Total de visualizações de página

Horario de Brasilia

PITIMBU NOTÍCIA

sexta-feira, 14 de março de 2014

PPL elege novo Diretório Estadual e Chico do Sintram como presidente

Francisco de Assis Pereira (Chico do Sintram) é o novo presidente na Paraíba do Partido Pátria Livre (PPL). O sindicalista, atual presidente da Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB-PB) foi eleito no início desta semana, durante Encontro Estadual com membros da direção nacional e vereadores, que ocorreu no Auditório do Hotel JR, em João Pessoa. A posse está marcada para o dia 5 de abril, ocasião em que será homologado o dia 21 de abril, data limite onde o PPL vai tirar sua posição oficial sobre quem apoiará a Governo da Paraíba nas eleições de outubro do corrente ano.
Além de Francisco de Assis Pereira, ainda foram eleitos Enoque Feitosa, Josimar Carneiro da Silva e Juarez Pereira Marques, todos vice-presidentes; Anibal Furtado Maciel, secretário de organização; Maynara Carneiro Santos da Silva, secretária de finanças; Francisco Nazário de Oliveira, Luciano Gabriel Linhares, Jeferson Cândido de Farias, José Antônio Higino Pereira e Lucivaldo da Silva Caetano, secretários especiais; e Ramayanna Queiroz Soares, secretária da juventude.
O novo Diretório Estadual do PPL é formado por membros de vários municípios do Estado e tem em sua conjuntura pessoas de grande influência na política paraibana, com destaques para o  professor da Universidade Federal da Paraíba, Enoque Feitosa; o vereador da cidade de Caaporã, Francisco Nazário de Oliveira; Juarez Pereira Marques, presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Comércio Ambulante de João Pessoa; Anibal Furtado Maciel, vereador por dois mandatos na cidade Boqueirão; Jeferson Cândido de Farias, vereador em Guarabira, dentre outros.
O Partido da Pátria Livre está em crescimento na Paraíba, apesar de ter sido criado no ano de 2009. Atualmente possui 12 vereadores no Estado. O PPL surgiu dos movimentos sociais, tais como sindicatos, associações comunitárias e movimento estudantil. O partido tem uma ideologia voltada para o segmento da sociedade menos favorecida. Dentro do seu projeto, defende novos quadros na política nacional e a construção de um país mais justo, defendendo suas riquezas nacionais, contra o capitalismo estrangeiro, dentre eles o petróleo.
Assessoria 

Um comentário:

  1. O PPL na Paraíba surgiu única e exclusivamente, por causa da Força de Vontade do meu vizinho daqui da frente de casa, por causa de Eugênio Falcão. Não teve nada de movimentos sociais, é mentiraaaaaa!
    Foi uma luta muito grande para conseguir as assinaturas, sempre contavam-me tudo como foi duro e árduo esse processo. Por fim Eugênio renunciou a presidência estadual, por entre outras coisas, ele sempre foi contra a exigência de pagamento de mensalidade dos filiados do partido ao diretório nacional. O que Eugênio fez para o PPL existir na Paraíba, não foi brincadeira, não foi fácil. Sempre foi uma luta diária. Depois a direção nacional do PPL disse que não era mais necessário pagar mensalidade nenhuma, mas chateado, Eugênio Falcão decidiu largar o partido. Sinceramente, acho que ele deve ter ficado ofendido, e provavelmente isso já vinha acontecendo há um bom tempo.

    ResponderExcluir

é um prazer em ter seu comentário em nosso blog