27), no Shopping Leblon, Zona Sul carioca, Vera Fischer falou sobre seu método de escrever, os flertes e a possibilidade de escrever uma novela. E, sobre algumas polêmicas envolvendo sua opinião a respeito de Irina, sua personagem em Salve Jorge.


Quanto ao lançamento, a atriz explicou que o livro conta a história de uma prostituta que vê sua vida mudar completamente a partir de uma proposta de casamento:

“São diversos personagens, me vejo falando o que muitos deles falam, claro, porque sou eu dizendo, de certa forma. Mas também tem muita coisa ridícula, das malvadas da história, então, acho que as pessoas vão gostar porque é uma história divertida, com suspense, também”, adiantou, explicando que seu método de escrever continua o mesmo.


“Ainda escrevo a lápis. Não sei nem ligar o computador e não tenho o menor interesse em aprender, pois não tenho tempo pra isso... Prefiro ler, ver um DVD a passar meu tempo em frente a um computador. Quero ter tempo para curtir o que gosto de fazer. Ainda sobre o mundo das letras, quando questionada se toparia escrever uma novela, ela entregou: Ah, quem sabe? Ainda tenho que lançar mais uns livrinhos, mas acho que poderia escrever uma novela, sim".

Vera Fischer também falou sobre sua insatisfação com a Irina, sua personagem em Salve Jorge. E sem papas na língua, ela disse que com sua experiência e história na televisão, já teve papéis muito melhores, inclusive, escritos pela própria Glória Perez:


“Meu melhor trabalho foi em Desejo, com a Glória... Mas, não foi só o meu melhor trabalho, foi o melhor da Glória, do Tarcisio, do Wolf Maia... Desejo marcou uma época”, comentou, explicando que não descarta a possibilidade de trabalhar com a autora novamente:

“Eu adoro a Glória! Já fiz inúmeros trabalhos com ela que gostei de fazer e gostaria de fazer outros, se ela lembrar de escrever um papel importante, como ela já escreveu... Algo que eu possa trabalhar meu lado atriz".


E sobre uma campanha virtual feita pelo público pedindo para que Irina se levantasse da cadeira na qual fica sentada praticamente a novela inteira, na boate, onde trabalha na Turquia, a loira não poupou:

“Estas coisas de internet, eu não entendo muito. Então, as pessoas publicam algumas coisas que eu não sei... Mas, o que eu posso dizer para a imprensa é que eu faço exatamente o que está escrito, que a Irina está sentada fazendo a contabilidade e é o que eu faço ali. Tem vezes que a Irina levanta e vai até o muquifo das traficadas, então lá vou eu... O caso é que para uma atriz como eu, com quase 40 anos de TV Globo, que fez milhares de trabalhos de qualidade, não precisava estar ali fazendo esse papel. Não precisavam me chamar para fazer a novela [Salve Jorge], porque aTotia [Meirelles] dava conta do dela e do meu. Não precisavam de mim. Poderiam colocar alguém que está começando, que precisa. É um personagem, que para mim, é quase que humilhante. Não precisava”, disse.


E, sobre as coisas do coração, a atriz, também não escondeu nada:

“Estou naquele momento de flerte. Adoro flertar e estou flertando muito (risos). Mas, não dou sinal verde de fato para ninguém. Gosto de fazer isso porque me sinto sedutora. Você com 60 anos não tem a mesma cabeça de 20 e 30. Naquela época, você dava o seu corpo e não tinha muita importância. Mas, aos 60 a coisa muda... Você vê seu corpo de outra forma... É sagrado e só pode colocar a mão nele quem realmente tem a ver. Acredito que tenha que ser dessa maneira e prefiro assim".


O fuxico

Governador comenta sobre possível candidatura de vice-governador ao Sen

Governador comenta sobre possível candidatura de vice-governador ao Senado
A possibilidade do nome do vice-governador Rômulo Gouveia (PSD) postular uma cadeira no Senado Federal em 2014 movimentou os bastidores da política paraibana desde o início desta semana, mas foi só hoje que o governador Ricardo Coutinho (PSB) foi instigado a falar sobre o assunto, no entanto decidiu responder quase que monossilabicamente.

Indagado pela repórter Adriana Bezerra, do Sistema Correio de Comunicação sobre o que teria achado da decisão do vice-governador em disputar o Senado, Ricardo simplesmente respondeu.

“Rômulo é um graaaande companheiro”, falou, prolongando a primeira sílaba da palavra grande.

Logo após a veiculação da frase, a jornalista comentou que teria sentido um tom de ironia na declaração, porém não justificou a que tipo de ironia se referiu.

Que o vice-governador Rômulo Gouveia é grande (no peso) todo mundo sabe. O que não se sabe é se Ricardo Coutinho se referiu ao peso ou a importância política de seu vice ao declarar enfaticamente que o aliado era um ‘grande’ companheiro.


PB Agora

Ruy Carneiro sai em defesa da Reforma Politica e diz que sociedade cobra um novo modelo nas relações políticas

Ruy Carneiro sai em defesa da Reforma Politica e diz que sociedade cobra um novo modelo nas relações políticas
O presidente estadual do PSDB, deputado federal Ruy Carneiro (PB), anunciou que participará ativamente dos debates e discussões em torno dos principais pontos da reforma política que deverá ser votada no Plenário da Câmara nos próximos dias 9 e 10. O assunto já foi discutido pelos líderes partidários.



Para Ruy Carneiro, a sociedade cobra uma resposta do Parlamento com relação ao tema. “A reforma política é uma bandeira que há muito tempo tramita no Congresso. Acredito que é chegada a hora de realizar as alterações substanciais no nosso modelo político, que vai desde o financiamento público de campanhas até a coincidência nas datas das eleições”, disse.



A comissão, apesar de formalmente estar em funcionamento, não se reúne desde abril do ano passado. O relator é o deputado federal Henrique Fontana (PT-RS). A Câmara vai iniciar esse debate de forma fragmentada em torno de quatro pontos principais: financiamento público exclusivo de campanhas eleitorais; coincidência de datas de eleições; fim das coligações partidárias nas eleições proporcionais; e sistema de votação misto, ou seja, no candidato e na legenda.



-Vamos iniciar esse debate ouvindo a população, conversando e construindo o consenso em torno dos pontos polêmicos. Acredito que a coincidência nas eleições, por exemplo, é o tema de maior consenso então vamos iniciar essa caminhada. É preciso mudar o modelo nas relações políticas para estimular a renovação dos partidos, defendeu Ruy Carneiro.


Assessoria

terça-feira, 26 de março de 2013

Prefeita Tatiana solicita benefícios do ‘Pacto’ para Conde

Prefeita Tatiana solicita benefícios do ‘Pacto’ para Conde
A prefeita do município paraibano de Conde, Tatiana Correa (PT do B), esteve participando do lançamento do edital do Pacto pelo Desenvolvimento da Paraíba, ontem, na Capital, com assessores, ocasião em que encaminhou, à Assessoria do governador  Ricardo Coutinho (PSB), solicitação de cinco ambulâncias, a construção de uma ponta sobre o rio Pindobal, na divisa com o município de Alhandra e calçamento de 12 ruas.

Segundo ela, o município conta, atualmente, com o serviço de oito ambulâncias, sendo três da própria frota, outras três locadas e duas do SAMU.

Esse número, para a prefeita, aparenta ser o suficiente para atender a todas as demandas, mas, na realidade, ainda deixa a desejar, posto que o Conde, por ser área praiana de grandes fluxos turísticos, é imensa e permanentemente movimentado, sobretudo na orla, o que justifica, plenamente, o encaminhamento da solicitação.

A prefeita viaja a Brasília, hoje, para tratar, a propósito da liberação de verbas federais que possam garantir maior incremento na infra-estrutura turística do município de Conde, cujo principal “point” é a praia de Jacumã.  


Assessoria

Concursos têm salários de até R$ 7.627 na Paraíba


Os salários mais altos estão na UFCG, que está com prazo de inscrição aberto até o início de abril para professor nas áreas de saúde, tecnologia e engenharia
Emprego e Educação | Por Correio da Paraíba
Reprodução
Concurso Público
Instituições públicas da Paraíba estão com inscrições abertas para concursos com salários de até R$ 7.627. Os salários mais altos estão na Universidade Federal de Campina Grande, que está com prazo de inscrição aberto até o início de abril para professor nas áreas de saúde, tecnologia e engenharia. 
A Academia de Ensino de Policia (Acadepol) está com inscrições abertas até dia 12 de abril com vagas para professores e instrutores com salários de até R$ 1.200. A inscrição é feita na sede da Acadepol, na avenida Hilton Souto Maior, Mangabeira, das 8h às 18h, ou com envio do requerimento de inscrição preenchido para o e-mail cursos.aep@ssp.pb.gov.br. O processo seletivo terá validade de 24 meses.
O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFPB) está com dois processos seletivos em andamento, sendo um com inscrições que encerram hoje. São 18 vagas com remuneração de R$ 2.714 para professor substituto com carga horária de 40 horas semanais. Além destas, há mais 10 vagas com salários de R$ 2.714 com professor substituto. As inscrições vão até dia 5 de abril. 
Na UFCG, há três processos seletivos para professor. Um desses tem inscrições até o dia 1º, com três vagas para professor adjunto do centro de engenharia elétrica e salário de R$ 7.627. Também há uma vaga com salário de R$ 7.333 no centro de ciências e tecnologia, com prazo de inscrição até dia 5. Outra vaga foi disponibilizada no centro de educação e saúde da instituição, com salário de R$ 3.594. As inscrições encerram no dia 4.

Caixa deve continuar patrocinando “O Maior São João do Mundo”


Caixa deve continuar patrocinando “O Maior São João do Mundo”
Em reunião nesta terça, 26, Cássio conversou com o diretor Executivo de Marketing da Caixa Econômica Federal para manter parceria do Bancocom a PMCG. * O senador Cássio Cunha Lima participou de uma audiência com o Diretor Executivo de Marketing e Comunicação da Caixa Econômica Federal, Clauir Luiz Santos. Em pauta, a solicitação de recursos do Banco para a realização do São João de Campina Grande. A reunião aconteceu na manhã desta terça-feira, 26, na sede da Caixa Econômica, em Brasília. Clauir disse que faz parte da política da Caixa apoiar grandes festas populares como o Maior São João do Mundo, que em 2013 completa 30 anos.

“A Caixa mantém parcerias históricas com a Paraíba tanto em obras de infraestrutura como em eventos culturais de destaque”, disse o senador durante a reunião. De acordo com Elan Ferreira, superintendente da instituição financeira na Paraíba, a parceira entre o estado e a Caixa durante as festas juninas de Campina Grande existe desde 2008. Em no máximo 20 dias, o executivo Clauir assumiu o compromisso de responder sobre qual cota de patrocínio atende melhor às pretensões do Banco.

No encontro, Cássio esteve acompanhado do prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, do vice-governador da Paraíba Rômulo Gouveia e do Secretário Executivo do Escritório de Representação Institucional do Estado da Paraíba, Professor Moacir Carneiro.

 

Assessoria   

Cantor nega que vai largar a carreira


Cantor  nega que  vai  largar a carreira
Depois de falar em um show, no último final de semana, que estava muito cansado de sua carreira e ameaçar encerrar a trajetória musical, Gusttavo Lima voltou a falar sobre o assunto nesta terça-feira (26) em sua página no Instagram. Só que, desta vez, o cantor tratou de desfazer o malentendido. Ele postou uma mensagem  para aliviar as fãs e os admiradores de seu trabalho.


“Eu deixei tudo pra traz e fui em busca dos meus sonhos e com 14 anos de carreira passei por momentos tristes e momentos alegres inesquecíveis. O meu maior sonho eu consegui, que era fazer minha música, o meu som fazer parte e virar trilha sonora da vida das pessoas. Se eu cheguei até aqui não vai ser agora que vou desistir, o sonho não pode acabar... Aos meus fãs, jamais vou deixar vocês, e aos que não gostam de Gusttavo Lima éeee, vão ter que me aturar por muitos e muitos anos, kkkk....”, escreveu o cantor.

Na legenda Gusttavo ainda colocou a seguinte frase: “Na hora que eu estou mais forte é a hora que eu estou mais fraco. Mas na hora que eu estou fraco é a hora que eu estou mais forte...”.


Durante o show no Iperó Fest, interior de São Paulo, na sexta-feira (22), Gusttavo Lima soltou a seguinte frase, deixando os fãs assustados.

“Talvez esse seja um dos últimos shows que vou fazer na minha vida. Eu já não aguento mais, eu já não suporto mais".

A assessoria de imprensa do cantor explicou que nos próximos dias o cantor deve conceder uma entrevista coletiva para esclarecer e encerrar o assunto.


O fuxico

segunda-feira, 25 de março de 2013

Governo da Paraíba anuncia que vai pagar translado de alpinista morto


Decisão foi governador após Itamaraty informar que não arcaria com custos.
Familiares informaram que translado custa cerca de R$ 20 mil.

Do G1 PB
Josenildo Correia da Silva desapareceu no monte Aconcágua desde quarta (6) (Foto: Arquivo Pessoal)Josenildo Correia da Silva desapareceu no monte
Aconcágua no dia 6 (Foto: Arquivo Pessoal)
O governo da Paraíba informou na manhã desta segunda-feira (25) que vai arcar com os custos dos translado do corpo do alpinista paraibano Josenildo Correia da Silva, encontrado no Monte Aconcágua, na Argentina, na última quarta-feira (20). Segundo familiares da vítima, o preço do transporte do corpo até a Paraíba seria de aproximadamente R$ 20 mil.
De acordo com a secretária de Comunicação da Paraíba, Estela Bezerra, a decisão do custeio do translado partiu do governador Ricardo Coutinho, após o Ministério das Relações Exteriores informar que não iria arcar com os custos do envio do corpo do alpinista a Paraíba. A Secretaria de Comunicação não informou que secretaria arcará com o custo.
No último sábado, parentes e amigos de Josenildo Correia haviam iniciado uma campanha para arrecadar dinheiro com o objetivo de custear o translado da Argentinapara a Paraíba. Segundo Claudionor Gomes, amigo da família e que acompanha a mulher do alpinista na Argentina, “ela expressou o desejo de enterrar o marido dela na Paraíba”, disse.
Entenda o caso
Josenildo desapareceu no dia 6 de março quando tentava chegar ao topo do Monte Aconcágua, com outros quatro brasileiros. O corpo do alpinista foi encontrado pela Guarda Florestal do monte por volta das 13h da quarta-feira.
A esposa de Josenildo, Alessandra Pereira, iria retornar na sexta-feira ou no sábado (23) da Argentina, para onde viajou para auxiliar nas buscas. Previsão que, segundo o amigo da família, não deve se concretizar. "Pelas informações que temos, a liberação do corpo leva mais uns três dias. Por isso, a nossa preocupação é se concentrar em levantar o dinheiro para que possamos realizar o desejo da família, que é o de enterrar o corpo de Josenildo em Guarabira", acrescentou.
Monte Aconcágua
O Aconcágua é o ponto mais alto das Américas. O pico fica localizado nos Andes argentinos, a cerca de 110 km de Mendoza. A montanha representa um desafio para os alpinistas, que têm de enfrentar o frio e a escassez de oxigênio, comum em grandes altitudes, para tentar atingir o seu pico.

Em discurso, Eduardo Campos se diz 'amigo' e 'companheiro' de Dilma


Governador de PE e presidente são possíveis adversários em 2014.
Na semana passada, ele elogiou José Serra, rival tucano da presidente.

Do G1 PE

Dilma e Eduardo inauguram trecho da obra da Adutora do Pajeú, no Sertão de PE (Foto: Roberto Stuckert Filho/PR)Dilma e Eduardo inauguram trecho da obra da Adutora do
Pajeú, no Sertão de PE (Foto: Roberto Stuckert Filho/PR)
O governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB) se disse nesta segunda (15), em Serra Talhada (PE), "companheiro" da presidente Dilma Rousseff e afirmou que o estado a recebeu "com a mesma atenção de sempre".
Campos e Dilma discursaram na  cerimônia de inauguração da primeira etapa da Adutora do Pajeú. Ambos são possíveis adversários na eleição presidencial de 2014. Na semana passada, o governador elogiou José Serra (PSDB), rival de Dilma na campanha eleitoral de 2010. Pesquisa do instituto Datafolha divulgada na última sexta, apontou a presidente com 58% das intenções de voto se a eleição fosse hoje, e Campos, com 6%, em um cenário que inclui como possíveis candidatos Marina Silva, da Rede (16%), e Aécio Neves, do PSDB (10%).
"Minha primeira palavra, presidenta, é para dizer que Pernambuco lhe recebe e acolhe com a mesma atenção de sempre, com o respeito que lhe tributamos, nesse estado que lhe recebeu e ajudou a ser presidente da República", afirmou o governador no início de seu discurso.
Ao finalizar, sua fala, Campos desejou que Dilma "volte sempre" e disse que ela tem nele um "companheiro" e um "amigo". "Presidenta, seja bem-vinda, volte sempre. Pernambuco lhe respeita. Aqui a senhora tem um governador, mas também tem um companheiro, um amigo de longa jornada. A generosidade do povo de Pernambuco jamais vai afetar a compreensão de Brasil que todos nós temos. Um grande abraço".
O governador agradeceu pelas parcerias com o governo federal, citando muitas vezes que foram iniciadas ainda no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "Tenho certeza de que as parcerias de ontem e de hoje vão na mesma direção, para construir um país mais equilibrado e justo", disse, para completar: "Nosso conjunto político não tem faltado com apoio político ao governo de vossa excelência", afirmou.
Campos citou também o avô, o ex-governador Miguel Arraes, para lembrar a luta secular do sertanejo contra a seca e as ações do seu governo contra os efeitos da estiagem.
"Estouramos as secas dos currais atrasados em Pernambuco. Tenho a alegria de ser o governador que colocou GPS nos carros-pipa para acabar com essa vergonha [de a água ser moeda para compra de votos]. Numa seca como essa não podemos dividir os brasileiros,
Ministro
O ministro da Integração, Fernando Bezerra Coelho, do PSB, mencionou em seu discurso artigo de uma colunista política de um jornal pernambucano, que afirmou que o ministro estaria "entre a cruz e a caldeirinha". Ele afirmou que não sabia se ela estava certa ou errada.
O ministro já foi citado como o candidato de Eduardo Campos ao Governo de Pernambucoem 2014. Mas também foi objeto de notícias de que deixaria o PSB rumo ao PT.
"O que sei e confio é que, ao cabo do debate que estamos testemunhando, prefiro acreditar na derivada positiva de quem ajudou a construir este momento do pais. Todos nós estamos juntos desde 1989, sonhando, lutando e pelejando. Todos aqui têm legitimidade para debater, para discutir, para que o Brasil possa ir até muito mais longe", afirmou.
No final do discurso, Bezerra Coelho se dirigiu a Dilma para dizer que "Eduardo Campos é o melhor governador que o Brasil tem" e, em seguida, elogiou a política de ações de convivência com a seca do governo federal e o apoio que recebe para gerir a pasta da Integração Nacional.
Agenda presidencial
A presidente Dilma Rousseff foi a Pernambuco para inaugurar a primeira etapa da adutora do Pajeú, equivalente a 118 km, suficientes para abastecer as cidades sertanejas de Floresta,Serra Talhada, Calumbi, Flores, Carnaíba e Afogados da Ingazeira, além do distrito de Canaã, em Triunfo.
Ainda restam 79 km para a conclusão dessa fase da obra, o que deve acontecer até o segundo semestre de 2013. No total, a adutora terá 598 km. Quando estiver 100% concluída, ela irá captar água do Rio São Francisco para atender cerca de 400 mil pessoas, em 21 cidades pernambucanas e oito paraibanas. O investimento é de R$ 547 milhões.
Dilma teria outras agendas em Pernambuco, entre elas um possível almoço com o governador Eduardo Campos, que realizou o convite. Na sexta-feira (22), no entanto, o Palácio do Planalto cancelou os outros compromissos da presidente no estado, porque ela vai comparecer a uma missa em Petrópolis, às 17h, em memória das vítimas das chuvas na região serrana do Rio de Janeiro.

Paraíba perderá R$ 496,8 milhões se Congresso não aprovar nova distribuição do FPE


Atualmente, o repasse do Fundo de Participação dos Estados é de R$ 1 bilhão, 733 milhões, 888 mil e 835
Economia | Por Hermes de Luna, com agência Senado e Ipea
Senado Federal
Plenário do Senado Federal
Um estudo divulgado nesta segunda-feira (25) pelo Insitituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea) revela que a Paraíba perderá R$ 496 milhões, 81 mil e 946 caso o Congresso Nacional não aprove, dentro do prazo estabelecido pelo STF, uma nova proposta de distribuição das parcelas do Fundo de Participação dos Estados (FPE). 

Atualmente, a Paraíba recebe de Fundo de Participação dos Estados o montante de R$ 1 bilhão, 733 milhões, 888 mil e 835. A redução no FPE significar uma queda de 1,7% do seu Produto Interno Bruto (PIB). 

Em 2010, o STF declarou inconstitucionais os coeficientes fixos de rateio contidos na Lei Complementar 62/1989 e estabeleceu o prazo de 31 de dezembro de 2012 para o Congresso Nacional elaborar uma nova norma legal. Como o prazo não foi cumprido, o ministro Lewandowski garantiu, em janeiro, um período adicional de 150 dias em que continuam valendo os critérios antigos.

A distribuição do fundo aos estados não segue mais nenhum dos critérios de população, renda per capita (inverso) e área geográfica. As proporções de repartição são as mesmas que vigoravam em 1991, permanecendo congeladas a despeito da evolução populacional e econômica dos estados brasileiros.

O estudo do Ipea ressalta que esse problema, "embora amplamente reconhecido pelos formuladores de políticas e pelo Congresso Nacional, não vinha sendo discutido seriamente, até que uma sentença do Supremo Tribunal Federal (STF) em relação a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN) no  875, de 10 de fevereiro de 2010, declarou o critério de proporções estaduais fixas inconstitucional e demandou sua reforma até 31 de dezembro de 2012". Até agora o congresso não apreciou a matéria. 

Estão previstos para esta semana, debates e votações importantes no plenário do Senado Federal, como a discussão dos novos critérios de distribuição do Fundo de Participação dos Estados. Para evitar a falta de quórum, as votações devem ser concentradas na terça-feira (26).

A votação dos novos critérios do FPE ainda depende da liberação da pauta, trancada pela Medida Provisória (MP) 586/2012, que trata do Pacto pela Alfabetização na Idade Certa. Na última terça-feira, o líder do governo, senador Eduardo Braga (PMDB-AM) anunciou que o relator da MP, senador Eduardo Amorim (PSC-SE), não teve tempo para concluir o relatório. Na sessão de quarta, Amorim disse que ainda precisava fazer ajustes no texto e pediu pelo menos mais 24 horas de prazo, o que acabou adiando a votação. Votada a MP, a pauta ficará livre para o exame do substitutivo do senador Walter Pinheiro (PT-BA) a oito projetos sobre o FPE. 

Por sugestão de parlamentares, a sessão de terça pode ser a primeira com debate temático, conforme proposta anunciada pelo presidente Renan Calheiros em fevereiro e posteriormente aprovada em plenário. Parte dos senadores sugeriu, porém, que a votação só ocorra em abril.

Com validade até 2017, os novos critérios do FPE, pela proposta de Pinheiro, devem assegurar a cada unidade federativa um piso igual aos valores atualmente distribuídos. Se houver sobra, depois de feita a distribuição com base no piso, os recursos poderão ser repartidos de acordo com dois critérios: população e inverso da renda per capita. 

O senador Luiz Henrique (PMDB-SC) vem negociando uma emenda em que acrescenta, como critério de repartição, a extensão territorial do Estado. A proposta recebeu apoio de senadores em plenário na última quinta-feira (21).

O próprio ministro Gilmar Mendes, relator do processo no STF, em sua decisão, admite que a suspensão dos repasses do fundo para os estados “representaria incomensurável prejuízo ao interesse público e à economia dos estados, uma vez que o vácuo legislativo poderia inviabilizar, por completo, as transferências de recursos”.

Prazo do STF

O senador José Sarney (PMDB-AP) lembrou que já se passaram dois meses do prazo de 150 dias garantido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) para a definição de novos critérios pelo Congresso - até lá continuam valendo os critérios antigos. Sarney defendeu o cumprimento do Regimento Interno e o início da discussão em 48 horas.

- O ministro Lewandowski [do STF], atendendo a uma solicitação do Senado Federal, estendeu esse prazo por mais cinco meses. Dois meses e meio nós já consumimos sem fazermos nada - alertou.

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) ressaltou proposta dos governadores, em reunião com parlamentares sobre o pacto federativo, para incluir as contribuições sociais na base de cálculos que compõem o fundo. Ele também pediu uma discussão "mais aprofundada" da matéria.

Exame da Ordem dos Advogados do Brasil tem o pior resultado desde a unificação da prova

Somente um em cada 10 participantes que prestaram o IX Exame de Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no início deste ano foram aprovados. O percentual de 10,3% já é o pior resultado desde que passou a ser aplicado no formato unificado, em 2010. Os números foram apresentados na última sexta-feira (22) pelo Conselho Federal da OAB.


Para o presidente  da Comissão Nacional do Exame de Ordem da OAB, Leonardo Avelino, o baixo índice de aprovação não surpreende. Segundo ele, a tendência é que o percentual sempre oscile entre 10% e 15% a cada edição do exame. Avelino sugere ainda que a explicação para os tímidos números seria a má qualidade das faculdades de Direito e até do ensino médio. — Muitos que prestam o exame não são capazes nem de interpretar com profundidade um texto. Essa é uma lacuna deixada pelo ensino médio que as faculdades não conseguem suprir porque não há tempo para isso — argumenta Avelino. O presidente da Comissão Nacional do Exame da Ordem apontou ainda medidas que poderiam reverter o quadro de baixa aprovação, como o estágio obrigatório em órgão público na graduação, além do acordo firmado entre a OAB e o Ministério da Educação (MEC) que prevê um marco regulatório para os cursos de Direito no país.  

O resultado do IX Exame de Ordem pode ser conferido pelo link da OAB. Dos 114.763 participantes que prestaram a prova desde a etapa inicial, apenas 11.820 foram até o final e vão receber a carteira de advogado. Já os 89,7% restantes não obtiveram nota suficiente para exercer a carreira. No exame anterior, realizado no ano passado, dos 118.217 inscritos para a primeira fase, 114.763 estiveram presentes e, destes, 19.134 foram aprovados na prova, ou seja, 16,67%. Comissão do Exame de Ordem já descarta possíveis recursos Mas o resultado do IX Exame não está sendo aceito pacificamente por parte dos participantes. De acordo com a estudante Lúcia Senna, que não foi aprovada este ano, há erros graves de gabarito na parte de Direito Constitucional na prova da segunda fase. Lúcia pede ainda que o MEC realize os processos seletivos junto com a OAB.  

— Uma prova dessa importância não deveria ser feita só pela OAB. O MEC deveria fiscalizar todos os exames de ordem — afirmou a estudante. De acordo com Lúcia, participantes que se sentiram prejudicados com o suposto erro de gabarito estão se mobilizando em redes sociais para tentar mudar a resposta, e alguns deles devem se reunir nesta segunda-feira (25) no centro do Rio para organizar um recurso único. A questão de Direito Constitucional versava sobre um hipotético paciente de baixo poder aquisitivo que foi mal recepcionado em um hospital público e precisaria de remoção para outra unidade que tivesse um setor de CTI, dada a urgência do estado de saúde. Os participantes teriam que dizer qual seria a medida judicial mais cabível para proteger o paciente.

Pelo gabarito da OAB, seria uma ação condenatória com propósitos de indenização e remoção para outro hospital. Já para os participantes que questionaram a resposta, o gabarito correto seria um mandado de segurança. O presidente da Comissão Nacional do Exame de Ordem da OAB, Leonardo Avelino, antecipou ao GLOBO que a tese de mandado de segurança não é cabível neste caso, e o recurso teria poucas chances de prosperar se for apresentado dessa forma. - Todos os tipos de recursos são bem-vindos, pois eles nos ajudam a aprimorar o exame. Mas nesse caso, já antecipo que o mandado de segurança não tem fundamento só por conta do argumento de urgência nos trâmites. Para dar celeridade à internação do paciente, era preciso pedir a antecipação de tutela - explicou.

Uma petição online que circula na internet já está recolhendo assinaturas de quem se sentiu prejudicado com a questão. O prazo para a apresentação de recursos do IX Exame termina às 12h desta terça-feira (26).  

G1