Total de visualizações de página

Horario de Brasilia

PITIMBU NOTÍCIA

segunda-feira, 5 de maio de 2014

Prefeito e suplente de vereador trocam socos em via pública


Prefeito e suplente de vereador trocam socos em via pública
Prefeito e suplente de vereador trocam socos em via pública e caso vai parar na delegacia

O prefeito do município de São José de Lagoa Tapada, Evilásio Formiga (DEM) está sendo acusado de agredir fisicamente o suplente de vereador Marcílio Marques Rufino, após um bate boca registrado no feriado do dia 1ª de maio, em plena via pública. Segundo a denúncia, o prefeito, juntamente com o irmão, encontraram o suplente no meio da rua e já teriam iniciado os insultos contra o suplente, seguido de socos e ponta pés.

“Isso não é papel de Prefeito. Só vive se envolvendo em briga, agredindo vereadores. Isso é atitude de moleque, irresponsável e pilantra”, desabafou o suplente de vereador em entrevista ao portal Diário Do Sertão.

Segundo o advogado da vítima, a agressão foi registrada em um Boletim de Ocorrência na delegacia de Polícia Civil e o caso será encaminhado para o Ministério Público de Sousa.

“O caso vai ser comunicado ao Ministério Público, para que se determine a instauração de um inquérito policial para esclarecer esse fato, pois não é permitido que agressões dessa natureza continuem acontecendo na cidade de São José da Lagoa Tapada”, disse o advogado João Hélio.

Outro lado

Em contato com a reportagem do Diário do Sertão, o advogado do Prefeito, Lincon Abrantes, confirmou o episódio e explicou que a confusão começou após o gestor ter sido tachado de ladrão. “Neto me afirmou que Marcílio a todo o momento o chamava de ladrão e soltava piadas constantemente. Sem agüentar mais, ele foi buscar explicações e também acabou ferido na briga”, disse.

O prefeito, mais conhecido como Neto de Coracy também esteve na cidade de Sousa e realizou exame de corpo de delito para provar que foi vítima no episódio.

Em 2013, o prefeito do município de São José da Lagoa Tapada (no Sertão paraibano), Evilásio Formiga Neto (DEM), foi acusado de espancar o líder da oposição na Câmara dos Vereadores, Romero Sá (PSDB). As agressões teriam acontecido durante a sessão ordinária. Segundo o vereador, o prefeito estava acompanhado de um ex-prefeito, de um irmão e de mais cinco pessoas que ele não identificou.


 

PB Agora 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

é um prazer em ter seu comentário em nosso blog