Total de visualizações de página

Horario de Brasilia

PITIMBU NOTÍCIA

sexta-feira, 11 de abril de 2014

INDIGNADO – SAMUKA DUARTE ACUSA PRESIDENTE DE CÂMARA DE ALHANDRA DE LHE OFERECER DINHEIRO, FAZ DURAS CRÍTICAS A OUTRO VEREADOR E ENVOLVE ATÉ O DEPUTADO BRANCO


No seu programa matutino da Rádio Correio da Paraíba FM (98.3) da última quinta-feira (10.4.2014), o prestigiado jornalista Samuka Duarte fez duras críticas ao vereador Alberto Vasconcelos Nunes popularmente conhecido por Beto Januário além de uma grave acusação ao presidente Daniel Miguel ambos, da Câmara Municipal de Alhandra.

ENTENDA O CASO

Tudo começou quando, na última segunda-feira o prefeito de Alhandra Marcelo Rodrigues foi entrevistado no programa de Samuka Duarte e, no meio da entrevista, alguns vereadores pediram para também participar. No dia seguinte os vereadores foram à Rádio Correio sem serem convidados, conforme afirmou o jornalista Samuka Duarte, e participaram democraticamente do programa onde fazerem duras críticas ao prefeito de Alhandra Marcelo Rodrigues.

Porém, o que deixou o jornalista Samuka Duarte indignado foi quanto ele tomou conhecimento de que o vereador Beto Januário teria falado mal do programa de rádio dirigido por Samuka Duarte, quando o vereador proferia o seu pronunciamento na tribuna da Câmara Municipal de Alhandra, na sessão realizada na manhã da última quarta-feira (9.4.2014).

Indignado, o jornalista Samuka Duarte disse no ar:

“O vereador Alberto não aprendeu aquilo que o seu pai e a sua mãe lhe ensinou! Ele aprendeu a ser traidor”.
“Vereador traidor”.
“Esteve no programa, falou no programa, usou o programa e vai para a tribuna falar mal do programa”.
“Você está sendo o grande covarde”.
“Grande traidor”.
“Você é subserviente ao deputado branco”.
“Você faz o que o Deputado Branco manda”.
“Falando mal do programa, para suspeitar da nossa idoneidade”.
“Beto você devia ter vergonha na cara, devia deixar esse espírito subserviente e de traidor que envergonha a você e à sua família, envergonha a Câmara,  vereador Alberto é uma vergonha”.
“Você tem que honrar a sua dignidade, tem que honrar, tem que ser um cara honesto, você veio aqui, usou o programa e depois vai para a tribuna e fala mal do programa”.
“Alberto Vasconcelos Nunes, eu dou o nome todinho aqui. Aqui não tem batida de pino não Alberto, isso é feio para você, deixe de ser subserviente”.
“Você é subserviente ao Deputado Branco, você faz o que o Deputado Branco manda”.
“É uma vergonha para um vereador que usa um programa de rádio, usa o espaço e depois sai falando mal, isso se chama covarde e traidor”.
“Você é covarde e traidor, sou eu que estou dizendo!”

ACUSAÇÃO AO PRESIDENTE DANIEL MIGUEL

Em seguida o jornalista Samuka Duarte acusou o presidente da Câmara Municipal de Alhandra Daniel Miguel de ter lhe oferecido dinheiro para que ele fizesse a defesa dos vereadores da oposição de Alhandra, afirmando que tinha testemunhas que presenciaram o oferecimento de vantagem supostamente ilícita:

“O seu presidente da Câmara, o Daniel me chamou no canto de parede para me oferecer dinheiro. Agora diga que é mentira!”
“O presidenta da Câmara de Alhandra me chamou para oferecer dinheiro para mim. Eu disse que não queria. Ele disse me ajude! Não, o espaço lá está aberto, na hora que você quiser, mas eu não quero dinheiro seu não!”
“Diga que é mentira!”
“A vereadora Geisa  é testemunha e tinha outro vereador, um gordinho que eu chamei ele para testemunhar o presidente da Câmara me oferecendo dinheiro para eu defender os vereadores”.

No final do desabafo o jornalista Samuka Duarte deixou o desafio ao vereador Beto de Januário afirmando de forma enigmática que, acaso o vereador continuasse a lhe criticar ele, Samuka Duarte acabaria com o esquema geral:

“Agora diga que o seu presidente me ofereceu dinheiro para defender vocês, e eu chamei dois de testemunha, inclusive a vereadores Geisa que ouviu quando eu disse, não, não quero dinheiro seu não, o espaço está aberto”.
“Está dado o recado, se continuar eu vou torar e acabou comigo e eu acabo com o esquema geral!”


            Pelo que se tem notícia, o grupo político capitaneado pelo Deputado Branco Mendes que, nas últimas eleições apoiou Goreth Mendes (esposa do deputado) e amargou uma fragorosa derrota nas urnas para o prefeito Marcelo Rodrigues, ainda não assimilou o fracasso nas últimas eleições e preserva uma acirrada briga política, mesmo após mais de um ano após as eleições. 

ÁUDIO DE SAMUKA  DUARTE SOBRE O CASO.

video


Nenhum comentário:

Postar um comentário

é um prazer em ter seu comentário em nosso blog