Total de visualizações de página

Horario de Brasilia

PITIMBU NOTÍCIA

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Cássio volta reprovar possível saída de Romero do PSDB e não acredita em retaliação de Dilma


Cássio volta reprovar possível saída de Romero do PSDB e não acredita em retaliação de Dilma
O senador Cássio Cunha Lima (PSDB), voltou a sinalizar com a e desaprovação à possível saída do prefeito de Campina Grande Romero Rodrigues do ninho tucano. Cássio é conta a saída de Romero, e reafirmou neste final de semana, que “no que depender do seu desejo, o prefeito tucano permanecerá no PSDB”, e disputará à reeleição pelo partido em 2016.

“Você não pode simplesmente, ao sabor das circunstâncias, ou ditado pelo momento de maiorias eventuais, fazer um movimento”, acrescentou CCL. No entanto ele garantiu que Romero terá o seu respeito, qualquer que seja a sua decisão a ser tomada.

O senador declarou ainda que “seria uma pena ter que perder um prefeito como Romero por pressões políticas ou pela necessidade de ele conviver minimamente com o governo federal”. - Seria um atestado de atraso das relações políticas no Brasil – arrematou.

Líder da oposição no Senado, Cássio disse que a sua posição vanguardista na liderança do PSDB contra a presidente Dilma Rouseff (PT), não deverá provocar retaliação na administração do PSDB em Campina.

“Não acredito que isso possa acontecer de forma explícita. O Brasil vive um momento de muito atraso nas relações políticas. Se isso vier a acontecer, nós vamos continuar denunciando, da mesma forma que denunciamos as práticas de perseguição que são feitas pelo governador do Estado, que se notabiliza pela tentativa de tentar calar setores da imprensa; pela perseguição a servidores públicos”, avaliou o ´tucano´.

Ele disse esperar “que a sociedade, como um todo, reaja em relação a qualquer tentativa de discriminação contra a cidade.

PBAgora

Nenhum comentário:

Postar um comentário

é um prazer em ter seu comentário em nosso blog