Total de visualizações de página

Horario de Brasilia

PITIMBU NOTÍCIA

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Exposição sobre violência contra mulheres será aberta na próxima quinta

A exposição de fotografias “Violência contra as Mulheres: Como enfrentar e Prevenir”, resultado do Concurso Prêmio Fotográfico promovido pela Secretaria de Estado da Mulher e da Diversidade Humana, será aberto nesta quinta-feira (27), às 18h, no Mezanino da Fundação Espaço Cultural, em João Pessoa.
Leia mais notícias no Portal Araruna Online
A exposição marca a mobilização pelos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres na Paraíba, que teve início na última quarta-feira (19), em Montadas, com o serviço de atendimento das unidades móveis às mulheres rurais vítimas de violência doméstica.Durante a exposição será feita a distribuição de cartões postais relativos aos selecionados no Concurso Prêmio Fotográfico. As vencedoras serão premiadas, assim como os selecionados no edital para produção de Obras Audiovisuais inéditas de curta metragem com o tema: “Violência contra a Mulher: O que fazer?”.
O Concurso Fotográfico “Como enfrentar e prevenir a violência contra as mulheres” foi realizado de acordo com edital nº 006/2013. A Comissão de Avaliação, composta por integrantes da Semdh, Funesc, UFPB e Cunhã Coletivo Feminista, pontuou as 12 fotografias inéditas produzidas por fotógrafos profissionais ou amadores.
As vencedoras foram: 1º Lugar, a fotografia “Não Mais ao Amor Violento”, de Rosemaire Wanderley Felix; em 2º Lugar, a fotografia “Não Permito”, de Mônica dos Santos Lins; e em 3º lugar, o vencedor foi Jocieldes Alves de Araújo, com a fotografia “Unidos Contra a Violência”.
A primeira colocada receberá R$ 1.600,00, o 2º lugar R$ 1.050,00 e o 3º lugar R$ 600,00. A premiação conta com recursos do convênio firmado entre a Secretaria de Políticas para as Mulheres/PR e Governo do Estado.
Os vencedores do concurso do edital de Obras Audiovisuais inéditas de curta metragem com o tema: “Violência contra a Mulher: O que fazer?” foram em primeiro lugar Libia Cecilia Bandeira T. da Nóbrega com o projeto:”Violência simbólica no Cotidiano: o que você sente e o que você faz?”; em 2º Lugar, a vencedora foi Yluska Laisy Gaião de Figueiredo com o projeto “O Prazer é Todo Meu”; e em 3º Lugar, Kenia Kalyne Gomes de Almeida com o projeto “Velhos Tempos”. O valor a ser repassado para produção dos vídeos é R$ 6.400,00, líquido; e R$ 8.594,00 bruto.
Mobilização – A mobilização anual pelos 16 dias de ativismo é realizada simultaneamente por diversos atores da sociedade civil e poder público engajados no enfrentamento à violência contra mulheres. Desde sua primeira edição, em 1991, já conquistou a adesão de cerca de 160 países. Mundialmente, a Campanha se inicia em 25 de novembro, Dia Internacional da Não Violência contra a Mulher, e vai até 10 de dezembro, o Dia Internacional dos Direitos Humanos, passando pelo 6 de dezembro, que é o Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres.
Unidades Móveis – A unidade móvel de atendimento às mulheres trabalhadoras do campo e da zona rural vítimas de violência doméstica continuam oferecendo atendimento psicossocial, jurídico, orientação e palestras. As próximas cidades que serão atendidas: Acaú-Pitimbu, Taperoá, Araruna, Picuí, Boqueirão, Boa Vista e Rio Tinto. As unidades móveis foram entregues ao Governo do Estado pela Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM-PR), dentro do programa “Mulher, Viver sem Violência”. Dentro das unidades é disponibilizado atendimento de delegados, promotores, juízes, psicólogos e assistentes sociais.
Confira o calendário de atendimentos:
ACAÚ – PITIMBU 26/11
TAPEROÁ 28/11
ARARUNA 29/11
PICUÍ 05/12
BAIA DA TRAIÇÃO 11/12
AREIAL 12/12
BOQUEIRÃO 16/12
BOA VISTA 17/12
RIO TINTO 19/12

Nenhum comentário:

Postar um comentário

é um prazer em ter seu comentário em nosso blog