Total de visualizações de página

Horario de Brasilia

PITIMBU NOTÍCIA

segunda-feira, 23 de junho de 2014

Ruy afirma que Vené não tem moral para fazer aliança com o governador


Ruy afirma que Vené não tem moral para fazer aliança com o governador
O presidente do PSDB-PB, o deputado federal Ruy Carneiro, está negociando com várias legendas, a fim de finalizar as alianças para as eleições 2014. O resultado deve ser anunciado nos próximos dias e oficializado na convenção que deve acontecer no próximo dia 29.

Para o tucano, as conversações estão num bom caminho, mas a chapa majoritária ainda é um mistério. O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB) disse que queria que voltasse para o ninho o vice governador e pré-candidato ao senado, Rômulo Gouveia (PSD), mas nada foi falado oficialmente pelo PSDB.

Outro mistério ronda o nome do ex-senador e presidente do PTB, Wilson Santiago que também deseja uma vaga ao Senado Federal em alguma chapa.

Uma coisa que Ruy adiantou sobre as conversas e definições de alianças é que os tucanos conversam com o PMDB e afirmou que não acredita na possibilidade do pré-candidato ao governo pelo PMDB, Veneziano Vital do Rego desistir da postulação para se aliar ao PSB do governador e pré-candidato a reeleição, Ricardo Coutinho.

"Nessa etapa todo mundo conversa com todo mundo, acredito que teremos sucesso com os dois partidos. Estamos com duas coligações, uma maior e uma menor, e chegaremos à convenção do dia 29 com um bom número de partidos, uma chapa coerente e um bom tempo de televisão", avaliou.


Sobre uma possível união com o PMDB, Ruy acredita que é mais fácil que uma aliança do PMDB com PSB e deu os motivos, sendo a formação de uma oposição o ponto principal para uma provável união.

"Dentro da geopolítica estadual, mantemos os contatos. O partido do PMDB é de oposição e nós trabalhamos com partidos de oposição ao governo, não faria sentido fazer aliança com os a favor da situação. Como o PMDB se intitulou como “a maior oposição ao governo”, isso dentro da lógica que a oposição tem que se unir para derrubar o governo, existe uma diversidade de opinião, mas estamos fazendo nosso trabalho. Não acredito que Veneziano, Vitalzinho e Zé Maranhão, que tanto criticaram o governo, independente de serem nossos adversários, não teriam a coragem moral de se juntar a ele", salientou.


PB Agora

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

é um prazer em ter seu comentário em nosso blog