Total de visualizações de página

Horario de Brasilia

PITIMBU NOTÍCIA

sábado, 7 de junho de 2014

Vital confirma candidatura de Veneziano e anuncia data para anúncio do candidato a vice


Vital confirma candidatura de Veneziano e anuncia data para anúncio do candidato a vice
 Com a missão de coordenar a futura campanha do PMDB na Paraíba, o senador Vital do Rego confirmou que o partido não vai abrir mão da candidatura própria que segue firme e forte com o ex-prefeito de Campina Grande Veneziano Vital do Rego. Vital que participou da reunião das lideranças do PMDB ontem na casa do presidente do partido José Maranhão, garantiu que os peemedebistas da Paraíba estão afinados para a convenção nacional e ratificou o nome do presidente municipal do PT, Lucélio Cartaxo (PT), para a vaga a senador, o que vai solidificar a reprodução da aliança nacional na Paraíba. A chapa completa deverá ser apresentada até o dia 10 de junho.

O senador disse que não há a menor possibilidade de aproximação com o senador Cássio Cunha Lima (PSDB), e ratificou que a candidatura de Veneziano está consolidada e cresce de forma surpreendente a cada dia em toda à Paraíba. Segundo ele, lideranças políticas de todo o Estado, tem manifestado apoio a candidatura peemedebista, visto que acreditam que o PMDB vai apresentar um programa de governo diferenciado e capaz de recolocar a Paraíba no campinho do desenvolvimento. Vital do Rêgo cita como exemplo, a administração peemedebista em Campina Grande, realizada em pareceria com o governo federal do PT.

“Nossa candidatura está posta há um ano e o PMDB e ela representa uma alternativa para os paraibanos. A proposta do PMDB sempre esteve com Vené e agora com Vené e Lucélio. Cássio é candidato, eu tenho o meu candidato, tenho minha proposta e a Paraíba vai poder optar entre três candidaturas”, explica.

Sobre a composição da chapa com as especulações em torno do nome do ex-governador Roberto Paulino, o senador afirmou que, por ele, Paulino teria 99,9% de chance. Entretanto, deixou claro que o PMDB não desistiu de outros partidos como o PSC e o PR que também podem compor a chapa majoritária apresentando o candidato a vice.

“Temos que ouvir o PT e os outros partidos que fazem parte da coligação. Hoje não existe mais PMDB ou PT, mas uma aliança que vai votar em Dilma e essa aliança precisa ser discutida e dialogada para a escolha do vice”, aponta.

Severino Lopes 

PBAgora

Nenhum comentário:

Postar um comentário

é um prazer em ter seu comentário em nosso blog