Total de visualizações de página

Horario de Brasilia

PITIMBU NOTÍCIA

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

"Falta de policiais em Delegacias é herança de gestões anteriores", diz Ricardo Coutinho; Confira



O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, explicou nesta terça-feira (3) que os plantões foram suspensos em duas delegacias da Grande João Pessoa porque não há policiais suficientes para manter os atendimentos.

Desde segunda-feira (2) que a 1ª e a 5ª Delegacias Distritais de Cruz das Armas, Zona Oeste da Capital, e Bayeux, na região metropolitana, não registram ocorrências entre 18h e 8h. Além disso, outras delegacias de cidades do interior do estado também passaram por alterações no funcionamento.

Ricardo lembrou que o Estado precisa respeitar a Lei de Responsabilidade Fiscal e não pode realizar concursos para contratação de forma que seja possível aumentar o número de policiais civis e militares. Ele disse ainda que cerca de 10 mil concursados já foram aprovados durante o governo dele, o maior número já registrado na Paraíba, e atribui os problemas atuais na segurança pública às gestões anteriores.

“Meu governo não produziu, mas herdou problemas. Assumi o Estado com uma folha 58% superior ao que a Lei de Responsabilidade Fiscal permite, o que é uma situação de desequilíbrio e que custa muito para que seja reorganizada”, esclareceu.

O governador da Paraíba reconheceu que as equipes policiais precisam aumentar, mas também detalhou os números de profissionais contratados durante a gestão atual e que atuam na segurança do estado. Segundo ele, “foram efetivados 920 policiais militares e outros 250 policiais civis”.

Ricardo Coutinho garantiu que a suspensão dos plantões nas duas delegacias da Grande João Pessoa é temporária e manteve o compromisso de resolver o problema para que os atendimentos sejam normalizados entre 18h e 8h. Apesar disso, ele não especificou se haverá novos concursos e em quanto tempo a situação será normalizada.

Em entrevista ao programa Correio da Manhã da Rádio 98 FM, nesta terça-feira (3), o secretário de Segurança do Estado, Cláudio Lima, também repassou a mesma informação compartilhada pelo governador Ricardo Coutinho.

O secretário reforça que se trata de uma situação temporária, mas também não esclareceu por quanto tempo essas delegacias permanecerão sem atender durante a noite a madrugada na Grande João Pessoa.

As mudanças nos atendimentos das delegacias ocorrem na Grande João Pessoa e também no interior da Paraíba.

Na região metropolitana da Capital, as ocorrências nas cidades de Bayeux, Cruz do Espírito Santo e Lucena deverão ser registradas na 6ª Delegacia, em Santa Rita. A unidade do Conde vai receber os registros que seriam feitos em Alhandra, Pitimbu, Caaporã e Pedras de Fogo. 

No Brejo paraibano, a delegacia de Sapé, a 58 km de João Pessoa, passa a concentrar as ocorrências noturnas vindas das cidades Sobrado, Riachão do Poço e Mari. 

No Vale, a delegacia de Mamanguape, a 55 km da Capital, deverá receber as ocorrências policiais daquele município e ainda das cidades de Jacaraú, Capim, Mataraca, Pedro Régis, Rio Tinto, Baia da Traição, Cuité de Mamanguape, Curral de Cima, Marcação, Itapororoca,  e Lagoa de Dentro.

@folhadosertao
com portalcorreio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

é um prazer em ter seu comentário em nosso blog