Total de visualizações de página

Horario de Brasilia

PITIMBU NOTÍCIA

sábado, 24 de janeiro de 2015

RC promete acionar Procuradoria para suspender reajuste do salário


RC promete acionar Procuradoria para suspender reajuste do salário
 O governador Ricardo Coutinho já determinou à Procuradoria- geral do Estado que prepare uma Medida Provisória (MP) suspendendo os efeitos da lei que reajusta os salários dele, da vice-governadora Lígia Feliciano, e dos secretários. A lei foi promulgada pela Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) e publicada ontem no Diário Oficial do Estado (DOE).


Segundo o secretário de Comunicação do Estado, Luís Tôrres, o governador já havia anunciado que suspenderia o reajuste, mas apenas agora, com a publicação da promulgação, é que se pode adotar os instrumentos jurídicos para oficializar o não reajuste nos subsídios do Executivo. “A Medida Provisória que suspende o reajuste salarial deve ser publicada no Diário Oficial do Estado já nos próximos dias”, revelou.

Com o reajuste o governador vai ganhar um salário de R$ 29.688,58. Já o salário da vice-governadora Lígia Feliciano passaria a ser de R$ 23.750,86 e dos secretários de Estado teriam como remuneração mensal ovalor de R$ 22.266,00.


O governador argumenta que determinou o corte no seu salário bem como, outras medidas de ajustes na máquina do Estado, devido o corte brutal dos recursos do Fundo de Participação do Estado (FPE), destinado para à Paraíba. Em três anos, a Paraíba perdeu mais de R$ 500 milhões.


Em recente postagem em uma rede social o governador da Paraíba Ricardo Coutinho garantiu que iria renunciar ao aumento do próprio salário e suspender reajustes dos vencimentos da vice-governadora, dos secretários e auxiliares de governo. O aumento foi aprovado pela Assembleia Legislativa da Paraíba na última sessão ordinária de 2014. O governador decidiu não sancionar a matéria, mas também não vetou.


“Tudo isso faz parte de um conjunto de medidas que estamos tomando e ainda vamos tomar para garantir ao máximo atingir as metas de fazer mais com menos”, disse o governador paraibano. Ele foi reeleito em outubro no segundo turno ao vencer o senador e ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB). Outras medidas de austeridade estão em andamento, como o corte de cargos e diárias de servidores” disse o governador.


Severino Lopes

PBAgora

Nenhum comentário:

Postar um comentário

é um prazer em ter seu comentário em nosso blog