Total de visualizações de página

Horario de Brasilia

PITIMBU NOTÍCIA

quarta-feira, 18 de junho de 2014

Projeto aponta crescimento de 232% em casos de exploração sexual na PB

Dados mostram crescimento em relação aos atendimentos de 2013 e 2012.
Entidades lançam campanha para combater exploração no estado.

Do G1 PB
Os casos de exploração sexual de crianças e adolescentes em 2013 registrados pelo Centro de Referência da Assistência Social (Creas) da Paraíba cresceram 232% em relação aos doze meses de 2012, segundo a coordenadora do projeto 'Exploração de Crianças e Adolescentes: Faça um Gol Contra', Valéria Simões. Por conta dos índices identificados, um conjunto de ações está previsto em uma atuação das organização não governamentais Casa Pequeno Davi e Centro da Mulher 8 de Março, da associação Concern Universal e do Ministério Público do Trabalho, especialmente, devido à realização de dois eventos esportivos internacionais no Brasil e o fluxo de turistas no Nordeste.

Nesta quarta-feira (18), as entidades envolvidas no projeto lançaram a campanha “Torça contra a exploração sexual de crianças, adolescentes e jovens”, em João Pessoa. A previsão é envolver até 2016, 1.540 adolescentes e jovens de 18 escolas das cidades de João Pessoa, Cabedelo, Conde,BayeuxSanta Rita, Lucena, Pitimbu e Alhandra. “A intenção é fazê-los compreender que através dessas ações eles serão fundamentais porque terão informações sobre a exploração sexual e como ela corre tanto para se proteger quanto para identificar ao seu redor”, disse Valéria Simões.
Os dados do Creas, segundo a coordenadora do projeto, é grave porque refletem os casos que geraram atendimento social e assistencial e não apenas denúncias. “Os dados existem porque houve atendimento de crianças e adolescentes explorados. Não foram apenas denúncias como ocorre com os dados do 'Disque 100'. Há uma tendência a ter casos principalmente concentrados no litoral e nas grandes cidades do interior como Patos, no entanto, há casos como o de Boa Ventura que tem uma população com pouco mais de 4 mil habitantes e teve 200 casos de violência desse tipo no ano passado”, frisou.
Até 2012 serão realizadas oficinas temáticas, rodas de diálogos, campanhas que envolvam a exploração sexual contra crianças e adolescentes nos oitos municípios abrangidos pelo projeto. Nos próximos 40 dias, as três entidades e o Ministério Público do Trabalho devem intensificar a canpanha “Torça contra a exploração sexual de crianças, adolescentes e jovens”.
Em nota divulga pela Secretaria de Estado de Comunicação, a secretária do Desenvolvimento Humano, Aparecida Ramos de Meneses, destacou ações do Governo do Estado no enfrentamento à violência sexual infantil, entre eles o Disque 123, serviço que recebe denúncias, por telefone, de forma sigilosa sobre violações de direitos sofridas por crianças, adolescentes, pessoas com deficiência e idosos.
“O Disque Estadual 123 é um serviço importante porque funciona na Paraíba. Somos o único Estado a ter o seu próprio Disque Denúncias, com o único objetivo de agilizar as denúncias, porque a impunidade dá a certeza da continuidade. E é isso que estamos querendo fazer, evitar a impunidade”, frisou. O Disque Estadual 123 funciona das 7h às 22h, todos os dias, incluindo finais de semana e feriados. O serviço recebe as denúncias. 
A secretária ressaltou ainda as formações realizadas para taxistas, conselheiros tutelares, profissionais da assistência social, trade turístico e polícia alertando para a questão de crianças e adolescentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

é um prazer em ter seu comentário em nosso blog