Total de visualizações de página

Horario de Brasilia

PITIMBU NOTÍCIA

quinta-feira, 26 de março de 2015

Prefeitura de Caaporã divulga contesta ação do Ministério Público


Prefeitura de Caaporã divulga contesta ação do Ministério Público
A prefeitura municipal de Caaporã encaminhou uma nota à imprensa, na tarde desta quinta-feira (26), para contestar a ação proposta pelo Ministério Publico em que acusa o gestor João Batista Soares  pela prática de desvio de dinheiro particular em proveito alheio, cuja posse detinha em razão da ocupação do cargo de prefeito Municipal de Caaporã.

Ainda de acordo a denúncia, em 18 de julho de 2009, o prefeito celebrou convênio com o Banco Gerador S/A , objetivando viabilizar a concessão de empréstimos mediante consignação em folha de pagamento, bem como financiamentos diversos aos servidores públicos do Município.

As informações sobre a açao contra o prefeito foram divulgados pela assessoria do Tribunal de Justiça da Paraíba. 

Pleno recebe denúncia oferecida pelo MP contra o prefeito de Caaporã 

CONFIRA A NOTA 

A Prefeitura Municipal de Caaporã não possui nenhum débito com o Banco Gerador, conforme demonstrou documento emitido pela própria instituição financeira privada que atua no Norte e Nordeste do país. O banco possui convênio com o município para viabilizar a concessão de empréstimos consignados e financiamentos aos servidores públicos. 

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) ajuizou uma ação civil pública, que foi acatada pelo Tribunal de Justiça (TJ) na última quarta-feira (27), alegando que teria 

havido apropriação indevida de valores descontados dos contracheques de diversos servidores públicos do município, que deveriam ter sido destinados ao pagamento de empréstimos consignados junto ao Banco Gerador. A "Declaração de Inexistência de Débito" foi encaminhada ao Órgão Ministerial e será encaminhada ao Tribunal de Justiça.

No documento emitido em 14 de março de 2014, a instituição bancária afirma que até aquela data "a Prefeitura Municipal de Caaporã está em dia com suas obrigações de repasse oriundas do convênio de crédito consignado". A declaração é assinada por Luiz Gustavo Alvim de Vasconcelos, diretor comercial do Banco Gerador.

 

PB Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário

é um prazer em ter seu comentário em nosso blog