Total de visualizações de página

Horario de Brasilia

PITIMBU NOTÍCIA

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Juíza decreta prisão preventiva de parlamentar do PSL/PB


Juíza decreta prisão preventiva de parlamentar do PSL/PB
Juíza decreta prisão preventiva de parlamentar do PSL/PB por suspeita de tráfico de armas

A juíza Maria Emília Neiva, da Vara de Entorpecentes de João Pessoa acatou a denúncia do Ministério Público e decretou a prisão preventiva do vereador Arnóbio Gomes Fernandes (PSL), também conhecido como Sargento Arnóbio. Ele é parlamentar na Câmara Municipal de Bayeux, cidade da Grande João Pessoa, e é suspeito de envolvimento com o tráfico de armas.

Com a decisão, Arnóbio Gomes Fernandes, que também é vereador eleito na cidade de Bayeux, deverá ir para um dos presídios da Capital paraibana

O vereador foi preso na Operação Esqueleto, da Polícia Civil, no início do mês de agosto, após a interceptações telefônicas, feita em 2011, época que ele ainda estava na PM, e que mostravam que ele estava envolvido em venda de armas e munições.

Á época, o parlamentar disse que iria apresentar sua defesa e provar a inocência.

“Eu sou inocente e vou provar a minha inocência. Eu nunca comercializei armas e nem munições", afirmou.

Em 2012, Arnóbio foi detido durante a Operação Esqueleto, que prendeu 42 pessoas suspeitas de envolvimento no tráfico de drogas e em homicídios na Grande João Pessoa. Segundo o delegado Cristiano Jacques, Arnóbio Gomes prestava serviços de segurança particular para sub-chefes da quadrilha de tráfico de drogas. A operação foi conjunta das polícias Civil, Militar e Rodoviária Federal.

Devido às investigações da operação, o sargento Arnóbio foi expulso da Polícia Militar em julho de 2013.

Segundo o deputado federal Luiz Couto (PT), ele também foi investigado por participar de um grupo de extermínio. O deputado foi relator, de 2003 a 2005, da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Grupos de Extermínio, que investigou a atuação dos grupos criminosos nos estados do Nordeste. Ainda de acordo com Luiz Couto, o sargento já havia sido detido em 2010 por porte ilegal de arma.


PB Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário

é um prazer em ter seu comentário em nosso blog