Total de visualizações de página

Horario de Brasilia

PITIMBU NOTÍCIA

domingo, 20 de abril de 2014

Solidariedade pode ser o divisor de águas na disputa majoritária e proporcional na Paraíba

Solidariedade pode ser o divisor de águas na disputa majoritária e proporcional na Paraíba





Apesar de ‘recém nascido’, o partido da Solidariedade já brotou com a força de uma grande legenda e será decisivo nas eleições 2014. Na Paraíba, o partido comandado pelo deputado federal Benjamin Maranhão é detentor de um expressivo tempo de guia, da maior bancada na Câmara Municipal de João Pessoa e ainda conta com uma representação no Congresso Nacional, além de ter centenas de prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e filiados espalhados em mais de 50 diretórios já criados e distribuídos por todo o Estado.

“Temos mais de 50 diretórios criados em menos de um ano de existência, o que é um crescimento  grande, o Solidariedade é um partido recente e existe todo um trabalho feito a partir da minha base de atuação, para formação dos diretórios e filiação de quadros, visando não só as eleições 2014, mas também a de 2016!”, disse Benjamin Maranhão.

O primeiro encontro estadual da legenda, por exemplo, que foi realizado no início do mês de abril, em João Pessoa, deu uma amostra da capacidade e do poder de articulação dessa nova agremiação, reunindo centenas de filiados, membros de outras siglas, como PSDB e PTB e também da cúpula nacional, com presença de senadores, prefeitos, deputados e governadores de outros Estados.

Essa decisão sobre o apoio, tanto na disputa majoritária, quanto na disputa proporcional na Paraíba está sendo discutida com todos os membros, bases e lideranças, conforme o deputado Benjamin Maranhão, e deverá respeitar a decisão da maioria. A expectativa é que após a Semana Santa novas reuniões sejam realizadas a fim de bater o martelo sobre o destino do partido.

Quem emplacar o apoio dessa nova força terá a seu favor, além de tempo de guia, apoios em diversas regiões do estado e ainda a garantia de votos para impulsionar qualquer coligação na disputa proporcional, principalmente rumo ao Congresso Nacional.

“Vamos trabalhar diante da realidade do nosso curto período de filiação e vamos procurar compor uma coligação que permita não só aos nossos filiados, como também aos filiados de outras legendas, lograrem êxito nas eleições estaduais deste ano, uma parceria com mão dupla”, disse Benjamin.



No tocante à majoritária, o Solidariedade na Paraíba é cobiçado pelos três partidos que vão disputar o Governo do Estado. No páreo, o PSB de Ricardo Coutinho, o PSDB de Cássio Cunha Lima e até mesmo o PMDB de Veneziano Vita lutam para agregar a legenda aos seus projetos políticos.

Bem articulado, o presidente Benjamin Maranhão ainda não fechou a porta para nenhuma das legendas, todavia, deixa claro que o partido não está a leilão. “Nós não vamos negociar apoio, nós vamos ouvir a voz dos filiados e a decisão da maioria será respeitada, até porque somos uma sigla nova, que abarcou lideranças vindas de várias outras legendas com segmentos distintos, por isso não podemos fechar as portas para ninguém, vamos conversar e a democracia vai mostrar qual o melhor caminho”, explicou o dirigente.

Benjamim disse ainda que a decisão sobre o apoio vai priorizar a disputa proporcional, visto que o partido não terá candidatura própria no Estado e também não teve tempo para tornar apto um maior número de filiados.

“Nós fomos criados em 23 de setembro e tivemos até o dia 05 de outubro de 2013 para filiar pré-candidatos, foi tudo muito rápido e, apesar do nosso empenho, o tempo trabalhou contra nós, porém teremos sim candidatos a deputado estadual, com a possibilidade até mesmo de um dos vereadores do nosso partido disputar a Assembleia Legislativa nestas eleições e também disputaremos a reeleição rumo ao Congresso Nacional”, revelou.

Em 2010 Benjamin Maranhão voltou a Câmara dos Deputados com uma votação expressiva. Mesmo tendo ficado longe da política – de 2006 a 2010 - , o parlamentar continuou cultivando as bases, trabalhando em silêncio, emplacando propostas, projetos e apoiando as causas populares, o que lhe rendeu um retorno triunfal à época.

Partido em ascensão

Criado em setembro de 2013, o Solidariedade (SDD) nasceu alinhado às bandeiras dos trabalhadores do País e dos movimentos sociais, unido a uma mentalidade voltada para o crescimento econômico, desenvolvimento e o setor produtivo.

Mesmo sendo novo, mas com musculatura de gente grande, o partido trabalha suas bases municipais de olho em projetos futuros, com a consolidação da sigla não só para as eleições deste ano, mas também para os próximos pleitos. O crescimento da legenda pelos municípios, conforme o presidente estadual Benjamim Maranhão já é animador.

“O mais importante que eu vejo é o crescimento municipal da base do partido, estamos nos reunindo constantemente com vereadores, prefeitos, lideranças que estão criando os diretórios do Solidariedade pelo Estado e isso está fazendo com que o partido seja algo perene , participativo e que venha com o tempo a formar os seus quadros municipais como já tem, como também a eleger deputados estaduais”, comemorou.


Márcia Dias

PB Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário

é um prazer em ter seu comentário em nosso blog