Total de visualizações de página

Horario de Brasilia

PITIMBU NOTÍCIA

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Ricardo nega críticas à presidente Dilma e culpa imprensa por “distorcer” declarações


Ricardo nega críticas à presidente Dilma e culpa imprensa por “distorcer” declarações
A polêmica em torno das declarações do governador Ricardo Coutinho (PSB) em relação ao Governo Dilma, no último sábado (13), em Campina Grande, durante a visita da presidenciável Marina Silva (PSB) continuam gerando repercussão.

Nesta terça-feira (16), durante solenidade no Palácio do Governo para assinatura de decreto, indagado pela imprensa, o governador negou que tivesse criticado a gestão da petista e acusou setores da imprensa de distorcerem e maximizarem suas declarações para gerar “fofoca” e “fuxico”.

O primeiro a questionar o governador foi o repórter do programa radiofônico Correio Debate, Albermar Santos, que inicialmente indagou o chefe do executivo sobre a aparição da presidente Dilma no guia de Vitalzinho após as criticas do socialista ao Governo Federal.

“Eu não tenho que avaliar nada, eu acho que o PMDB a apóia tal qual o PT. Ela vai pedir voto aonde? Tem que pedir votos mesmo, eu acho legitimo que o PT tenha a sua candidatura e acho legitimo que o PSB tenha a sua candidatura, eu não admito patrulhamento em relação a isso”, disse.

O repórter do sistema Correio insistiu e indagou: O senhor vai continuar atacando o governo Dilma Rousseff?

Ricardo Coutinho reagiu: “Mas quem foi que disse a você que 
eu
 ataquei? Quem foi que disse a você, você ouviu isso aonde?”, retrucou Coutinho ao repórter, que treplicou: “Nas suas declarações em Campina Grande governador”.

Ricardo Coutinho então negou que tivesse criticado o Governo Dilma e atacou setores da imprensa por tentarem criar factóides.

“Mas quais foram às declarações? Eu não dei nenhuma declaração em Campina Grande, para você ter uma idéia, você faz uma pergunta, meu caro Albemar, sem conhecer o conteúdo. Você foi em busca de um blog, de um site, que todo mundo sabe a quem serve e que tentou me servir e eu não quis e esse meio de comunicação deturpou tudo que foi dito e que simplesmente quis fazer a velha fofoca, o velho fuxico”, disparou o governador .

Um jornalista, de outra emissora, insistiu e lembrou que o governador chegou a criticar o PIB e a política do medo que estaria sendo adotada pelo Governo Dilma. Ricardo então, novamente, reagiu: “Você está satisfeito 
com
 o PIB? Pergunte a presidente Dilma se ela está satisfeita com o PIB. Eu ouvi declarações no guia que ela não está satisfeita. Vocês estão tentando criar uma polêmica, vocês estão maximizando esse assunto porque estão no intuito de buscar a intriga e a fofoca e vocês não vão me atrair para o meio disso”, avisou.

O governador disse que não criticou, apenas disse o obvio. “Naturalmente eu fui dizer o obvio ou você acha que 0,99% é um PIB considerável para o Brasil desse tamanho. Pergunte a Dilma se ela está satisfeita, porque eu já ouvi declarações dela dizendo que ia melhorar e só se melhora aquilo que não se está satisfeito”, falou.

Na solenidade desta manhã o governador assinou dois decretos. Um cria um parque estadual das trilhas dos cinco rios e o segundo cria um grupo de trabalho para melhorar a qualidade de vida das pessoas atingidas por barragens.


CONFIRA AS DECLARAÇÕES DE RC EM CG, NO ÚLTIMO SÁBADO (13)

 

“A gente pode usar a internet para o bem e para espantar o medo. Porque eu lembro muito bem que na época do ex-presidente Lula vieram com uma história de medo e hoje eles que sofreram do mesmo mal querem colocar para Marina o mesmo discurso do medo”, assinalou Ricardo durante comício no Parque do Povo, em Campina Grande.

E continuou. “O Brasil tem medo é da situação em que se encontra. O Brasil tem medo é de crescer a 0,9% ao ano do PIB, o Brasil tem medo é do desemprego, o Brasil tem medo é do retorno da inflação, o Brasil tem medo é de não olhar para adiante e perceber como é importante ter um plano de governo que coloque o País no caminho da modernização e da modernidade”.

Ricardo exortou a militância socialista na Paraíba a defender a candidatura de Marina: “Combatam essa tentativa de construir ao redor de Marina uma personalidade que na verdade não existe porque essa mulher aqui é madeira de lei que cupim não rói, já dizia o velho Ariano Suassuna. Não se iludam. Eles tentam de toda a forma desviar a atenção porque é desviando a atenção que eles conseguem cobrir os graves problemas da nossa Nação”.



PB Agora 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

é um prazer em ter seu comentário em nosso blog