Total de visualizações de página

Horario de Brasilia

PITIMBU NOTÍCIA

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Prefeito de João Pessoa nega boatos de racha entre PT e PSB e culpa oposição


Prefeito de João Pessoa nega boatos de racha entre PT e PSB e culpa oposição
 O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT), irmão do candidato ao senado, Lucélio Cartaxo (PT), descartou problemas entre a aliança do PT com o PSB.


Segundo ele, há especulações e elas seriam criadas por adversários políticos tanto do PT quanto do PSB, encabeçado pelo candidato a reeleição, o governador Ricardo Coutinho (PSB).


"Uma aliança se faz com união e temos consciência disto. Não existe nada disso, não há qualquer problema na coligação".


O boato de um racha entre PT e PSB nasceu após a primeira-dama do estado, Pâmela Bório, afirmar em postagem publicada em uma de suas redes sociais que não votaria no PT, "nem que seja para salvar sua vida". Para completar, ao ser questionada sobra a aliança de seu esposo com o PT, a mesma disse que a aliança era entre "eles" e disse que sequer estava participando dessa campanha.


Luciano teceu comentários durante evento nesta segunda-feira (25) na inauguração de mais uma etapa do Mercado da Torre.

“Existe muita gente querendo criar problemas, atrito, dentro da nossa coligação com o objetivo de fazer uma divisão. A campanha está bem postada. Temos clareza do desafio que é fazer uma campanha assim. Essa união é fundamental. Só se ganha eleição com união e compromisso”, afirmou o prefeito.


Luciano destacou ainda o apoio do candidato a deputado federal e atual vice-governador da Paraíba, Rômulo Gouveia (PSD) à candidatura de Lucélio ao Senado.

“O apoio de Rômulo é importantíssimo, pois demonstra a capacidade de vitória que Lucélio tem”, declarou.


Ele também comentou que é comum que alguns candidatos e líderes políticos apoiem o governador e não apoiem Lucélio e vice-versa. “É comum isso. Temos que respeitar a diversidade de opiniões, que faz parte do processo eleitoral. O eleitor faz algumas diferenciações. Precisamos entender”, concluiu.


Redação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

é um prazer em ter seu comentário em nosso blog