Total de visualizações de página

Horario de Brasilia

PITIMBU NOTÍCIA

sábado, 28 de dezembro de 2013

Reforma administrativa no Governo deve alterar bancadas na ALPB; veja quem sobe e quem cai


Reforma administrativa no Governo deve alterar bancadas na ALPB; veja quem sobe e quem cai
O ano de 2013 está sendo concluído com uma forte expectativa por parte dos aliados do governador Ricardo Coutinho (PSB) que deve, no inicio do próximo ano, promover uma reforma administrativa visando as eleições 2014. Informações obtidas pelo PB Agora,  dão conta que devem deixar a gestão socialista seis secretários que pretendem pleitear um cargo eletivo, são eles: Estela Bezerra (Comunicação), Ricardo Barbosa (PAC), Aracilba Rocha (Finanças), Adriano Galdino (secretário chefe de gabinete do governador), Manoel Ludgério (Desenvolvimento e Articulação Municipal) e João Bosco Carneiro Júnior (executivo de Administração Penitenciária).

As mudanças também atingirão a Assembleia Legislativa que pode ter um novo líder para o final de mandato de Ricardo Coutinho, uma vez que Hervazio Bezerra é suplente e perde a titularidade com o retorno do dono do mandato a Casa de Epitácio Pessoa, pois voltam Adriano Galdino e Manoel Ludgério, deixando o líder da bancada de situação Hervázio Bezerra e Assis Quintans sem um mandato já durante o final de 2014. Para organizar a ‘casa’, Ricardo teria que organizar duas licenças por parte de governistas, para manter com uma tribuna, o seu líder e o aliado Quintans que tem forte atuação no Cariri paraibano.

A reforma também é aguardada com expectativa por parte dos partidos políticos que esperam ampliar os espaços ou ganhar representações como o Solidariedade do deputado federal Benjamin Maranhão e o PTB do ex-senador Wilson Santiago.

Mesmo sem querem falar sobre o assunto, Ricardo terá que fazer uma verdadeira ‘engenharia’ política para atender diversos interesses que aguardam ‘afagos’ para reafirma a aliança, ou quem sabe aderir politicamente ao staff socialista.

RC COMENTA: Ricardo disse que as mudanças nas secretarias são normais, “em cargos que as pessoas que estão nele preferem deixar e saem”, destacou. Ele disse que há questões legais que fazem algumas pessoas saírem das colocações também.

O Governador disse que a chamada ‘reforma administrativa’ só ocorrerá na gestão estadual em abril. Até lá, disse ele, será feita uma avaliação da Paraíba e da atuação dos secretários, assim como aqueles que precisam se afastar porque concorrerão às eleições no próximo ano.

 2014 se inicia com fortes articulações políticas.



PB Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário

é um prazer em ter seu comentário em nosso blog