Total de visualizações de página

Horario de Brasilia

PITIMBU NOTÍCIA

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Socialista considera natural críticas de RC a Dilma e diz que aliança na PB segue intacta


Socialista considera natural críticas de RC a Dilma e diz que aliança na PB segue intacta
Apesar da grande repercussão sobre as críticas do governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB) à presidente Dilma Rousseff (PT), fato que inclusive gerou a reação de filiados do PT no Estado, o vereador socialista de João Pessoa Renato Martins considerou como natural as declarações do candidato do PSB no Estado.

Segundo Martins, que após a consolidação da aliança PSB/PT deixou a bancada de oposição e aderiu a bancada de Cartaxo, a aliança entre Lucélio e Ricardo foi firmada apenas em âmbito estadual, visto que, desde à época das convenções, os dois partidos tinham candidatos distintos à presidência da República.

“É natural as criticas do governador à presidente Dilma, até porque isso foi muito bem debatido, inclusive uma semana antes da convenção conjunta que aconteceu entre o PT e o PSB. Nós tivemos um lançamento de uma aliança no Hotel, no bairro de Tambaú, onde foi dito isso, ou seja, que cada partido teria o seu candidato à presidência”, falou

Renato ainda lembrou que, naquela ocasião, enquanto o governador Ricardo pedia votos Eduardo Campos, os irmãos Cartaxo, no mesmo evento, defendiam a candidatura de Dilma.

“Isso é uma coisa bem resolvida, a aliança PT/PSB permanece na Paraíba sem arranhões, já no que diz respeito à postulação federal, cada partido tem sua posição, não tem surpresa e não existem motivos para instabilidade na relação”, falou.

Ainda ontem o presidente do PT Charliton Machado emitiu nota à imprensa repudiando as declarações do governador Ricardo Coutinho em relação ao Governo Dilma, no entanto, deixou claro que o episódio não interferia na aliança firmada na Paraíba.


Confira a nota abaixo:






ENTENDA

Na agenda da presidenciável Marina Silva (PSB) na Paraíba, no último sábado (13), o governador Ricardo Coutinho não só abraçou de vez a candidatura da sua companheira de partido como fez duras críticas ao PT, Lula e Dilma Roussef, candidata petista à reeleição, desfazendo qualquer especulação de posição de neutralidade adotada no primeiro turno.

Na ocasião Coutinho atacou a gestão petista. “O Brasil tem medo é da situação em que se encontra. O Brasil tem medo é de crescer a 0,9% ao ano do PIB, o Brasil tem medo é do desemprego, o Brasil tem medo é do retorno da inflação, o Brasil tem medo é de não olhar para adiante e perceber como é importante ter um plano de governo que coloque o País no caminho da modernização e da modernidade”, criticou o socialista.

Ricardo exortou a militância socialista na Paraíba a defender a candidatura de Marina: “Combatam essa tentativa de construir ao redor de Marina uma personalidade que na verdade não existe porque essa mulher aqui é madeira de lei que cupim não rói, já dizia o velho Ariano Suassuna. Não se iludam. Eles tentam de toda a forma desviar a atenção porque é desviando a atenção que eles conseguem cobrir os graves problemas da nossa Nação”.



Com
 informações de Henrique Lima 

PB Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário

é um prazer em ter seu comentário em nosso blog