Total de visualizações de página

Horario de Brasilia

PITIMBU NOTÍCIA

segunda-feira, 16 de junho de 2014

Alemanha domina jogo, faz 4 x 0 sobre Portugal em partida com um Cristiano Ronaldo apagado


Alemanha domina jogo, faz 4 x 0 sobre Portugal em partida com um Cristiano Ronaldo apagado
 O melhor jogador do mundo estreou na Copa, mas quase nem deu para perceber. Cristiano Ronaldo só apareceu em cobrança de falta no fim. Pepe voltou a fazer das suas, expulso por agressão. E a Alemanha não perdoou. Goleou Portugal por 4 a 0, com três gols de Muller, e mostrou força em uma estreia promissora no Mundial.

A vitória maiúscula veio mesmo com Schweinsteiger poupado e com o artilheiro Klose no banco  de reservas. E o forte calor do Nordeste, tão temido pelos europeus, não se mostrou empecilho para uma seleção que passou por uma temporada de treinos no litoral baiano. Alemanha volta a jogar no sábado, contra Gana, em Fortaleza. Portugal tenta a reabilitação no domingo contra os Estados Unidos, em Manaus.

As fases do jogo: Quem esperava uma Alemanha ofensiva se surpreendeu com formação mais cautelosa, com três meias rápidos para puxar o contra-ataque. Deu certo. Em contra-golpes surgiram o pênalti sofrido por Gotze, convertido por Muller, e o escanteio que terminou com o gol de cabeça de Hummels.

A expulsão de Pepe, ainda na etapa inicial, deixou tudo ainda mais fácil. A inferioridade numérica cansou os portugueses e os gols foram saindo. Em tarde inspirada, Muller ainda marcou mais duas vezes em lances de oportunismo e construiu a goleada alemã.

O melhor: Muller – Atuando como falso 9, atacante alemão mostrou seu faro de artilheiro ao marcar três vezes na estreia. Isolou-se na artilharia da Copa do Mundo.

O pior: Pepe – Zagueiro português perdeu a cabeça quando sua seleção perdia por 2 a 0. Após dividida violenta, agrediu Thomas Muller enquanto o adversário com uma cabeçada ainda estava caído no chão. Levou o vermelho direto.

A chave do jogo: expulsão de Pepe – Se as coisas já estavam difíceis para Portugal, o cartão vermelho recebido pelo zagueiro tirou qualquer possibilidade de reação. Ainda no intervalo, o técnico Paulo Bento recompôs a defesa e recuou o time para tentar evitar uma goleada maior.

Toque dos técnicos: Joachim Low surpreendeu ao armar a Alemanha com uma linha de quatro zagueiros de oficio e Lahm deslocado para o meio-campo. O contra-ataque, puxado pelos velozes meias, mostrou-se mortal.

Para lembrar:

Gol histórico. Ao balançar a rede de pênalti aos 11 minutos do primeiro tempo, Thomas Muller anotou o tento mais rápido da Alemanha em Copas.

De gritos a vaias. Cristiano Ronaldo provocou emoções distintas na Fonte Nova. Antes da partida, foi assediado e aplaudido durante aquecimento de Portugal. No segundo tempo, já com sua seleção atrás no placar, acabou vaiado todas as vezes em que pegou na bola.

Bruxa em campo. As duas seleções ganharam preocupações para os próximos jogos. Fábio Coentrão sentiu uma lesão muscular na coxa e deixou o campo de maca. Já Hummels sofreu um corte profundo no joelho direito durante disputa de bola e também acabou substituído.

Chanceler alemã com moral. Se Dilma Rousseff foi xingada pelos torcedores brasileiros na abertura da Copa, sua colega alemã recebeu tratamento completamente diferente. Angela Merkel foi bastante aplaudida quando sua imagem apareceu no telão da Fonte Nova.

ALEMANHA 4 X 0 PORTUGAL

Alemanha: Neuer; Boateng, Mertesacker, Hummels (Mustafi) e Howedes; Lahm, Khedira, Gotze, Özil (Schurrle) e Kroos; Müller (Podolski). Técnico: Joachim Low

Portugal: Rui Patrício; João Pereira, Pepe, Bruno Alves e Fábio Coentrão (André Almeida); Miguel Veloso (Ricardo Costa), Raul Meireles e João Moutinho; Nani, Cristiano Ronaldo e Hugo Almeida (Éder). Técnico: Paulo Bento





UOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário

é um prazer em ter seu comentário em nosso blog