Total de visualizações de página

Horario de Brasilia

PITIMBU NOTÍCIA

sábado, 7 de junho de 2014

Três regiões concentram 83% dos homicídios da PB em 2014, diz Seds

Litoral, Brejo e parte do Agreste concentraram maior parte dos homicídios.
Homens com idades de 18 a 35 anos representam 62% das mortes.

Wagner LimaDo G1 PB
Cerca de 83% dos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) registrados na Paraíba estão concentrados em três regiões do estado: Litoral, Brejo e parte do Agreste. Os dados são do Relatório de Indicadores Criminais no 1º Quadrimestre de 2014 da Secretaria de Estado da Segurança e Defesa Social (Seds). A predominância de idade entre as vítimas é a de 18 até 35 anos, responsáveis por 62% dos registros.
Embora de forma global a região do Litoral e Agreste integrem a maior parte da região onde há crescimento dos registros de Crimes Violentos Letais Intencionais, João Pessoa e Campina Grande apresentaram redução na notificação desses tipos de ocorrências. A Zona Norte da capital registrou um recuo de 45 registros e a área Sul retração também de 40 notificações.
As áreas Norte e Sul da capital pertencem, respectivamente, às 1ª e 2ª Área Integrada de Segurança Pública (AISP). Campina Grande, por sua vez, apresentou uma redução de 12 casos. No ranking listado pelo Relatório de Indicadores Criminais do 1º Quadrimestre de 2014 da Seds, aparecem também as cidades de Cabedelo,SousaCatolé do RochaItabaiana,CajazeirasPrincesa Isabel e Esperança.
De acordo com o relatório da Seds, as cidades que apresentaram elevação no registro de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) foram: MamanguapeItaporangaSanta Rita, Picuí, Alhandra, Bayeux, QueimadasGuarabiraPatos e Monteiro.
Em termos comparativos, os municípios de Sousa e Cabedelo apresentaram uma redução de 100% no registro de Crimes Violentos Letais Intencionais; seguidos por João Pessoa com 38% a menos nas notificações. São Bento e Conde obtiveram uma redação de 33%, seguido por Campina Grande com menos 27% em relação aos dados compilados no 1º quadrimestre de 2013.
Na outra ponta dos dados, há os municípios que apresentaram acumulado nos Crimes Violentos Letais Intencionais. Em Lagoa Seca, no Agreste, houve um aumento de 200% e Bayeux na região do Litoral apresentou um crescimento de 100%.  O ranking feito pela Seds das cidades com maior e menor registro de homicídios há uma comparação acumulada de 2013 e 2014 por municípios. Na Paraíba ocorreram 469 homicídios em 2014 e um total de 1.537 registrados em 2013.
Polícias atuam de forma integrada, diz Seds
Por meio de nota, a Secretaria de Estado da Segurança e Defesa Social (Seds) informou que há em curso um trabalho integrado desenvolvido para reduzir os crimes violentos letais:  As Polícias Civil e Militar têm desenvolvido um trabalho integrado a fim de diminuir os crimes contra a vida e contra o patrimônio na Paraíba.
A Capital mereceu atenção especial, assim como seus bairros, tanto é que no 1º quadrimestre de 2014 João Pessoa reduziu em 40% o número de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) - homicídios dolosos ou qualquer outro crime doloso que resulte em morte - em relação ao mesmo período do ano passado, passando de 214 CVLI para 129 CVLI. 
Predominância das vítimas é de jovens e adultos
As maiores vítimas dos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) são do sexo masculino com idades de 18 a 35 anos, que compõe os 62% de todas as ocorrências registradas e contidas no Relatório de Indicadores Criminais no 1º Quadrimestre de 2014 da Secretaria de Estado da Segurança e Defesa Social (Seds). A segunda categoria com mais registros de mortes está entre os homens com idades de 36 a 53 anos. Eles somam 23% do total de homicídios notificados pela segurança pública. As mortes de crianças e adolescentes até os 17 anos somam outros 11%
A maior predominância de homicídios entre jovens atingiu mais os com idades de 20 a 24 anos, o que resultou em 87 casos no primeiro quadrimestre de 2014. No mesmo período de 2013, o órgão registrou 121 casos. As faixas etárias dos 15 aos 19 anos e dos 25 aos 29 anos também foram responsáveis por 70 casos, cada uma, nesse primeiro quadrimestre. A primeira representou uma redução de 25 casos e a segunda de 15 notificações.
De forma inversa, a Secretaria de Estado da Segurança e Defesa Social (Seds) registrou no primeiro quadrimestre a redução na violência tendo como vítima mulheres. A diminuição de homicídios chegou a 45%, resultando da queda dos 53 casos em 2013 para os 29 dos primeiros quatro meses de 2014. João Pessoa se mantém como o município com maior registro de homicídios de mulheres. No primeiro quadrimestre de 2014, houve uma pequena redução de 14 para 12. Campina Grande que teve nove notificações em 2013 reduziu no primeiro quadrimestre deste ano para apenas um. As cidades de Santa Rita e Caaporã aparecem com três e dois registros, respectivamente

Nenhum comentário:

Postar um comentário

é um prazer em ter seu comentário em nosso blog