Total de visualizações de página

Horario de Brasilia

PITIMBU NOTÍCIA

segunda-feira, 12 de maio de 2014

Aproximação: Maranhão se acosta a tese de Ruy sobre se aliar no 2º turno das eleições


Aproximação: Maranhão se acosta a tese de Ruy sobre se aliar no 2º turno das eleições
Maranhão descarta união com PSDB no 1º turno, mas se acosta a tese de Ruy sobre se aliar no 2º turno do pleito

O presidente estadual do PMDB na Paraíba, José Maranhão se acostou a tese do presidente estadual do PSDB, Ruy Carneiro e, ementrevista nesta segunda-feira (12), considerou como viável a união das oposições na Paraíba, mas apenas em um segundo turno das eleições e não no primeiro, como defendeu o senador Cássio Cunha Lima (PSDB).

Segundo o ex-governador Maranhão, a tese de composição no primeiro turno ocorreria se e somente se, o candidato do PMDB não fosse o escolhido para o sacrifício.

“Eu acho que qualquer tese de união da Paraíba é importante, agora resta saber os detalhes, o detalhe é mais importante que o principal, o PMDB tem um candidato e isso é claro e eu não sei se o PSDB, que tem um candidato, estaria disposto a abrir mão de sua candidatura própria para apoiar a candidatura do PMDB, eu acho que esse mesmo argumento é válido para o outro lado, o do PSB, a gente tem que ser democrático, admitir a bivalência da tese, mas em tese eu acho interessante essa união das oposições sim”, disse.

Indagado se existiria alguma possibilidade ou algum acordo que implicasse na desistência da postulação do PMDB ao Governo da Paraíba para tirar o pré-candidato Veneziano de cena, Maranhão negou e avisou que a pré-candidatura do PMDB está mais forte do que nunca e que irá crescer muito mais.

“Seria, de minha parte, uma atitude aética responder sim a essa pergunta. Nós temos um candidato forte, que vai crescer muito ainda e esse crescimento se dará a partir das convenções, por hora o que existe é um ensaio, não ainda o jogo, o que existe é um amistoso, mas não existe um jogo definitivo, esse jogo vai ser com as três candidaturas em nível de primeiro turno”, sentenciou.

UNIÃO NO 2º TURNO

Assim como Ruy Carneiro, Maranhão garantiu que a união dos que fazem oposição ao atual Governo ocorrerá de forma espontânea.

“No segundo turno é evidente que se dará a união daquele que estiver no segundo turno com aquele que não estiver mais na disputa, essa é a hipótese mais concreta e mais provável, agora união no primeiro turno não acho fácil, seja com quem for”, disse.

Ainda conforme o governador, o PMDB é um partido grande e dificilmente renunciaria a disputa para aderir a outra postulação. “Os dois lados estão propondo pensando e causa própria e não em fortalecer o PMDB”, lembrou.

As declarações de José Maranhão foram veiculadas em entrevista ao programa Correio Debate, na 98 FM.


PB Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário

é um prazer em ter seu comentário em nosso blog