Total de visualizações de página

Horario de Brasilia

PITIMBU NOTÍCIA

sábado, 19 de julho de 2014

Estado da Paraíba atinge meta de vacinação contra a gripe; Confira


Estado da Paraíba atinge meta de vacinação contra a gripe; Confira
A Paraíba conseguiu atingir a meta de 80%, estipulada pelo Ministério da Saúde (MS), para a vacinação contra a gripe este ano, do total de 947 mil pessoas que fazem parte dos grupos prioritários.

Contudo, 49 municípios ainda não conseguiram atingir 80% de suas metas individuais, mesmo a campanha tendo se encerrado no dia 23 de maio. Em todo o Estado, o grupo dos indígenas foi o único que conseguiu atingir 100% do público total, mas no geral nenhum grupo ficou abaixo da meta do MS.

As informações são do Vacinômetro, um sistema de informações do Ministério da Saúde, que registrou até ontem pela manhã 722.932 pessoas vacinadas contra a gripe, na Paraíba. De acordo com o sistema, este número ultrapassa a meta de 80%, determinada pelo próprio MS. Dentre os grupos prioritários, os indígenas conseguiram atingir mais do que a meta, chegando a 100% de vacinados, com 12.690 pessoas. O grupo de puérperas atingiu quase 100% de vacinadas, com 6.979 mulheres.

Ficou com mais de 90% o grupo de trabalhadores da saúde, com 66.948 vacinados. Já os grupos das crianças (total de doses aplicadas referente à soma das doses administradas em crianças indígenas e não indígenas, de 6 meses a 4 anos), idosos (total de doses aplicadas referente à soma de doses administradas em pessoas de 60 anos e mais) e gestantes ficaram acima de 80%, com 225.108, 374.613 e 36.594 pessoas, respectivamente.

As três maiores cidades paraibanas, João Pessoa, Campina Grande e Patos conseguiram superar a meta para este ano. A capital do Estado superou os 90% de vacinados, com 139.525 pessoas que receberam a dose. Em Campina Grande, foram vacinadas 68.056 e em Patos, 18.685. Dentre as cidades com menores índices estão: Cruz do Espírito Santo (Litoral), que ficou entre 40% e 50% de vacinados; e os municípios de Marizópolis, Várzea (ambos no Sertão) e Pitimbu (Litoral), os três ficaram entre 50% e 60% de vacinados.

Segundo Isiane Queiroga, chefe do setor de Imunização da Secretaria Estadual de Saúde (SES), a meta deste ano chegou a 84,97%. “Contudo, 49 municípios não atingiram a meta. A campanha já foi encerrada, mas o sistema de informação das doses aplicadas encontra-se aberto para que os municípios possam corrigir possíveis erros de registro, sendo assim, esses números ainda podem sofrer alterações”, disse.

Conforme explicou, além da população-alvo, que são as crianças de 6 meses a menores de 5 anos, gestantes, puérperas (até 45 dias pós-parto), maiores de 60 anos, povos indígenas e trabalhadores da saúde, também foi vacinada a população privada de liberdade, assim como funcionários do sistema prisional e pessoas de 5 a 59 anos portadoras de doenças crônicas e condições especiais. Todos estes grupos são o público mais vulnerável a desenvolver a forma grave da doença, segundo o Ministério da Saúde. “Os municípios que tiverem um estoque de vacina considerável nas unidades de saúde podem avaliar e definir um novo grupo para a vacinação ou atender a pedidos extramuros”, acrescentou.

 Vacinados contra a gripe na Paraíba

-Idosos - Este total de doses aplicadas refere-se à soma de doses administradas em pessoas de 60 anos e mais idosos, profissionais de saúde e os indígenas - 374.613 vacinados ou mais de 80%
-Indígenas - 12.690 vacinados ou 100% 
-Puérperas - 6.979 vacinados ou quase 100%
-Gestantes - 36.594 vacinados ou mais de 80%
-Trabalhadores da saúde- 66.948 vacinados ou mais de 90%
-Crianças - Este total de doses aplicadas refere-se à soma das doses administradas em crianças indígenas e não indígenas, de 6 meses a 4 anos – 225.108 vacinados ou mais de 80%

Ministério da Saúde

Cidades que não conseguiram atingir a meta de 80%:

-Alagoa Grande - entre 60% e 70% 
-Algodão de Jandaíra - entre 70% e 80%
-Araçagi - entre 70% e 80%
-Baraúna - entre 60% e 70%
-Bayeux - entre 70% e 80%
-Belém de Brejo do Cruz - entre 70% e 80%
-Bom Sucesso - entre 70% e 80%
-Borborema - entre 70% e 80%
-Brejo do Cruz - entre 60% e 70%
-Brejo dos Santos - 60%
-Cabedelo - entre 60% e 70%
-Cachoeira dos Índios - entre 70% e 80%
-Cacimba de Areia - entre 70% e 80%
-Catolé do Rocha - 60%
-Cruz do Espírito Santo - entre 40% e 50%
-Desterro - entre 60% e 70%
-Gado Bravo - entre 60% e 70%
-Imaculada - entre 70% e 80%
-Jericó - entre 70% e 80%
-Juarez Távora - 60% e 70%
-Junco do Seridó - 70% e 80%
-Livramento - entre 70% e 80%
-Malta - entre 70% e 80%
-Marizópolis - entre 50% e 60%
-Mato Grosso - 70% e 80%
-Monteiro - 70%
-Natuba - entre 60% e 70%
-Nova Floresta - 60% e 70%
-Pedro Régio - 60% e 70%
-Pitimbu - 50% e 60%
-Pocinhos - 70% e 80%
-Remígio - 70% e 80%
-Riacho do Poço - 70% e 80%
-Riacho dos Cavalos - 70% e 80%
-Santa Luzia - entre 60% e 70%
-São Bentinho - 70%
-São Domingos de Pombal - 60% e 70%
-S. João do Tigre - 70% e 80%
-São João de Lagoa Tapada - 60% e 70%
-São Mamede - 70% e 80%
-Serra Redonda - 70% e 80%
-Sertãozinho - 70% e 80%
-Sobrado - 60% e 70%
-Sousa - 60% e 70%
-Taperoá - 70% e 80%
-Tenório - 60% e 70%
-Triunfo - 70% e 80%
-Várzea - 50% a 60%
-Vista Serrana- 70% e 80%

Ministério da Saúde

@folhadosertao
com Jornal da PB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

é um prazer em ter seu comentário em nosso blog