Total de visualizações de página

Horario de Brasilia

PITIMBU NOTÍCIA

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Poços perfurados pelo Estado aguardam instalação da Prefeitura de Guarabira


Poços perfurados pelo Estado aguardam instalação da Prefeitura de Guarabira
DESCASO: sete poços perfurados pelo Estado aguardam instalação pela Prefeitura de Guarabira há três anos


A dificuldade de água para abastecer as comunidades rurais de Guarabira poderia muito ser minorada se todas as esferas de governo fizessem aquilo que é de sua responsabilidade. Nesta quinta-feira (29), um flagrante de como não se faz na gestão pública.

Os vereadores Marcelo Bandeira (PSD) e Beto Meireles (PDT) fizeram uma visita às comunidades rurais que convivem com o fantasma da estiagem prolongada e há algum tempo chegaram a imaginar que era possível ter acesso a água com mais comodidade, sem que para isso tivessem que carregar água em lombo de jumento. Mas o sonho se transformou em pesadelo por causa da inércia da gestão municipal.

No final do ano de 2013, em momentos de crise aguda de abastecimento para a zona rural, a Prefeitura de Guarabira fez parceria com o Governo do Estado para buscar minorar o sofrimento dos moradores. O Estado perfurou sete poços artesianos e a Prefeitura se comprometeu em fazer a instalação dos equipamentos para viabilizar a chegada da água às residências.

Na visita feita pelos parlamentares, foi constatado que em nenhum dos sete poços foi feita instalação devida. Estão todos abandonados, entregues à ação do tempo. Residências próximas aos poços e moradores sendo obrigados a fazer longas viagens em busca de água para a sobrevivência de suas famílias.

Revoltados, moradores conclamaram para que o prefeito Zenóbio Toscano cumpra com o prometido e determine a instalação dos equipamentos. “Todos que moramos aqui nessa região de Itamatay votamos no atual prefeito, ajudamos ele a chegar na Prefeitura e queremos que ele nos ajude agora colocando uma bomba para a água chegar nas nossas casas”, reclamou o senhor Ismael.

Na comunidade rural de Tananduba, cansados de esperar pela Prefeitura, as 17 famílias que residem mais próxima ao local onde foi perfurado o poço fizeram uma “vaquinha”, conseguiram instalar os equipamentos necessários e todos passaram a ter água nas torneiras. O valor gasto na compra dos materiais e mão de obra foi divido entre as famílias e mensalmente cada família entra com R$ 10 para bancar a fatura de energia.

Os vereadores se comprometeram em levar o tema para a tribuna da Casa Osório de Aquino afim de sensibilizar o prefeito Zenóbio. “Eu moro na zona rural e sei o quanto é difícil ter que conviver com a escassez de água. Vamos levar esse caso à Câmara e espero que o prefeito adote alguma providência. Sabemos que o mandato é de 4 anos, mas não é possível que se deixe tudo para fazer em ano de eleição porque o povo está sofrendo agora e esses poços já foram perfurados há dois anos”, disse Marcelo.

Beto considerou um absurdo o que pode testemunhar na zona rural. “Me impressionou a falta de atenção com quem mora na zona rural da parte do atual gestor de Guarabira. Um verdadeiro absurdo você permitir que pessoas possam pegar água em lombo de jumento enquanto a água de boa qualidade está bem próxima das casas. Vamos cobrar sim do prefeito que o mais breve possível possa instalar os equipamentos nesses poços”, defendeu Meireles.


Redação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

é um prazer em ter seu comentário em nosso blog