Total de visualizações de página

Horario de Brasilia

PITIMBU NOTÍCIA

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

PBAgora antecipou: ex-secretária de saúde denuncia e servidores confirmam demissões de mil na PMJP


PBAgora antecipou: ex-secretária de saúde denuncia e servidores confirmam demissões de mil na PMJP
Mais de mil prestadores de serviço da saúde de João Pessoa foram exonerados nos últimos dias. O motivo alegado pela secretaria seria uma determinação judicial do Ministério Público, mas as pessoas que acabam de ficar desempregadas afirmam que estão sendo vítimas de perseguição política.


O PB Agora trouxe no último dia 29, uma denuncia da ex-secretária de saúde, Roseana Meira que utilizou as redes sociais na última segunda-feira (28) para fazer uma denúncia grave contra a prefeitura de João Pessoa. Segundo ela, uma demissão em massa estava prestes a acontecer.

Serão demitidos dois mil servidores, sendo mil da saúde municipal. Roseana chamou a atitude de oportunista e disse que a gestão está "descartando" servidores contratados como se "não valessem nada". Roseana cita ainda quem pediu a lista com os nomes e disse o motivo para tal atitude.


O vereador Raoni Mendes, no mesmo dia, questionou a secretária de Saúde de João Pessoa, Mônica Rocha Rodrigues, durante audiência pública na Câmara Municipal, sobre as denúncias de que serão demitidos mil funcionários da saúde de João Pessoa. "Se for haver, quais são os serviços que deixarão de ser ofertados a população. Acredito que todas as contratações aconteceram por necessidade e compõem um quadro que faz funcionar serviços essenciais de saúde, à população de João Pessoa", disse.


Dois servidores relataram que eles e mais 998 funcionários da saúde municiparam foram demitidos e a justificativa foi a recomendaçãp do Ministério Público da Paraíba, mas avisaram que eram filiados do PT, ex-legenda do prefeito da Capital, Luciano Cartaxo (PSD) e alegaram que estavam sendo vítimas de perseguição política.


Os prestadores Elton Nóbrega e Elizabeth Santos afirmam que prestavam serviço à secretaria há mais de oito anos, época em que Roseana Meira era secretária de saúde, na gestão de Ricardo Coutinho (PSB). 


“Creio que seja algum tipo de retaliação. Sou filiado ao PT há 14 anos e sei que não houve nenhuma determinação do Ministério (MPPB). As demissões foram feitas de boca, não teve nenhuma portaria especial. Fomos pegos de surpresa. É lamentável esse tipo de imposição, perseguição política. Deveria não ter cor partidária, mas as pessoas tem que se manifestar em qual partido esteja. O prefeito não deu nenhuma declaração de haveria essas várias demissões que ocorreram ontem a tarde”, relatou Elton, que era lotado no Distrito Sanitário 1, em Cruz das Armas.


O secretário de Articulação Política de João Pessoa, Adalberto Fulgêncio afirmou que não tinha conhecimento do assunto, mas acredita que as exonerações, não tinham motivação política. “O prefeito Luciano Cartaxo não tem esse perfil, mas desde o início do ano, estão sendo tomadas medidas mais severas para manter o equilíbrio da gestão”, destacou.



Entenda o caso:

Ex-secretária de saúde denuncia demissão em massa na PMJP


PB Agora com Paraibajá

Nenhum comentário:

Postar um comentário

é um prazer em ter seu comentário em nosso blog