Total de visualizações de página

Horario de Brasilia

PITIMBU NOTÍCIA

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Preço da gasolina deve fechar o ano com aumento de 5%, prevê Banco Central

O preço da gasolina, que já subiu 2,15%, em 2013 até agosto, para o consumidor teve apresentar reajuste total de 5%, no acumulado do ano. A previsão é do Banco Central (BC), que divulgou hoje (30) o Relatório Trimestral de Inflação.

A gasolina é um dos produtos com preços administrados, que têm apresentado alta menor que a de preços livres, segundo o diretor de Política Econômica do BC, Carlos Hamilton Araújo. Mas, de acordo com o diretor, é natural que adiante haja um estreitamento dessa distância entre os produtos com preços administrados e livres.

“Na medida em que os administrados passam a subir mais e os outros diminuem, isso não é um problema. Tem que olhar o conjunto como um todo. Estamos trabalhando para que a inflação como um todo venha abaixo”, disse o diretor.


Araújo acrescentou que ainda há bastante trabalho a ser feito no combate à inflação. “A inflação está alta. Está desconfortável, como o próprio presidente [do BC, Alexandre] Tombini reconheceu. Mas isso é uma situação que pode evoluir para melhor, a depender das ações que forem tomadas ao longo do tempo”, disse.

Com a alta da inflação, neste ano, o Comitê de Política Monetária (Copom) do BC aumentou a taxa Selic em 0,25 ponto percentual, em abril, e em 0,5 ponto percentual em maio, julho e agosto. Atualmente, a taxa está em 9% ao ano. A próxima reunião do Copom será nos dias 8 e 9 de outubro. A Selic é usada para influenciar a atividade econômica, e por consequência, a inflação.



 Agência Brasil

OBRAS: Porta-voz da gestão socialista comenta ‘queda de braço’ do Governo do Estado com a PMJP


OBRAS: Porta-voz da gestão socialista comenta  ‘queda de braço’  do Governo do Estado com a PMJP
Depois dos embargos feitos pela Prefeitura Municipal de João Pessoa de duas obras do Estado, da Perimetral Sul e da área  externa do estádio Almeidão , a relação entre as duas gestões está cada vez mais complicada, principalmente por contra de outro problema que surgiu nos ultimos dias: O Trevo de Mangabeira. De acordo com a prefeitura, o terreno utilizado pelo Governo do Estado é de propriedade da Prefeitura e que será utilizado para a construção de um terminal de integração rodoviária do bairro.. Já o Governo alega que o terreno pertence a Companhia Estadual de Habitação Popular (Cehap).

A secretária de Comunicação do Estado, Estela Bezerra, pediu mais sensibilidade por parte da gestão municipal, pois a obra é de interesse da população pessoense e servirá para desafogar o trânsito da cidade.

Segundo Estela, o Governo do Estado está disposto ao dialogo com a PMJP, mas ela pede que a gestão petista respeite a necessidade da obra:

“A disponibilidade do Governo para o diálogo administrativo é permanente. A obra foi anunciada no ano passado e ela é de interesse da cidade. Ela foi licitada por duas vezes. A fazenda de Mangabeira era toda de propriedade do estado. Eu acho que o estado e a prefeitura tem a condição de chegar a um consenso onde a prefeitura respeite a necessidade da obra que foi anunciada e que já tem o recurso para tanto”, disse.

. Estela aproveitou e criticou a forma com Cartaxo vem conduzindo a questão e ainda ressaltou que o problema partiu da própria prefeitura da cidade, que segundo a secretária, tentou se apropriar de um terreno que não lhe pertencia sem dialogar com o governo:

“Então o que não precisa é embargar a obra ,mas ter uma postura mais respeitosa com a administração publica principalmente por parte da prefeitura porque quem embargou a obra e tentou se apropriar do terreno sem dialogo foi a prefeitura, e eu acho que a gente avança no sentido do interesse comum porque essa era a postura do governador Ricardo Coutinho quando era prefeito, e essa é a postura da sua equipe hoje”.


Anderson Cardoso

PB Agora



Deputado centra fogo em pretensões de aliados de Cássio Cunha Lima e defende dobradinha Agra-Veneziano


Deputado centra fogo em pretensões de aliados de Cássio Cunha Lima e defende dobradinha Agra-Veneziano
 Após informações que surgiram nas redes sociais de que Luciano Agra (PEN) seria pré-candidato a vice-governador numa possível chapa encabeçada pelo senador Cássio Cunha Lima (PSDB), o deputado Ivaldo Morais (PMDB) reagiu articulando uma outra união a do ex-prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rego (PMDB) e o ex-prefeito de João Pessoa, Luciano Agra (PEN). 


"É uma dobradinha muito forte. Nós não podemos apenas torcer, temos que fazer uma grande coligação com diversos partidos para que possamos chegar ao governo do Estado", explicou.


Não satisfeito o deputado fez um convite para Agra.


"Qualquer coligação que Agra fizer, ele vai honrar onde ele estiver".


Na opinião dele é uma dobradinha infalível composta por forças de João Pessoa e Campina Grande.


"Vené foi vereador e prefeito e fez uma excelente administração. Agra não era político, um técnico que fez grande administração em João Pessoa e são duas grandes revelações que podem contribuir para o Estado".


Vanessa de Melo com informações de Henrique Lima

PB Agora

Ricardo Coutinho adota mistério sobre filiações no PSB


Ricardo Coutinho adota mistério sobre filiações no PSB
Ricardo Coutinho adota mistério sobre filiações no PSB: “Se eu falar, os outros vêm e tomam”  

 O governador Ricardo Coutinho (PSB) prometeu, para a próxima quinta-feira (03) surpresas nos quadros do PSB para as eleições de 2014. Ementrevista a reportagem do PB Agora, nesta segunda-feira (30), o socialista disse que o partido está se preparando para o próximo pleito e estará apto para o páreo.


Indagado sobre quem seriam as surpresas que a legenda prepara, o socialista sorriu e fez mistério: “Se eu falar os outros vem e tomam”.

Conforme o governador, caso seja adiantado algum nome ou alguma negociação, as outras legendas que também estão se preparando para o pleito podem realizar contra propostas e acabar minando o ingresso das lideranças no PSB.

Ricardo participou nesse final de semana do XIV Bregareia, ao lado do governador de Pernambuco, Eduardo Campos. A dupla foi bastante aplaudida durante o evento e o pernambucano Eduardo Campos já era chamado de presidente da República pelo público que prestigiou a festa.


Márcia Dias 

PB Agora

sábado, 28 de setembro de 2013

EVENTO:VI CAMINHADA BÍBLICA EM PITIMBU - 29/09/2013!


AS 16:00 hs saindo de Pitimbu para Taquara encerrando com a Santa Missa em Taquara dia 29.09.2013

Jornal denuncia que em Pitimbu- PB está faltando água e merenda nas escolas.

PITIMBU E SUA SAGA: O povo de Pitimbu, cidade litorânea do litoral Sul do estado da Paraíba, mais uma vez saiu em página de jornal estampando a história negativa de uma cidade que deveria crescer, mas ao invés disso, os noticiários reportam uma imagem negativa do município Pitimbuense.
O jornal , de grande circulação na capital paraibana trouxe essa semana uma critica ao município de Pitimbu, em uma de suas colunas, destacando e denunciando que estudantes foram liberados por falta de merenda nas escolas e falta de água para o consumo.
O jornal JÁ destacou e fez comentários em relação ao prefeito de Pitimbu, Leonardo Barbalho, de que teria sido ele que teria ordenado que os alunos fossem liberados por conta da crise nas escolas da rede municipal de ensino.
Confira abaixo os comentários estampados na página do jornal JÁ:
[Faltando tudo: O prefeito do município de Pitimbu, Leonardo Barbalho (PSD), mandou todos os alunos irem para casa, ontem pela manhã, porque não tem água nem merenda escolar para as crianças matriculadas no colégio da comunidade de Camucim].
O que mais resta agora a este povo tão sofrido? Como reverter essa situação caótica? O que será do povo diante de tantas calamidades?
Com a resposta as autoridades e o prefeito de Pitimbu- PB.

Da redação por Arimatéia Sousa/ jornal JÁ.


RESPOSTA DA PREFEITURA SOBRE A MATÉRIA

  O Blog Pitimbu Noticia Consultamos a Secretaria de Educação e nos foi informado que adenuncias não tem fundamento, ainda nos enviaram fotos da escola Santa Elisa
com as aulas acontecendo dentro da normalidade, com água e merenda de qualidade e ainda foi constatada a perfuração de um poço artesiano pra libertar esta comunidade do problema crônico que é o abastecimento D'água desta Agrovila, segundo o prefeito Leonardo Barbalho a Oposição deveria ser mais coerente e não ficar inventando fatos para tentar sujar a imagem deste governo que trabalha para todos.
Acrescentou ainda que a Prefeitura de Pitimbu está a disposição de todo e qualquer cidadão pitimbuense sempre.





perfuração de um poço artesiano

Secom Pitimbu

Agricultura de Pitimbú é 100%.


A zona rural de Pitimbú não para de mostrar sua força. Na compra do PAA – Estadual ( Programa de Aquisição de Alimentos), realizada esta semana, foi batido mais um recorde. Ao todo os agricultores do município venderam ao programa quase 16 toneladas de alimentos: milho, macaxeira, maracujá, limão, batata doce, coco verde, coco seco, feijão verde, inhame são Tomé, Tomate e abobora, mostrando o grande potencial produtivo da agricultura em Pitimbú. O projeto funciona da seguinte forma: 1º Os agricultores do município produzem e fornecem o alimento. 2º O governo estadual compra o alimento dos agricultores com preços satisfatórios. 3º A Prefeitura Municipal de Pitimbú fica encarregada da logística de distribuição dos produtos em comunidades carentes dentro do município.  O Prefeito Leonardo Barbalho já salientou que não medirá esforços para proporcionar o perfeito andamento deste projeto e que a atual gestão tem o compromisso direto com o bem estar da população. Atualmente as entidades beneficiadas são: Rua Povo (Acaú), Alto da Bela vista (Pitimbú), Mulheres de taquara (Taquara), Marisqueiras (Acaú), Vila José Maria (Pitimbú), Aruenda da Saudade (Pitimbú), Mucuim (Acaú) e Ponta de coqueiros.


FONTE: Secretária de Agricultura

Ronaldinho se solidariza com postura de Cássio e reafirma parceria com Ricardo Coutinho



Ronaldinho se solidariza com postura de Cássio e reafirma parceria com Ricardo Coutinho
Demonstrando bastante sinceridade, o vice-prefeito de Campina Grande Ronaldinho (PSDB) minimizou as declarações do seu irmão o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) que emitiu alguns posicionamentos contrários a algumas ações da gestão estadual. Segundo Ronaldo Cunha Lima Filho a aliança com o governador Ricardo Coutinho (PSB) permanece sólida e sobre as declarações do seu irmão, existiram interpretações distorcidas por parte de alguns setores da mídia paraibana.


“Toda administração tem problemas, acertos e muitas coisas que estão funcionando muito bem, outras que nem tanto. Isso é natural. Acho que a colocação do senador Cássio foi feita de forma transparente, sincera e não há motivos para esta interpretação”, salientou o filho do poeta Ronaldo Cunha Lima.


Não satisfeito, Ronaldinho também salientou o caráter de independência, porém reafirmou a parceria política com o socialismo em âmbito estadual.


“Acredito na manutenção dessa aliança e só 2014 será o cenário para tratardesse assunto. Não vejo como rompimento. Acho que em política e na vida temos o direito de divergir”, pontuou o tucano.


FUTURO: Ronaldinho desmentiu mais uma vez informações divulgadas na mídia dando conta de uma candidatura sua em 2014 e fez questão de destacar que quer continuar com a gestão do prefeito Romero Rodrigues na Rainha da Borborema.


“Quero ser um colaborador do sucesso da gestão do prefeito Romero. Já temos muito o que comemorar, como o hospital Pedro I e o alargamento da avenida Canal. Sou candidato a receber de Campina, junto com Romero, os aplausos da cidade - e as críticas também, quando forem cabíveis. Sou um colaborador, e assim me posiciono, como vice que sou”, enumerou o irmão de Cássio Cunha Lima.


ENTENDA: Ronaldinho emitiu tal posicionamento após o senador Cássio Cunha Lima voltar a falar da sua relação com o governador Ricardo Coutinho (PSB) e admitiu “distanciamento” com o socialista por causa das diferenças entre eles.“Eu não sou igual a Ricardo Coutinho, nem Ricardo Coutinho é igual a mim. Somos diferentes no campo de estilo, no campo pessoal. Como é normal entre as pessoas. Temos também diferenças no que diz respeito à visão política”, disse o tucano durante evento de filiação de novos quadros ao PSDB em João Pessoa. Cássio avaliou que em 2010 houve uma carta proposta de compromissos e que após esses três anos é preciso reavaliar as realizações de governo, mas que isso só será feito em 2014”, disse Cássio durante encontro do PSDB em João Pessoa.


Henrique Lima

PB Agora

Ônibus capota na BR-230, em João Pessoa, deixa mais de 30 feridos e 3 mortos


Ônibus capota na BR-230, em João Pessoa, deixa mais de 30 feridos e 3 mortos
Um ônibus que vinha da cidade de Santa Rita com destino ao Distrito Industrial, em João Pessoa, capotou na manhã deste sábado na localidade conhecida com Três Lagoas, na BR-230.


No acidente, duas pessoas morreram na hora, uma faleceu a caminho dos hospital e mais 30 ficaram feridas. Entre as vítimas está uma mulher gestante que, devido ao impacto, o feto saiu sem vida.


De acordo com a Polícia Militar, o transporte apresentou um problema mecânico.


Testemunhas informaram que o eixo dianteiro soltou do ônibus e, desgovernado, o veículo bateu em poste de energia elétrica, colidindo em seguida, em um muro e capotando várias vezes.


Todas as unidades do Samu, Resgate do Corpo de Bombeiros e da Polícia Rodoviária Federal foram utilizadas no socorro aos feridos.


As vítimas do acidente foram socorridas para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, o ‘Ortotrauma de Mangabeira e para o Hospital do Povo, na cidade de Bayeux.

Redação

Cachoeira dos Índios, São João do Rio do Peixe e mais 30 cidades paraibanas têm as verbas do FNDE bloqueadas


Cachoeira dos Índios, São João do Rio do Peixe e mais 30 cidades paraibanas têm as verbas do FNDE bloqueadas
A falta de regularização com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) fez o Governo Federal bloquear recursos federais de 32 municípios paraibanos.

O FNDE é responsável pela gestão do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) e do Programa Nacional de Apoio ao Transporte do Escolar (Pnate).

Segundo dados do Ministério da Educação (MEC), os municípios que não apresentarem a prestação de contas referente a 2011 e 2012 ficarão sem receber verbas destinadas para a alimentação e transporte escolar.

Os municípios são responsáveis pela alimentação e pelo transporte escolar em suas redes. "Mesmo que não recebam o apoio financeiro do Governo Federal, precisam manter esses serviços de forma contínua", afirma o diretor de Ações Educacionais do FNDE, Rafael Torino.

Estão com recursos federais bloqueados os municípios de Livramento, Massaranduba, Montadas, Ouro Velho, Piancó, Pilões, Pitimbú, Pocinhos, Prata, Barra de Santa Rosa, Cachoeira dos Índios, Cacimba De Areia, Capim, Catingueira, Coxixola, Curral Velho, Damião, Gurjão, Imaculada, Itabaiana, Itaporanga, Juazeirinho, Juru, Puxinanã, Riachão, Santa Inês, São João do Rio do Peixe, São João do Tigre, São Sebastião Do Umbuzeiro, Serra Redonda E Tavares.

@folhadosertao
com boaventurapb

CEMITÉRIOS DE VEÍCULOS: frota de carros abandonados nos postos da PRF da Paraíba cresce e preocupa Ministério Público


CEMITÉRIOS DE VEÍCULOS: frota de carros abandonados nos postos da PRF da Paraíba cresce e preocupa Ministério Público
 Quem passa pelo posto de fiscalização da Polícia Rodoviária Federal (PRF) na BR30, saída para João Pessoa percebe. O cemitério de carros e motos usados se forma nas margens da estrada. Os veículos, a maioria em mal estado de conservação, estão expostos a chuva e ao sol, e cobertos pelo mato. O posto de Santa Terezinha em Campina Grande não é uma exceção. A mesma situação é verificada nos postos localizados em Bayeux, Café do Vento, Farinha, e São Mamede. Os pátios da PRF se transformam em sucatas com veículos enferrujados e deteriorados pela ação do tempo. Somente no posto da Farinha são mais de 300 veículos, incluindo uma carreta avaliada em mais de R$ 1OO mil, contra 200 retidos no posto de Santa Terezinha.

A quantidade de veículos abandonados nos onze postos da Polícia Rodoviária Federal na Paraíba, cresce a cada ano. Em 2009, dos 124.391 veículos fiscalizados pelo órgão, 2.111 foram retidos; este ano, já foram retidos 1.500 veículos do total dos mais de 50.000 fiscalizados nas rodovias federais do Estado. São carros e motos de várias marcas e modelos que se diferenciam também pela conservação. Segundo a legislação, os carros devem ser retirados no prazo máximo de 90 dias. Durante esse período, é obrigação da PRF guardar os veículos, porém, o tempo passa e ninguém aparece para buscá-los.

Os números são preocupantes, pois causam transtornos diretos à PRF. A expectativa é realizar um leilão com esses veículos até dezembro. Boa parte dos carros chegaram nos pátios da PRF da Paraíba depois de se envolverem em acidades ou estarem com alguma irregularidade como licenciamento atrasado. O acúmulo de veículos chamou a atenção do Ministério Público Federal (MPF) que está investigando porque os veículos demoram tanto tempo retidos. Segundo o órgão, o entorno dos postos fiscalizadores na BR-230 está tomado por veículos aparentemente abandonados. O MPF instaurou um procedimento para investigar o acúmulo de veículos sinistrados ou não nos postos, e pretende requerer o leilão dos mesmos.

Segundo a polícia, o prazo legal determinado pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB) é de 90 dias para remoção dos veículos e arrecadação do valor para reparar o montante de dívidas acumuladas relativas a multas, tributos e encargos legais.

Para o MPF, existe falta de critérios que podem vir a provocar um descaso com a saúde pública, com veículos servindo de abrigo para insetos e outros animais. O artigo 328 do CTB prevê que “os veículos apreendidos ou removidos a qualquer título e os animais não reclamados por seus proprietários, dentro do prazo de noventa dias, serão levados à hasta pública, deduzindo-se, do valor arrecadado, o montante da dívida relativa a multas, tributos e encargos legais, e o restante, se houver, depositado à conta do ex-proprietário, na forma da lei”.

Além disso, a Resolução nº 33, de 14 de agosto de 2009, expedida pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran), também dispõe sobre uniformização do procedimento para realização de hasta pública dos veículos retidos, removidos e apreendidos, a qualquer título, por órgãos e entidades componentes do Sistema Nacional de Trânsito.

Apesar de não possuir dados específicos sobre a situação de cada um dos postos, a assessoria de imprensa da PRF informou que a unidade localizada em Bayeux, na BR-230, certamente é a que tem o maior número de veículos apreendidos, devido ao fluxo registrado diariamente. O atraso no licenciamento anual é a principal causa de retenção do veículo, seguido dos acidentes e, por fim, defeito ou falta de equipamentos obrigatórios.

Segundo a assessoria da PRF, muitos proprietários simplesmente abandonam os veículos, porque o valor das taxas pendentes é superior ao valor do bem, a exemplo de uma motocicleta que vale R$ 1,5 mil, mas os tributos e demais taxas são superiores a R$ 2 mil. Cerca de 70% dos veículos retidos no ano passado já foram resgatados pelos respectivos donos.

Porém, há registros de carros abandonados desde 2001. Em relação às motocicletas, 90% das retenções são causadas pela falta de licenciamento. Os veículos, segundo a assessoria, não são levados para o pátio do Departamento Estadual de Trânsito da Paraíba (Detran-PB), por falta de espaço.

Para a PRF, essa realidade atrapalha o trabalho dos agentes. Isso porque os pátios são destinados à retenção provisória e não permanente. Há um ano, foi formada uma comissão técnica para tentar resolver o problema da superlotação nos pátios da PRF. O primeiro passo é o levantamento de todos os veículos retidos nos onze postos existentes na Paraíba.

Pátio da 3ª Cia de Policiamento de Trânsito Campina Grande está cheio de motos que foram roubadas

O pátio da 3ª Cia de Policiamento de Trânsito do BPTran sediada na cidade de Campina Grande, está cheio de motos que foram roubadas ou apreendidas, a espera que os donos apareçam. Nos casos de roubos, apenas 15% dos veículos são recuperados em Campina Grande segundo relatou o delegado Yasley Almeida. A Polícia Civil alerta da necessidade dos proprietários prestarem queixas para que as motocicletas sejam recuperadas.

Em Campina Grande, a frota abandona no pátio da Companhia de Policiamento cresceu este ano em decorrências das várias operações e blitze realizadas por vários bairros da cidade para fazer cumprir a Lei Seca. Somente em uma das operações realizada em parceria com a Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP), os policiais apreenderam um total de 94 veículos trafegando com irregularidades.

De acordo com o capitão Castro, comandante da 3ª CPTran e do coronel José Ronaldo, superintendente da STTP, a integração entre as instituições resultará em inúmeras operações, e consequentemente na diminuição do trafego de veículos e condutores irregulares.

Na Companhia de Polícia de Trânsito (CPTran) em João Pessoa, a situação é semelhante. São aproximadamente 1.300 veículos retidos no pátio localizado no bairro de Tambiá, na capital. Alguns estão no local há mais de 15 anos. As placas amarelas denunciam o tempo de permanência. O licenciamento atrasado é o motivo principal da apreensão.

Os pátios da CPTran abriga todos os veículos recolhidos na região metropolitana de João Pessoa e Campina Grande. São carros e motos recolhidos em operações do Detran, Departamento de Estradas e Rodagens (DER), CPTran e Superintendência de Transportes e Trânsito (STTrans).

Guarabira - As várias blitzs realizadas pela 2ª Companhia de Policiamento de Trânsito Urbano de Guarabira resultaram na apreensão de centenas de motos. As irregularidades variam de falta de carteira de habilitação por parte do condutor, veículos sem documento e condutores sem o capacete.

No pátio da 2ª CPTran existem atualmente 450 motocicletas esperando serem resgatadas pelos proprietários. De acordo com o tenente Wagner Batista se os donos não agilizarem o resgate, regularizando a situação das motos, a maioria deve ir a leilão. O prazo do dia da apreensão até o leilão é em torno de 90 dias, mas há veículos com mais de três anos encalhados no pátio, entre carros e motos.

A CPTran nega que exista excesso de blitzs e alega que os condutores insistem em não usar o capacete ou saem de casa sem documento, o que não é permitido. O tenente Batista fez um apelo para que os donos procurem o órgão antes que o pátio seja esvaziado.

Severino Lopes 

PBAgora

Vendas de ingressos para semifinal entre Bota-PB e Salgueiro começam neste sábado

Vendas de ingressos para semifinal entre Bota-PB e Salgueiro começam neste sábado
O preço dos ingressos para a partida de volta da semifinal do CampeonatoBrasileiro da Série D 2013 no próximo dia 6 de outubro, entre Botafogo-PB e Salgueiro-PE já foram definidos.


A diretoria fixou em R$ 60,00 para arquibancada sombra e R$ 120,00 para o setor das cadeiras. Crianças, idosos, estudantes e jovens tem direito a meia-entrada, com valores em R$ 30,00 para sombra e R$ 60,00 para cadeiras.


Os bilhetes para meia-entrada já estarão disponíveis a partir deste sábado (28), na Loja Oficial BeloMania, localizada na rua Rui Barbosa, ao lado da matriz do Posto Opção, no bairro da Torre. Serão dez mil ingressos colocados a venda.


Botafogo x Salgueiro/PE acontece no domingo (06), às 16h, no Estádio José Américo de Almeida, O Almeidão.

Redaçã

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Pitimbu Recebe Certificação do Conselho Estadual de Trânsito da Paraíba

Reunião do Conselho Estadual de Trânsito da Paraíba

Nesta terça-feira, 24 de setembro em reunião especial realizada na sede da  Secretaria de Segurança, o plenário do Conselho Estadual de Trânsito da Paraíba - CETRAN, se reuniu para apreciar o Relatório do Dr. João Furtado, Assessor Jurídico e  membro da Comissão que realizou a visita de inspeção técnica no DEMUTRAN, Órgão de Trânsito e Rodoviário de Transporte de Pitimbu no início do corrente mês.
    Apresentação do Relatório

Segundo o relator do processo de municipalização, o Município de Pitimbu, atendeu sem ressalvas todas as exigências legais, consoante o Código de Trânsito Brasileiro estando habilitado a exercer todas as atribuições municipais previstas no CTB.

Após a leitura do competente Relatório o senhor Presidente do CETRAN - PB, Dr Cláudio Lima colocou o processo em votação, sendo o mesmo aprovado por unanimidade dos conselheiros presentes.


    Segundo a Secretária do CETRAN-PB, aprovação foi por unanimidade

Agora o Município de Pitimbu receberá do CETRAN - PB o Certificado de Conformidade habilitando a cidade a se integrar ao Sistema Nacional de Trânsito.


Presidente do Conselho de Trânsito parabeniza o Prefeito Leonardo



Cisternas começam a ser distribuídas em comunidades rurais da PB

São Sebastião de Lagoa de Roça recebeu 110 cisternas.
Programa federal deve distribuir 6 mil na Paraíba.

Do G1 PB

A Paraíba começou a receber esta semana mais de seis mil cisternas de polietileno. Em comunidades rurais no município de São Sebastião de Lagoa de Roça, no Agreste do estado, foram instaladas 110 cisternas e mais de 300 famílias ainda serão contempladas. Produzidos com material mais resistente ao clima do semiárido nordestino, os reservatórios armazenam 16 mil litros de água e podem durar até 30 anos.
Os coordenadores do projeto na Paraíba estão também capacitando as famílias para o uso da água e a limpeza dos reservatórios. De acordo com o programa do Governo Federal 'Água Para Todos', pelo menos dez cidades serão beneficiadas com as novas cisternas, que guardam líquido suficiente para abastecer uma família de cinco pessoas por até nove meses.
De acordo com o gerente de operações do Governo do Estado, Jaime Silva, "a vida útil de uma cisterna de polietileno, se bem administrada pelo proprietário, é de mais de 30 anos, fazendo jus ao seu custo-benefício".
Segundo relatório da Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa) da Paraíba, os açudes Coremas, Mãe D'Água e Epitácio Pessoa, os três maiores do estado, estão em risco de colapso devido à diminuição constante em seus volumes de água. Juntos, eles abastecem mais de 40 municípios paraibanos.

Moradores deixam cidade após incêndio com fumaça tóxica

Famílias estão seguindo para cidades próximas, como Joinville e Araquari.
Até as 11h desta quarta, bombeiros trabalhavam no controle do incêndio.

Cristiano AnunciaçãoDo G1 SC

fumaça tóxica proveniente do incêndio que tomou um armazém de fertilizantes próximo a BR-280, em São Francisco do Sul, na região Norte de Santa Catarina, está deixando a população apreensiva. Segundo a Polícia Militar, alguns moradores estão deixando o município. "As pessoas estão saindo da cidade", contou o morador Paulo Roberto Alves, de 49 anos, ao G1.
Equipes do Corpo de Bombeiros Militares da região (São Francisco do Sul, Araquari, Barra do Sul, Barra Velha e Joinville, além do Comando Geral de Florianópolis e do helicóptero da PM Arcanjo) foram chamadas para auxiliar no combate ao incêndio, que começou por volta das 23h de terça-feira (24). Até as 11h desta quarta (25), as equipes trabalhavam no controle das chamas. O armazém fica dentro de um terminal de cargas no Bairro Paulas. O local e bairros circunvizinhos (Iperoba, Reta, Rocio Pequeno e Sandra Regina) precisaram ser evacuados por causa da fumaça tóxica. No local, havia cerca de 10 mil toneladas de fertilizantes.
Paulo Roberto é um dos mais de 42 mil habitantes que teve a rotina afetada pelo incidente. Sua casa fica cerca de 2 km do armazém. O morador e sua família foram no início da manhã desta quarta (25) para Joinville, a 22 km de distância, onde vai ficar na casa de parentes até que "as chamas sejam controladas". Já o morador David Feliciano da Silva, de 21 anos, foi para Araquari, a 16 km de São Francisco do Sul.
 As famílias das localidades atingidas pela fumaça foram levadas para dois abrigos: no Colégio Estadual Santa Catarina e na sede do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS). Pessoas intoxicadas foram encaminhadas para hospitais de São Francisco do Sul e Joinville. Conforme os Bombeiros Voluntários, a fumaça estava passando baixa sobre as casas.
De acordo com o coordenador regional da Defesa Civil de Santa Catarina, Antônio Edival Pereira, a orientação é que as pessoas procurem um local arejado, já que o produto contém substâncias tóxicas, como nitrato de amônia e cloreto de potássio. "Estamos trabalhando para amenizar a situação", declarou.
Mapa Incêncio São Francisco do Sul (Foto: Editoria de Arte/G1)
Bloqueio em rodovia
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) montou uma barreira no trevo de Balneário Barra do Sul, em direção a São Francisco do Sul, para orientar as pessoas a não seguirem em direção ao município por volta das 8h. A polícia informou que o tráfego está bastante intenso no sentido São Francisco do Sul-Joinville porque alguns moradores estão deixando a cidade. Até as 11h, havia formação de fila de aproximadamente 4 km.
Ventos
Segundo o meteorologista Leandro Puchalski, pela localização do fogo, a fumaça deve ir no sentido do mar e acabará passando pelas praias da cidade. O vento na região de São Francisco do Sul é na direção Oeste/Sudeste.

Lei Maria da Penha não reduziu morte de mulheres por violência, diz Ipea

Instituto divulgou dados inéditos sobre violência contra a mulher no país.
Crimes são geralmente praticados por parceiros ou ex-parceiros, diz estudo.

Rosanne D'AgostinoDo G1, em São Paulo
Gráfico  (Foto: Editoria de Arte/G1)
A Lei Maria da Penha, que entrou em vigor em 2006 para combater a violência contra a mulher, não teve impacto no número de mortes por esse tipo de agressão, segundo o estudo “Violência contra a mulher: feminicídios no Brasil”, divulgado nesta quarta-feira (24) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).
O Ipea apresentou uma nova estimativa sobre mortes de mulheres em razão de violência doméstica com base em dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde.
As taxas de mortalidade foram 5,28 por 100 mil mulheres no período 2001 a 2006 (antes da lei) e de 5,22 em 2007 a 2011 (depois da lei), diz o estudo.
Conforme o Ipea, houve apenas um “sutil decréscimo da taxa no ano 2007, imediatamente após a vigência da lei”, mas depois a taxa voltou a crescer.
O instituto estima que teriam ocorrido no país 5,82 óbitos para cada 100 mil mulheres entre 2009 e 2011. "Em média ocorrem 5.664 mortes de mulheres por causas violentas a cada ano, 472 a cada mês, 15,52 a cada dia, ou uma a cada hora e meia”, diz o estudo.
Taxas de feminicídios por 100 mil mulheres, entre 2009 e 2011
Nordeste
6,9
Centro-Oeste
6,86
Norte
6,42
Sudeste
5,14
Sul
5,08
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
O feminicídio é o homicídio da mulher por um conflito de gênero, ou seja, por ser mulher. Os crimes são geralmente praticados por homens, principalmente parceiros ou ex-parceiros, em situações de abuso familiar, ameaças ou intimidação, violência sexual, “ou situações nas quais a mulher tem menos poder ou menos recursos do que o homem”.
Perfil das vítimas
Segundo o estudo do Ipea, mulheres jovens foram as principais vítimas --31% na faixa etária de 20 a 29 anos e 23% de 30 a 39 anos.
Mais da metade dos óbitos (54%) foi de mulheres de 20 a 39 anos, e a maioria (31%) ocorreu em via pública, contra 29% em domicílio e 25% em hospital ou outro estabelecimento de saúde.
A maior parte das vítimas era negra (61%), principalmente nas regiões Nordeste (87% das mortes de mulheres), Norte (83%) e Centro-Oeste (68%). A maioria também tinha baixa escolaridade (48% das com 15 ou mais anos de idade tinham até 8 anos de estudo).
As regiões Nordeste, Centro-Oeste e Norte concentram esse tipo de morte com taxas de, respectivamente, 6,90, 6,86 e 6,42 óbitos por 100 mil mulheres. Nos estados, as maiores taxas estão no Espírito Santo (11,24), Bahia (9,08), Alagoas (8,84), Roraima (8,51) e Pernambuco (7,81). As taxas mais baixas estão no Piauí (2,71), Santa Catarina (3,28) e São Paulo (3,74).
Ao todo, 50% dos feminicídios envolveram o uso de armas de fogo e 34%, de instrumento perfurante, cortante ou contundente. Enforcamento ou sufocação foi registrado em 6% dos óbitos.
Em outros 3% das mortes foram registrados maus-tratos, agressão por meio de força corporal, força física, violência sexual, negligência, abandono e outras síndromes, como abuso sexual, crueldade mental e tortura.
“A magnitude dos feminicídios foi elevada em todas as regiões e estados. (...) Essa situação é preocupante, uma vez que os feminicídios são eventos completamente evitáveis, que abreviam as vidas de muitas mulheres jovens, causando perdas inestimáveis, além de consequências potencialmente adversas para as crianças, para as famílias e para a sociedade”, conclui o estudo.