Total de visualizações de página

Horario de Brasilia

PITIMBU NOTÍCIA

sábado, 31 de maio de 2014

TV CONDE denunciar alto Índice de violência na cidade do Conde

“O povo clama por segurança pública. Mas até quando viveremos em uma cidade que sofre com este grave problema?”


 
A onda de violência na cidade de Conde, continua nas páginas policiais do Estado da Paraíba.
O povo está à mercê dos bandidos e a policia não dá jeito. Tantas armas circulando na cidade de Conde?
A pergunta fica no ar para as autoridades responderem a sociedade condense. 
O povo está passando por momentos difíceis, e os políticos estão de mãos atadas, e não conseguem responder a sociedade condense como evitar ou minimizar a violência.

Nesta última semana ganhou força o debate sobre a violência na cidade de Conde. Uma demanda espontânea provocada por crimes bárbaros e dolorosos.
Li todos os tipos de comentários no meu Facebook, desde o “Será que as autoridades não estão fazendo o seu papel de defender os cidadões condenses. Ou o que será que estar acontecendo. O governo estar dando o devido apoio aos policiais, dando condições de trabalho. Ou será que estar faltando escola e trabalho para os jovens
”. Comentário do Paulo Fernando Leite Campos. “São muitos os jovens vitimas das drogas, vitimas da impunidade, vitimas da injustiça, vitimas da sociedade, vitimas do poder público. Até quando vamos nos deparar com João, Carlos, Pedro, Alexandre e outros que por algum motivo, mas sem nenhuma razão tiveram suas vidas ceifadas antes que Deus o chamassem? Nada justifica. Nascem crianças inocentes, crescem na sociedade e já se deparam com esse mundo tão violento, o que deve ser feito? O que podemos fazer para mudar? É problema meu, seu, e de todos nós, e o problema é tão nosso que precisamos aprender a votar, votar certo, votar para mudar. Acreditem!”.Comentário da Magna Fernanda. “GESTÃO MUNICIPAL INCOMPETENTE E DUVIDOSA, SOMADA A CÂMARA INERTE E CONIVENTE, RESULTA-SE NISSO!”. Comentário do Lula Melo. “El problema es que el pueblo mira a sus gobernantes ....y que ven???????? ”. Comentário da Esther Irisarri Martin”, “É triste ver isso tudo acontecendo e as autoridades não faz nada,e ficamos só assistindo a violência..Só nos resta pedir a Deus pra ter misericórdia de nos e nos proteger”. Comentário da Juliana Da Silva Santos“Morava em João Pessoa, viemos para o conde para fugir da violência ate um certo tempo era uma maravilha dormia ate de porta aberta hoje já estamos nos tracados, se os nossos representantes e a polícia não agir o conde vai, virar um caldeirão do inferno”. Comentário da Ana Santana. E enfim, tudo quanto o senso comum e a obviedade permite, mas nenhum comentário questionou a causa de tanta violência na cidade de Conde. Nenhum comentário foi reflexivo e crítico de ir além de um assassinato no bairro Nossa Senhora da Conceição, Nossa Senhora das Neves ou em Jacumã.

  A cidade de Conde passa por momentos difíceis com o aumento de consumo de Drogas, jovens que se destroem e destroem a sociedade, há muito tempo que nossas autoridades sabem disso, mas não fizeram nada... É um absurdo o número de pessoas de fora que chegam aqui com facilidade e ninguém liga em mandar investigar porque estão vindos pra cá...
Esqueça a época em que podia caminhar livremente pelas ruas de Conde, ou sair durante as madrugadas, mesmo a pé, para aquelas conversas intermináveis em um bar. Agora, Conde padece pelo crescimento desordenado da violência urbana, que vem causando danos irreversíveis no cotidiano das famílias que habitam essa cidade. A prova disso foi à perda de mais uma vida por motivo fútil, cena que se repete diariamente na cidade de Conde. O caso mais recente foi o do Coveiro José Alexandre Dantas Ferreira de 33 anos.
O menor G.FO de 17 anos (vulgo Vaninho) assumiu a autoria do disparo que acertou José Alexandre. Ele foi localizado pela Polícia Militar e responderá pelo crime de Assassinato.
Estranho é lembrarmo-nos da juventude apenas quando ela comete um crime, e esquecermos que nesse momento ela está pelas ruas, a mercê de toda violência social e psicológica. Basta sairmos do conforto de nossas casas, e fazermos um passeio pelas ruas dos nossos bairros que nos deparamos com o ócio. A falta de uma política para a juventude legitima o genocídio da sociedade.
“A segurança desta cidade é uma vergonha”
O povo clama por segurança pública. Mas até quando viveremos em uma cidade que sofre com este grave problema?
"Somos trabalhadores, cumprimos com nossas tarefas, nossas obrigações, e o Estado não cumpre com nada. Ficamos à mercê dessa violência toda".

 Reportagem: Mário Luiz (Carioca) com Informações do Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

é um prazer em ter seu comentário em nosso blog