Total de visualizações de página

Horario de Brasilia

PITIMBU NOTÍCIA

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

À espera do racha: sob condicionantes, membros do PMDB abrem portas tanto para Cássio, quanto para Ricardo


À espera do racha: sob condicionantes, membros do PMDB abrem portas tanto para Cássio, quanto para Ricardo
Depois do ex-governador José Maranhão, que é presidente do PMDB da Paraíba admitir a abertura do diálogo e até mesmo uma aliança com o PSB do governador Ricardo Coutinho, agora foi à vez do presidente municipal do PMDB, Manoel Júnior também abrir as portas da legenda, porém para o PSDB de Cássio Cunha Lima.

Os dois dirigentes da sigla, todavia, só concordam em uma coisa - a cabeça de chapa para o PMDB com a candidatura do ex-prefeito Veneziano Vital do Rêgo.

Em entrevista a Rádio Caturité AM em Campina Grande, nesta quarta-feira (12), Manoel Junior afirmou que o PMDB poderá conversar com o PSDB, desde que haja um rompimento do senador Cássio Cunha Lima com o governador Ricardo Coutinho.

O dirigente enfatizou que a candidatura de Veneziano está consolidada, tem crescido a cada dia em todo o Estado Paraíba, e por isso, o PMDB está de portas abertas para conversar com os partidos de oposição “no intuito de fazer uma Paraíba mais democrática”.

“Temos um quadro de desfecho entre o governador e o senador Cássio e dependendo disso, a partir de março o PMDB fará alianças com partidos que estão no campo das oposições. Metade dos tucanos da Paraíba fazem parte da oposição. Dependendo do que ocorra da relação entre Cássio e Ricardo, os que estiverem no campo poderão conversar com o PMDB”, afirmou o parlamentar.

O deputado deixou claro ainda que a outra condição para o PMDB e o PSDB da Paraíba dividirem o mesmo palanque, é Cássio desistir de ser candidato a governador.

Já em recente entrevista, Maranhão declarara: “Daqui por diante muitas coisas podem acontecer. Dificilmente vamos abrir mão da cabeça de chapa. Mas de qualquer maneira, não podemos nos fechar para conversar com nenhum partido e se existisse essa possibilidade de uma aliança com o PSB, seria com Veneziano na cabeça de chapa”, disse José Maranhão

O cabeludo, até agora, não admite uma composição com Ricardo Coutinho, no entanto, comunga com a declaração do presidente municipal do PMDB, Manoel Júnior, em compor com o ninho tucano em caso de rachas entre cassistas e ricardistas, com o PSDB apoiando a candidatura do PMDB ao Governo do Estado.

"Jamais deixaríamos de ter candidatura própria”, disse o pré-candidato, que aproveitou para negar a existência da possibilidade do PMDB apoiar Cássio, caso o tucano seja candidato ao governo estadual.

A possível união entre peemedebistas e tucanos só existirá sob uma condição:  "Só se ele deixar de ser candidato e apoiar o nosso bloco político, aí sim, existe possibilidade para o firmamento de uma aliança”, finalizou.


Severino Lopes/ Márcia Dias

PB Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário

é um prazer em ter seu comentário em nosso blog