Total de visualizações de página

Horario de Brasilia

PITIMBU NOTÍCIA

sábado, 14 de fevereiro de 2015

Cássio cobra explicações de Cid Gomes sobre problemas no Fies


Cássio cobra explicações de Cid Gomes sobre problemas no Fies
líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima (PB) encaminhou um requerimento pedindo esclarecimentos sobre a suspensão de contratos do Fundo de Financiamento Estudantil ao ministro da Educação, Cid Gomes. O Ministério da Educação definiu que as faculdades que tiveram mensalidades reajustadas até 6,4% poderão ter seus alunos financiados pelo Fies.

Estudantes universitários usuários do sistema, para efetuar pagamentosdas universidades e faculdades, estão muito contrariados. Isso porque o sistema não permite a renovação automática das matrículas, reajustadas acima de 4,5%, pelos estabelecimentos de nível superior.

Dúvidas


Além disso, os estudantes que passaram no vestibular tem dúvidas se poderão utilizar o Fies, porque o site do sistema está fora do ar deste o final de 2014 até agora.

Cássio Cunha Lima consulta Cid Gomes sobre o quantitativo de alunos que foram prejudicados e quais poderão ficar fora de aula por falta do apoio financeiro do Fies. Ele quer saber as “razões por que o site foi fechado, por que não se admitem novas inscrições, por que não estão sendo pagos os alunos inscritos?”.

“O governo desestruturou o programa como um todo. E não há uma resposta que seja suficientemente clara”, disse Cássio Cunha Lima, acrescentando que “são milhões de vidas de brasileiros que estão a mercê da desinformação do governo”.


Cid pode ir à audiência


O senador Valdir Raupp (PMDB-RO) defendeu que Cid Gomes poderá participar de uma audiência pública no Senado para elucidar as dúvidas. “Principalmente, se tratando de educação. É uma questão muito séria. E isso, com certeza vai dificultar a vida de muita gente”, ressaltou.

O site do Fies, de acordo com informações divulgadas pelo Ministério da Educação nesta quinta-feira, 12, estará em funcionamento normal no próximo dia 23, porém para inscrições até o dia 30 de abril. E, ainda, o financiamento estará condicionado ao tipo de curso e também baseado na avaliação da faculdade, segundo o ministério.




PB Agora com Agencia Política Real 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

é um prazer em ter seu comentário em nosso blog