Total de visualizações de página

Horario de Brasilia

PITIMBU NOTÍCIA

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Prefeitura de Alhandra realiza reunião para debater a viabilidade das obras da Translitorânea no município



Com o objetivo de debater a viabilidade das obras da 2ª etapa da ampliação do sistema adutor da barragem de Cupissura, conhecida como Translitorânea, a Prefeitura de Alhandra realizou, na noite dessa terça-feira (01), uma reunião para discutir o encaminhamento da obra na cidade e criar a comissão que representará a sociedade nas próximas discussões.
Na ocasião, foi redigido um ofício que será entregue aos representantes da construtora Encalso, responsável pela obra, e da Cagepa. O encontro aconteceu no Centro Social Gilberto Valério e contou a participação do prefeito de Alhandra, Marcelo Rodrigues, de vários secretários e dos vereadores do município.
Além disso, tambem participaram da reunião representantes da Cagepa, da administração estadual e representantes da sociedade civil. A reunião teve início com a fala do prefeito de Alhandra, Marcelo Rodrigues, que falou da importância de se discutir a obra com a participação da sociedade alhandrense. “É importante que a população participe das discussões e opinem nos projetos que são de interesse comum, por isso, realizamos essa reunião onde tomaremos medidas cautelares e buscaremos respostas para os questionamentos quanto a passagem da obra Translitorânea pela principal avenida da cidade”, disse o prefeito.
Na ocasião, foi montada a comissão municipal formada por 25 membros dos diversos segmentos da sociedade civil, e dos representantes do poder executivo e legislativo da cidade. Segundo o secretário de administração de Alhandra, Severino Rufino, essa comissão será a responsável por levar as decisões da sociedade e discutir, junto com os representantes das empresas e órgãos envolvidos no projeto, o rumo das obras no município.

O secretário informou ainda que, nesta quarta-feira (2), no Centro Social Gilberto Valério, às 18h, acontecerá mais um encontro, desta vez, da comissão e os representantes da construtora Encalso e da Cagepa. “Vamos levar o ofício assinado por todos os membros exigindo um pronunciamento quanto ao desvio da obra pelos terrenos adjacentes da cidade e após essa reunião, teremos uma decisão de como ficará a situação para continuar ou paralisar a obra”, ressaltou o secretário.
Alhandra em foco

Nenhum comentário:

Postar um comentário

é um prazer em ter seu comentário em nosso blog